sexta-feira, 14 de abril de 2017

Ceará registra média de quatro crimes sexuais por dia em 2017

Os dados mais recentes sobre a violência sexual no Ceará apontam uma triste realidade: o estado registra, em média, quatro casos de crimes sexuais por dia. Os números são da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e englobam os crimes de atentado violento ao pudor, estupro, estupro de vulnerável e exploração sexual de menor.
Segundo relatório da SSPDS, o Ceará teve 376 vítimas de crimes sexuais no primeiro trimestre desse ano. Em média, são 125 casos por mês e quatro por dia.
Em janeiro, foram 133 casos contabilizados. Houve uma redução de 17% no mês de fevereiro, que registrou 110 vítimas. No entanto, este número voltou a crescer em março, quando o Ceará registrou 133 casos; um aumento de 20% em relação ao último mês.
As quartas-feiras foram os dias com mais registros de crimes sexuais no Ceará durante o mês de março. Cerca de 19,5% dos casos ocorreram nestes dias. O horário mais violento é entre as 6h e 11h50- 33,8% dos casos.

Prisões

Dentre as prisões por crimes sexuais está um líder religioso que foi preso no dia 8 de março suspeito de abusar sexualmente de jovens que se congregavam em uma comunidade católica no Bairro Meireles, em Fortaleza. Conforme a Polícia Civil, o religioso dopava as vítimas com medicamentos para dormir e em seguida praticava os atos sexuais.
Pelo menos cinco adolescentes e mulheres prestaram queixa contra suspeito no 2º Distrito Policial, na Aldeota. Uma das jovens tinha 12 anos na época em que foi abusada sexualmente.
Um dia depois, a Polícia Civil prendeu um outro homem suspeito de estuprar uma criança de seis anos no município de Limoeiro do Norte. Segundo a polícia, o crime ocorreu em dezembro do passado.

Pesquisa

Os dados da Secretaria de Segurança são obtidos pelo Sistema de Informações Policiais (SIP), através do registro de boletins de ocorrência, termos circunstanciados de ocorrência e inquéritos policiais. A Assessoria de Análise Estatística e Criminal (AAESC) reune os dados e divulga mensalmente as informações estatísticas.
Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário