Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (46) Mombaça (764) Nacional (380) Polícia (625) Política (117) Regional (834) Tecnologia (31)

Breaking News

Comercial Valéria

terça-feira, 25 de setembro de 2018

TENHA SEU POÇO ARTESIANO COM QUALIDADE E GARANTIA! CLAUDINEY PERFURAÇÕES OFERECE O MELHOR SERVIÇO...

Para quem sofre com as consequências da seca e falta d'água... Temos a solução!

Claudiney Perfurações tem excelência em seu trabalho, garantindo um bom serviço e qualidade!


Não perca tempo e faça já seu orçamento garantindo seu poço artesiano.


Água é vida! Então garanta o líquido mais precioso do planeta nas mãos de quem conhece e entende do assunto!

Uma boa oportunidade de negócio, pare de sofrer com a falta de água constate!
Contrate os mais especializados da região!

CLAUDINEY PERFURAÇÕES 

(88) 9 9768 2289

(88) 9 9850 2537 (WhatsApp)



Uma pessoa morre após colidir com animal em Acopiara

Na noite desta segunda-feira,24, por volta das 19h a Polícia Militar foi acionada via 190 por populares que informaram um acidente com vítima fatal na CE-371 que liga Acopiara – Catarina, na altura da vila Escuro, distante 08 km da sede deste município.

De pronto uma equipe da PM compareceu ao local e constatou veracidade no caso. A vítima fatal trata-se de Antônio Martins da Silva, 69 anos. O mesmo pilotava a motocicleta Honda CG/150, ano 2004, cor preta, placa HYV-2179, e teve morte imediata, sendo removido pela Perícia Forense para o IML.

Uma segunda vítima, o Fábio Júnior Nascimento do Santos, 33 anos, seguia como garupeiro e já havia sido socorrido pelo SAMU, sofrendo apenas escoriações nas costas. Segundo populares as duas vítimas seguiam de Acopiara sentido Vila Escuro, quando colidiram com uma vaca, mas quando o policiamento chegou ao local não encontrou nenhum animal.Saliente que a composição da PRE compareceu ao local para adoção das medidas administrativas cabíveis.





Fonte: Iguatu.Net

Delator diz ter pagado propina a Eunício

O presidente do Senado Federal, Eunício Oliveira (MDB), que é candidato à reeleição, teve uma delação premiada homologada contra si pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O benefício jurídico foi utilizado por Jorge Henrique Marques Valença, ex-superintendente regional da Galvão Engenharia, que afirma ter pagado ao menos R$ 1 milhão em propina ao político, em troca de liberação de recursos para obras contra a seca.

Mantida sob sigilo e obtida pelo portal O Globo, a delação inclui ainda outros três emedebistas: o senador Fernando Bezerra; o ex-deputado Henrique Alves e o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Este último, preso desde setembro de 2017, após a apreensão de mais de R$ 51 milhões em espécie em um apartamento ligado a seu nome.

Valença declara que o pagamento existia como forma de "pedágio", a ser pago a título de propina a políticos do MDB em contratos do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs). De acordo com Valença, o órgão federal tem influência de Eunício.

As propinas seriam repassadas a um percentual de 5% à medida que a empreiteira recebia os pagamentos pelos serviços referentes à obra da Barragem Figueiredo, em Alto Santo, entregue em 2013.

Tanto Eunício Oliveira quanto os demais acusados, negam ter recebido pagamentos da empresa, segundo o site.
A candidata ao Senado Federal Dra. Mayra Pinheiro (PSDB) postou vídeo no último domingo, 23, em resposta ao pedido liminar de busca e apreensão de bonecas da candidata, emitido pelo senador Eunício.

Conforme Legislação Eleitoral, é proibida a propaganda mediante distribuição de brindes, a exemplo de "camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, cestas básicas ou quaisquer outros bens ou materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor".

Ocorre, entretanto, que as bonecas de Mayra são em forma de adesivos, adereços comuns em período eleitoral. "A justiça esteve no nosso comitê e constatou que a denúncia é falsa. () São adesivos de papel que as pessoas vêm usando em sinal de carinho e apoio a nossa candidatura". "Agora que ficou claro que sua adversária nessa campanha sou eu, faça oposição como tenho feito a você, de forma transparente", disse.

Procurada, a equipe de Eunício disse que não se posicionaria sobre o assunto.




Fonte: O Povo Online



Em disputa ao Senado, Cid tem 64% das intenções de voto, e Eunício 39%

A pesquisa Ibope divulgada nesta segunda-feira (24) mostra as intenções de voto para o Senado no Ceará. Cid Gomes (PDT) tem 64% das intenções de voto; seguido por Eunício Oliveira (MDB), com 39%; Eduardo Girão (Pros) – 10% – e Dra Mayra – 9% – estão empatados tecnicamente dentro da margem de erro, de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

Confira os números:

Cid Gomes (PDT): 64%
Eunício (MDB): 39%
Eduardo Girão (Pros): 10%
Dra. Mayra (PSDB): 9%
Pastor Pedro Ribeiro (PSL): 3%
Pastor Simões (Psol): 3%
João Saraiva (Rede): 2%
Dr. Márcio Pinheiro (PSL): 2%
Anna Karina (Psol): 2%
Alexandre Barroso (PCO): 1%
Magela (PSTU): 1%
Robert Burns (PTC): 1%
Bardawil: não pontuou
Brancos/nulos vaga 1: 12%
Brancos/nulos vaga 2: 21%
Não sabe, não respondeu: 29%

Na pesquisa anterior, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Cid Gomes: 55%; Eunício Oliveira: 37%; Eduardo Girão: 9%; Pastor Pedro Ribeiro: 7%; Dra. Mayra: 6%; Anna Karina: 4%; Pastor Simões: 4%; João Saraiva: 4%; Alexandre Barroso: 3%; Dr. Márcio Pinheiro: 3%; Magela: 3%; Robert Burns: 2%. Brancos/nulos vaga 1: 15%; Brancos/nulos vaga 2: 22%. Não sabe: 27%. 

A pesquisa divulgada nesta segunda-feira (24), encomendada pela TV Verdes Mares e registrada na Justiça Eleitoral CE-09888/2018, ouviu 1.204 eleitores. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%.



Fonte: Tribuna do Ceará



Fique sabendo: população de rua deve ficar fora do Censo 2020

Pauta antiga de entidades da área de direitos humanos, a informação sobre o número de pessoas em situação de rua no país deve continuar desconhecida após o Censo 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com o instituto, o assunto é estudado pela equipe técnica, porém ainda sem previsão de inclusão no levantamento.

“Nossas pesquisas consideram apenas domicílios permanentes, e identificar pessoas em situação de rua exige um grande esforço de mobilização, em particular em países com grandes territórios, como o Brasil”, informa o IBGE.

De fevereiro a abril deste ano, o instituto abriu pela primeira vez uma consulta pública para que pessoas e instituições apresentassem sugestões de temas e perguntas para o questionário do Censo Demográfico 2020 por meio do Portal do IBGE.

A necessidade da contagem do número de pessoas que se encontram atualmente nessa condição é uma reivindicação principalmente de instituições e movimentos ligados ao tema, mobilizados em nível nacional. “A população em situação de rua tem pressa, tem uma urgência histórica de ser visibilizada nessa pesquisa”, ressalta Manuel Torquato, representante da Campanha Nacional Criança Não é da Rua, do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda).

Em maio, o IBGE começou o primeiro teste de coleta de dados para o Censo 2020 pela internet em 52 municípios das cinco grandes regiões, incluindo domicílios de todas as capitais e cidades com mais de 500 mil habitantes.

Entre 20 de agosto e 6 de setembro foi realizada a primeira prova piloto do questionário temático do Censo 2020, com perguntas específicas para indígenas, quilombolas e outros povos e comunidades tradicionais. O censo pretende refinar a identificação de povos indígenas e incluir as comunidades quilombolas por meio de uma questão de pertencimento específica, em conformidade com o Decreto nº 8.750 de 2016, que institui o Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais.

A inclusão da população em situação de rua no Censo 2020 já havia sido solicitada pelo Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento da Política Nacional para a População em Situação de Rua (Ciamp-Rua), instituído em conjunto com a Política Nacional em Situação de Rua pelo Decreto nº 7.053 de 2009.

“Depois de muita dificuldade, o IBGE vai incorporar agora povos e comunidades tradicionais, já incorporou populações indígenas e quilombolas, agora é preciso avançar na identificação dessa população invisibilizada pela nossa sociedade. É muito importante que o IBGE como órgão oficial de pesquisa faça essa investigação, porque trabalha com categorias próprias, é uma política pública importante, é preciso conhecer para poder atuar”, destaca a procuradora federal dos Direitos do Cidadão, Deborah Duprat.

Metodologia

Em 2014, o IBGE chegou a fazer um pré-teste no município do Rio de Janeiro. Segundo o instituto, houve dificuldade em executar a pesquisa com populações sem domicílio devido à necessidade de metodologias de amostragem, logística de campo e abordagem do entrevistado.

“A gente não pode aceitar que o principal instituto de pesquisa do país não faça essa contagem porque diz não ter metodologias. No mundo, existem várias e aqui mesmo no Brasil temos metodologias interessantíssimas. A gente tem apontado isso para o IBGE e esse diálogo não acontece por falta de abertura do órgão”, afirma Manuel Torquato, do Conanda.

O levantamento mais recente sobre essa população foi feito em 2016 pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), que estimou em 101.854 pessoas o número de pessoas situação de rua no Brasil.

A pesquisa usou dados de 1.924 municípios por meio do Censo do Sistema Único de Assistência Social (Centro Suas), e a estimativa considerou fatores crescimento demográfico, centralidade e dinamismo urbano, vulnerabilidade social, serviços voltados à população de rua e o número de pessoas em situação de rua inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (Cadastro Único). O documento publicado pelo Ipea aborda a necessidade de dados oficiais sobre essa população. “[A ausência de dados oficiais sobre a população em situação de rua], justificada pela complexidade operacional de uma pesquisa de campo com pessoas sem endereço fixo, prejudica a implementação de políticas públicas voltadas para esse contingente e reproduz a invisibilidade social da população de rua no âmbito das políticas sociais.”

No dia 23 de julho deste ano, data em que foram lembrados 25 anos da Chacina da Candelária no Rio de Janeiro, quando oito jovens em situação de rua foram assassinados, organizações ligadas ao tema se mobilizaram nas sedes do IBGE em 15 estados para entregar à coordenação geral do Instituto um documento com a proposta de inclusão de uma pergunta na pesquisa domiciliar do Censo 2020 relacionada a essa população. A proposta é que as pessoas entrevistadas em suas casas respondessem sobre a existência de algum integrante da família em situação de rua.

“A inclusão dessa pergunta não nos diria quantas pessoas estão em situação de rua, mas já nos daria o dado de quantas famílias dizem possuir pessoas em situação de rua no Brasil. O IBGE respondeu novamente que não possui metodologia pra fazer uma pesquisa com essa população, mas não era isso que estávamos pedindo naquele momento”, acrescenta Torquato.

Estudos que pudessem quantificar e permitir a caracterização socioeconômica das pessoas em situação de rua são reivindicados como uma ação prioritária desde o 1º Encontro Nacional da População em Situação de Rua realizado, em setembro de 2005.

De 2007 a 2008, o Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário promoveu o 1º Censo e Pesquisa Nacional sobre População em Situação de Rua e apontou um total de 31.922 pessoas nessa situação nos 71 municípios onde a pesquisa foi realizada – cidades com mais de 300 mil habitantes e capitais.

O estudo teve como alvo pessoas com 18 anos ou mais que se encontravam nessa condição, mas não foi feito com o objetivo estimar o total da população em situação de rua no país. Importantes capitais que já contavam com pesquisas nesse sentido foram excluídas da pesquisa, caso de São Paulo, Recife, Belo Horizonte e Brasília.

O ministério usou dados disponíveis nas secretarias e conselhos estaduais e municipais de assistência social por meio do Censo do Sistema Único de Assistência Social (Centro Suas) e equipamentos públicos os Centros de Referência da Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e Centros de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centros POP).





Fonte: Agência Brasil

Prazo para saque de cotas do PIS/Pasep termina na sexta (28)

Cotistas do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público têm até a próxima sexta-feira (28) para sacarem os benefícios fora dos critérios estabelecidos em lei. Desde junho, trabalhadores cadastrados em um dos fundos entre 1971 e 4 de outubro de 1988 estão autorizados e receber o saldo disponível nas contas.   

Com o fim do prazo, os saques voltarão a ser permitidos somente para pessoas com 60 anos ou mais, aposentados, herdeiros de cotistas, pessoas em situação de invalidez ou acometidos por doenças específicas. 

Para saber se tem direito ao benefício do PIS e do Pasep, a Caixa Econômica Federal também possibilita a consulta pelo telefone 0800-726-0207 ou nos caixas eletrônicos da instituição, desde que o interessado tenha o Cartão Cidadão. No Banco do Brasil, os trabalhadores podem entrar em contato pelos números: 4004-0001 ou 0800-729-0001.




Fonte: Ministério do Planejamento



Onda de assaltos apavora moradores rurais no interior do Ceará

Uma onda de ataques violentos de criminosos em áreas rurais de Morada Nova e Ibaretama, municípios vizinhos, está deixando muitos moradores apavorados. Nos últimos dias a Polícia registrou cinco assaltos, o último deles do fim da manhã da segunda-feira (24). Um veículo dos Correios foi roubado na localidade de Extrema, no distrito de Roldão, em Morada Nova. O motorista foi mantido como refém. Após roubar toda a carga a quadrilha liberou o funcionário.

O motorista informou à Polícia Militar que foi atacado por bandidos que seguiam em um Volkswagen Voyage de cor preto. O veículo de entrega de correspondências e encomendas foi fechado e ele rendido pelos criminosos. Quando a carga foi transferia para uma Fiat Fiorino de cor branca, foi liberado. O carro dos Correios foi abandonado em um matagal. O ataque ocorreu por volta das 11h30. A quadrilha tomou rumo desconhecido.

Cerca de uma hora antes, uma equipe do Raio encontrou dois veículos, um Renault Sandero e uma Toyota Hilux,  escondidos no matagal, na localidade de Caraúbas, também na zona rural de Morada Nova. Dentro do primeiro veículo foram encontradas 14 bananas de dinamite e um cordão detonante. Quanto a Hilux, de cor prata, consta queixa de roubo. As suspeitas são de utilização dos veículos e dos explosivos no ataque a um carro-forte. Com a ação policial a operação criminosa foi frustrada.

Com os últimos ataques equipes do Cotar passaram a circular na região. Mesmo assim muitos moradores continuam assustados. Além do roubo de uma caminhonete Toyota Hilux, de uma fazenda, em Ibaretama, populares deram conhecimento de outros ataques em estradas vicinais ligando os dois municípios, inclusive durante o dia. Muitos estão evitando sair de casa. Até celebrações religiosas estão sendo canceladas.







Fonte: Diário do Nordeste




sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Projeto que obriga preso a ressarcir despesas na cadeia está pronto para ser votado no Senado

Está pronto para ser votado no plenário do Senado Federal a proposta que determina ao preso o reembolso dos gastos do Estado com sua manutenção. Em alteração à Lei de Execução Penal (LEP), o Projeto de Lei do Senado (PLS) 580/2015 prevê que a compensação dos gastos é obrigatória, independentemente das circunstâncias. Se não possuir recursos próprios, o apenado pagará com trabalho, conforme a proposta.

De acordo com o autor do PLS, senador Waldemir Moka (MDB-MS), se a assistência material for bancada pelo preso, sobrarão recursos para aplicar na saúde, educação e infraestrutura do Brasil. Além disso, ele diz que a “ociosidade que tem levado os presos a serem presas fáceis das facções que estão hoje infestando nossos presídios” poderá se combatida. A informação consta na Agência Senado.

De acordo com a agência, a decisão na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) era terminativa, mas um recurso foi apresentado pelo senador Lindbergh Farias (PT-RJ) para que o projeto fosse votado em Plenário.

Na comissão, o projeto recebeu 16 votos favoráveis e 5 contrários. O senador Humberto Costa (PT-PE), contrário ao PLS, argumentou que o projeto é mais um que estimula o encarceramento da população.

Atualmente, a LEP já determina que o preso condenado tem obrigação de trabalhar, na medida de suas aptidões e capacidade, com jornada entre seis e oito horas diárias. Nesta carga, ele tem direito a descanso nos domingos e feriados.

O documento recebeu nota técnica com sugestões da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra). A entidade sugere aperfeiçoamentos ao projeto, como a limitação de apenas 10% de presos contratados por empresa privada e a garantia de remuneração não inferior ao salário mínimo vigente. Mesmo apoiando a proposta, a associação se preocupa com possíveis abusos da mão de obra dos presos.

Dívida Ativa
A senadora Simone Tebet (MDB-MS) apresentou duas sugestões de mudança para o projeto. Conforme o texto, o preso que tem condições financeiras, mas se recusar a pagar (com trabalho ou dinheiro), será inscrito na dívida ativa da Fazenda Pública.

Além disso, o detento que não possuir recursos financeiros para se sustentar, mas que ainda precise ressarcir os seus gastos, terá a dívida perdoada ao ser colocado em liberdade. 




Fonte: O Povo Online

Meteorito estimado em R$ 3 milhões está perdido em escombros do Museu Nacional

Com valor estimado em torno de R$ 3 milhões, um meteorito de 70 gramas está perdido em meio aos escombros do Museu Nacional no Rio. O Angra dos Reis é a rocha mais valiosa da coleção de mais de 400 meteoritos da instituição. "Ele tem uma composição rara, quase que inteiramente de um mineral incomum", diz astrônoma.


Facções se espalham pelo interior do Ceará e assustam moradores com aumento da violência

Mais de 3 mil assassinatos foram registrados este ano no Ceará. A estatística está relacionada à atuação do crime organizado. Um fenômeno que, além de apavorar Fortaleza, é visto em pequenas cidades e localidades do interior do estado.

As pichações nos muros, que se tornaram comuns na Região Metropolitana, indicam a presença de facções, e hoje tomam conta de pequenas comunidades do estado.

Na localidade conhecida como Quatro Bocas, a 120 km de Fortaleza, as organizações despertam o medo da população. A auxiliar de serviços gerais Maria de Fátima Honorato comenta sobre o medo de sair de casa. “O muro bem alto é para poder ter sossego, saio de casa mais não”.

A rivalidade dentro e fora dos presídios e as disputas pelo controle do narcotráfico marcam essa realidade em todo o estado. No início do ano, Fortaleza registrou a maior chacina da história do Ceará. O caso ficou conhecido como Chacina das Cajazeiras. O crime foi motivado por guerra entre duas organizações e não custou a ter consequências longe da capital.

No dia 29 de janeiro, dois dias após a maior chacina que vitimou 14 pessoas na capital, um conflito entre facções criminosas resultou na morte de 10 presidiários e 6 saíram feridos na cadeia pública de Itapajé.

Prisão de Lideres

Menos de um mês após grandes casos envolvendo as facções Guardiões do Estado e Comando Vermelho, dois membros da cúpula nacional de outra organização criminosa foram encontrados mortos no Ceará. Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, e Fabiano Alves de Souza, o Paca, eram líderes do Primeiro Comando da Capital, o PCC de São Paulo.

Os líderes entraram para uma estatística que amedronta a população. Este ano, de janeiro a agosto, o Ceará registrou 3.110 assassinatos. O crime aconteceu em uma pequena reserva indígena na Região Metropolitana.

Crimes no interior

Diferente do que possa parecer, os crimes ocorridos no interior também têm consequências na capital. Em julho, Fortaleza sofreu com uma onda de ataques a ônibus e prédios públicos que durou quase uma semana. A violência começou após uma operação policial em Amontada, que terminou com a morte de três homens acusados de assaltos a um banco. A ação teria sido ordenada de dentro do presídio.

As agências bancárias são os alvos de ataques mais comuns no interior do estado. Hoje, 750 mil cearenses estão sem acesso a serviços bancários após ataques e explosões de agências e 38 municípios estão com dificuldades nos atendimentos.

Somente em 2018, foram 30 ataques a bancos no Ceará. Um mês após a operação policial em Amontada, já em agosto, a cidade teve duas agências atacadas em uma única ação. Os moradores da região precisam se deslocar para outros municípios quando necessitam de serviço bancários. A comerciante Elianor de Lima comenta que os bandidos ainda fazem vítimas e reféns. “A cidade toda parou, comércio, não teve mais movimento de dinheiro”.

A Polícia Civil afirma que tem atuado para coibir a ação do crime organizado na região. De acordo com o delegado titular da cidade de Amontada, as ações da polícia estão obtendo resultados. “Tem muitas ações em andamento em relação ao combate ao crime organizado, ao tráfico de drogas, e existem pessoas presas, mas é um trabalho paulatino”.





Fonte: Tribuna do Ceará

ATENÇÃO: Oito cidades no Ceará, terão urnas de justificativa para quem não pode votar

Oito cidades do Ceará vão contar com 27 urnas exclusivas para a justificativa de quem não pode votar. A informação é do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. São as cidades de:

-Fortaleza
-Aracati
-Aquiraz (Porto das Dunas)
-Caucaia
-São Gonçalo do Amarante (Pecém)
-Sobral
-Juazeiro do Norte
-Jijoca de Jericoacoara

O TRE do Ceará priorizou os locais de maior circulação dos eleitores que estejam de passagem pelo Ceará, no dia das eleições. Mas esclarece que a justificativa do voto pode ser feita pelo eleitor que esteja fora do seu domicílio eleitoral em qualquer seção de votação instalada em todo o Estado do Ceará.

Capital
Em Fortaleza, as urnas exclusivas de justificativa funcionarão na Praia do Futuro, na Avenida Beira-Mar, na Praia de Iracema, no Ideal Clube, no Aeroporto Pinto Martins e nos Terminais Rodoviários João Tomé e do Antônio Bezerra. No site do TRE-CE, o eleitor pode conferir a relação completa dos locais exclusivos para justificativa.

Para justificar o voto, o eleitor deverá levar a qualquer seção eleitoral, fora do seu domicílio, o formulário de justificativa (formato PDF), disponível no site do TRE-CE, preenchido com o número do título e um documento oficial de identidade.

Aplicativo eleitoral
Uma novidade este ano é o aplicativo e-Título, que além de substituir o documento na hora de votar, pode auxiliar os eleitores que vão justificar o voto. Para consultar os locais onde funcionam mesas receptoras de justificativa, basta ter no celular a versão mais recente do aplicativo, disponível para iPhone (iOS), smartphones (Android) e tablets.




Fonte: G1 CE

EM MOMBAÇA: Deputado Federal Domingos Neto, se reúne com lideranças políticas do município

O evento ocorrido hoje (21), ás 12h, contou com a presença do Deputado Federal Domingos Neto, além de lideranças políticas de grande força em nosso município como os vereadores de oposição: Eduardo Dereco, Valério Sá, Júnior Padeiro, Pitoco, Késsia (suplente de vereadora), Carlinhos do Dadá Lima (representando o vereador Danúbio que não pôde estar presente), além de dezenas de pessoas que vieram de várias regiões de Mombaça, receber e saudar o deputado.

No encontro foram abordadas várias pautas, entre elas, o comprometimento de Domingos Neto com o município de Mombaça, que ao longo de seu mandato como Deputado Federal vem trazendo melhorias, emendas e projetos para nossos conterrâneos. Domingos Neto também falou sobre o apoio e agradeceu ao grupo de oposição que sempre estiveram ativos e incansáveis na batalha para o crescimento do município.

Logo após, as 15h, no Centro Paroquial, a candidata a Deputada Estadual Patrícia Aguiar, juntamente com Domingos Filho e Domingos Neto se reuniu também com apoiadores, onde teve uma breve reunião explicando um pouco de sua trajetória e pedindo o apoio dos mombacenses para continuar trabalhando e ajudando, assim como já fez muito por Mombaça, em seus mandatos como prefeita em Tauá. 







  








quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Quais os possíveis temas de redação do Enem 2018?

A prova de redação costuma ser fundamental para elevar (ou não) a nota do aluno no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Por isso, a área é uma das que exigem mais preparação por parte dos estudantes. Na edição deste ano, que acontece em Novembro, o SAS Plataforma de Educação convidou dois consultores pedagógicos para elencarem possíveis temas de redação.

Normalmente, o tema busca a solução de problemas, buscando uma reflexão sobre causas sociais. Como por exemplo em 2017, quando o tema foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil” .

O texto deve ser dissertativo-argumentativo, e a nota é baseada por cinco critérios. A pontuação máxima em casa categoria é de 200 ponto, o que totaliza mil pontos.

Veja alguns temas que estão cotados:

– Sustentabilidade e reciclagem

As discussões acerca da reciclagem são recorrentes e podem vir a se tornar tema da redação do Enem 2018.

– Envelhecimento da população

Aumento da expectativa de vida, diminuição da taxa de natalidade e outros fatores demonstram um movimento chamado de inversão na pirâmide etária no Brasil. Por isso, não seria surpreendente se o Enem abordasse esse assunto.

– Atualização e profissões do futuro

Considerando o contexto de evolução da cultura digital e surgimento de novas tecnologias, é possível inferir que, dentro de alguns anos, haverá muitas novas profissões, e o que se conhece no âmbito profissional será bastante diferente para os antigos e novos trabalhadores.

– Fake News

A divulgação de notícias falsas tem sido apontada por especialistas como um mecanismo de controle social e essa pode ser uma boa linha argumentativa.

– Mobilidade urbana

O aumento populacional nos grandes centros e capitais brasileiras tem incentivado a iniciativa pública a investir e modernizar os meios de transporte.

– BNCC e falta de professores

O cenário educacional tem passado por profundas mudanças nos últimos anos e a necessidade de construção de uma Base Nacional Comum Curricular tanto para o Ensino Fundamental, quanto para o Ensino Médio.

– Doenças erradicadas e vacinas

Países europeus, Estados Unidos e inclusive o Brasil têm sofrido com o retorno de doenças que pareciam erradicadas, como sarampo e febre amarela.




Irmãos cearenses com nomes iguais descobrem que usam o mesmo CPF e que só um tem direitos legais

Beneditos Duarte Paiva, dois irmãos, nasceram em Groaíras, no interior cearense. O nome igual foi escolha dos pais, Helena e Marculino. O irmão mais velho nasceu em 2 de julho de 1962. O mais novo nasceu um ano depois, em 8 de junho de 1963.

A confusão começou quando o pai deles não fez o registro de nascimento do filho mais novo. Anos depois, a mãe, que não sabia do ocorrido, foi ao cartório buscar a certidão, acabou retirando a 2ª via do documento do filho mais velho. Ninguém percebeu o engano, até os dois já estarem adultos.

O CPF de um é, na verdade, a 2ª via do CPF do outro. O mais novo não pode votar, porque não conseguiu fazer título de eleitor. E as dores de cabeça não pararam por aí. “Eu não posso fazer nada no meu nome, eu não existo”. 

Os irmãos tentam resolver a situação desde 2013, quando deram entrada em um pedido de novo registro para o Benedito mais novo no fórum de Forquilha, cidade mais próxima de Groaíras. Mas até agora o processo está parado. Segundo a Defensoria Pública, esse tipo de situação é comum; e o principal motivo é a negligência dos pais.

O medo dos irmãos é que os processos de solicitação das aposentadorias sejam comprometidos. E é justamente na hora da aposentadoria que o problema costuma se agravar. Segundo a Defensoria, depois de o Benedito mais novo conseguir o próprio registro de nascimento, é só pedir um novo CPF. A grande dificuldade pode estar na hora de decidir quem fica com as contribuições trabalhistas.

O INSS explica que é possível fazer uma atualização cadastral e separar as contribuições de cada um, mas só depois da decisão da justiça.




Fonte: Tribuna do Ceará


Fã de Xuxa passa mal e morre após encontrá-la em aeroporto, diz apresentadora

Um fã da apresentadora Xuxa Meneghel faleceu logo após encontrá-la no aeroporto, contou a Rainha dos Baixinhos. Segundo ela, o episódio aconteceu na noite desta quarta-feira, 19, em Buenos Aires, na Argentina. Hernan Mondagron aguardava a chegada de Xuxa no saguão quando teve um mal-estar. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu, informou a apresentadora.

"Quando deixei de fazer o programa na Argentina, eu fiquei dias com a carinha de Herna Mondragon na minha cabeça. Sempre que me via era emoção pura. Hoje na chegada do aeroporto ele se emocionou tanto que passou mal e inacreditavelmente se foi. Meu coração está apertado por não poder fazer nada pra tê-lo ao meu lado. Me desculpe", escreveu Xuxa em uma publicação no Instagram.

De acordo com o portal UOL, Hernan sofria com problemas cardíacos. Em suas redes sociais, ele sempre se apresentava como um fã ativo da apresentadora e sempre fazia questão de visitá-la quando ela ia para Argentina.





Fonte: Tribuna do Ceará



Homem mata ex-esposa e sogra em Iguatu, por não aceitar o fim do relacionamento

Na madrugada desta quinta-feira, 20, uma mulher e sua mãe foram assassinadas na cidade de Iguatu, no Centro Sul do Ceará. Segundo a polícia, o suspeito do crime é o ex-companheiro e genro das vítimas, respectivamente.

Conforme a Polícia Militar, o suspeito não teria aceitado o fim do relacionamento com a mulher. Ele foi até a residência das vítimas, no Bairro Fomento, e houve confusão entre o casal.

Durante a briga, o suspeito atingiu a ex-companheira com diversas facadas. A mãe da vítima tentou ajudar a filha, mas também foi atingida pelo criminoso.

A polícia foi acionada pelo sogro do suspeito, que encontrou a filha, identificada como Patrícia Vieira da Silva, e a mulher, Maria Geneci Pereira, com os ferimentos no interior da casa. No entanto, as mulheres não resistiram e morreram no local.

A polícia realizou buscas na região, mas ainda não localizou o suspeito. Um inquérito policial foi instaurado para investigar o crime, que é tratado como feminicídio.





Fonte: Repórter Ceará



EM MOMBAÇA: Prisão devido a prática dos crimes de roubo com uso de arma de fogo e receptação.

POLICIA  CIVIL- DELEGACIA MUNICIPAL DE MOMBAÇA 

Local:  Mombaça-CE
Data: 19.09.2018
Hora: 18h  

Na tarde desta quarta-feira, a Polícia Civil de Mombaça  empreendeu diligências com o fito de apurar uma série de 
assaltos que ocorreram recentemente na zona rural deste município.
Por meio das investigações, rapidamente, os autores foram identificados, sendo estes: A. L. de C. e o menor F.K.S.L.
Com os indivíduos citados, foram apreendidos diversos pertences roubados, dentre estes uma moto Brós e um aparelho celular.
Por fim, foram realizados os procedimentos de praxe de Polícia Judiciária. 

Equipe:

-DPC Hélder 
-IPC Douglas
-IPC Klehilton
-IPC Delano
-EPC Jhonatann









MOMBAÇA: Defesa Civil sorteará credenciados na Operação Carro-Pipa para cadastro reserva

O abastecimento de água considerada potável, em áreas urbanas de municípios do Interior do Ceará, está voltando a se agravar. Para assegurar a continuidade do abastecimento dos moradores a Defesa Civil do Estado do Ceará (Cedec) realizará na próxima sexta-feira (21) o sorteio de 50 credenciados para formação de cadastro reserva. O objetivo é atender demandas emergenciais de caráter pontual. Atualmente aproximadamente mil carros-pipa estão cadastrados na Cedec.

Conforme divulgação da Defesa Civil o sorteio ocorrerá às 10h, na quadra de esportes do Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar, em Fortaleza. As senhas para participação no sorteio serão distribuídas por ordem de chegada, a partir das 8h. Não será permitida a entrada de qualquer participante do sorteio ou acompanhante trajando bermuda e camiseta tipo regata.

Boa Viagem conta com maior frota

Segundo o coordenador do programa emergencial de abastecimento humano no Estado, capitão Aluísio Ferreira, do Corpo de Bombeiros, atualmente quatro municípios contam com rotas urbanas de carros-pipa: Boa Viagem, Piquet Carneiro, Deputado Irapuan Pinheiro e Mombaça.

A cidade com situação mais crítica continua sendo Boa Viagem. Por esse motivo 21 carros-pipa atendem a população diariamente.O principal açude de abastecimento, o Vieirão, está seco. Uma adutora está sendo instalada até o açude mais próximo com bom volume hídrico, o Umari, em Madalena.

Piquet Carneiro e Mombaça contam com oito carros-pipa disponibilizados pela Cedec; Deputado Irapuan Pinheiro, seis.




Segundo homicídio é registrado em Banabuiú em menos de 24 horas

Menos de 24 horas após o assassinato do estudante Antônio César Roque Filho, 23 anos, a Polícia de Banabuiú registrou mais um crime de morte neste Município. Conforme informações dos órgãos de segurança, a segunda vítima foi o agricultor Alen Vitor Monteiro da Silva, 25 anos. O corpo dele foi encontrado no fim da manhã desta quarta-feira (19) em um matagal, próximo a uma estrada carroçavel, na localidade denominada Fazenda Pimenta. Ele foi alvejado por vários disparos de pistola.

A Polícia Militar informou que foi acionada para o local através de ligação telefônica. Na estrada se depararam com uma motocicleta com manchas de sangue. Havia um rastro adentrando o matagal.  A vítima foi encontrada a cerca de 300 metros, morta. Moradores da vizinhança acrescentaram terem ouvido entre 10 a 15 tiros antes da motocicleta, pertencente ao agricultor, ter siso abandonada. A característica é de execução.

A equipe da delegacia municipal da Polícia Civil está investigando os dois crimes. O primeiro, do estudante que estava trabalhando em um carro de propagandas para uma companhia de rodeio, pode estar relacionado a latrocínio, quando há roubo seguido de morte. Sobre o segundo crime, a princípio está sendo tratado como homicídio. Os motivos e outros detalhes não foram revelados, para não prejudicar as investigações.





Fonte: Diário do Nordeste

Estudantes cearenses desenvolvem foguete para ser lançado no RN

Uma parceria entre estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) e a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) pretende construir e lançar um foguete, que deve chegar a uma altura de 5 km.

O convênio foi assinado na manhã de terça-feira (18). O projeto vai integrar os alunos de graduação dos cursos de engenharia da UFC e os estudantes dos cursos técnicos em mecânica, automação, mecatrônica e soldagem do Senai Ceará.

Segundo o coordenador do Grupo de Desenvolvimento Aeroespacial (GDAe) da UFC, Claus Franz Wehmann, a intenção é que o foguete esteja pronto em janeiro de 2019 e seja lançado no Centro de Lançamento Barreira do Inferno (CLBI), base da Força Aérea em Parnamirim (RN). O projeto também será levado para o Festival de Minifoguetes em Curitiba, em 2019.

Hermes-1

O foguete de propulsão híbrida, ou seja, trabalha simultaneamente com combustível sólido e líquido, foi denominado Hermes-1 e faz parte da missão Dragão do Mar. Ele terá uma altura de 2 m a 3 m. A parceria entre as instituições envolvidas nasceu de conversas entre o professor Wehmann e o professor Marcos Paulo Nogueira, do Senai.

“A ideia surgiu a partir do nosso projeto de extensão da UFC. O GDAe existe desde 2016 e foi criado por estudantes que queriam estudar sobre foguetes. Na mesma época eu tinha entrado na universidade e tinha o trabalho de doutorado nessa área. De lá para cá estudamos desenvolvimento e tecnologias de foguetes na UFC”, conta Wehmann.

O GDAe conta com 19 alunos dos cursos das engenharias mecânica, elétrica, de telecomunicações, química, de produções e metalúrgica. Além disso, há o apoio de outros projetos da própria universidade.

Testes

“Nós já realizamos quatro lançamentos experimentais e temos outro planejado para o próximo dia 6 de outubro. São testes para estudar os sistemas periféricos do foguete, visando o projeto principal, que é o Hermes-1", relata o professor.

Wehmann chama atenção ainda para o financiamento do projeto, uma das dificuldades para continuar com o desenvolvimento dos foguetes. “Para poder manter as atividades precisamos fazer algumas campanhas para manter os custos com equipamentos”, relata. Para o Hermes-1, o grupo lançou campanha de arrecadação coletiva online, que busca angariar R$ 10 mil para o projeto.






Fonte: G1 CE