Categorias

Fotos & Eventos (33) Futebol (12) Humor (6) Internacional (26) Mombaça (422) Nacional (144) Polícia (321) Política (55) Regional (373) Tecnologia (23)

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Tribunal de Justiça do Ceará leiloa mais de 3 mil itens usados, incluindo carros e motos

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) realiza no próximo dia 12 de maio um leilão com bens considerados inservíveis para a atividade pública, incluindo veículos oficiais em desuso. Ao todo, serão leiloados 3.852 itens, divididos em 31 lotes, incluindo 15 carros e 14 motos, além de móveis e equipamentos de informática. O leilão será realizado às 10h, na avenida Santos Dumont, 5753, no Bairro Papicu, em Fortaleza.
Podem participar qualquer pessoa física capaz, portando documento de identidade e CPF, e pessoa jurídica legalmente estabelecida. Também será possível dar lances por meio eletrônico. Para isso, é preciso se cadastrar no site, com antecedência de 48 horas. Os bens destinados a leilão podem ser vistos a partir do dia 8 de maio, no depósito do leiloeiro, localizado na Rua Bruno Valente, 1195, no Bairro Serrinha, em Fortaleza, durante o horário comercial.
Segundo o secretário de Administração e Infraestrutura do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), Moisés Costa, O Tribunal de Justiça espera arrecadar cerca de R$ 70 mil com o leilão. “É um esforço da Gestão para promover melhor administração dos bens patrimoniais, além de otimizar os espaços físicos das unidades tanto da Capital quanto do Interior. Estamos dando uma destinação adequada a esses bens, transformando o que era considerado inservível em recurso para o Tribunal”.
O processo de leilão teve início em 2015 e passou por diversas etapas como credenciamento de leiloeiros, identificação dos bens e lançamento do edital. De acordo com o superintendente da Área Administrativa, Luis Eduardo de Menezes, o Tribunal já tem em vista novo leilão, com mais lotes de veículos, móveis e produtos de informática. Mais informações podem ser obtidas na página do Tribunal de Justiça do Ceará.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário