Categorias

Fotos & Eventos (32) Futebol (12) Humor (6) Internacional (25) Mombaça (418) Nacional (142) Polícia (318) Política (53) Regional (368) Tecnologia (23)

terça-feira, 25 de julho de 2017

Procon Fortaleza investiga denúncia de preços abusivos em postos de combustível

O Procon Fortaleza iniciou nesta terça-feira (25) uma investigação contra aumento abusivo nos preços dos combustível em postos da capital. Conforme o órgão, diversos consumidores denunciaram que postos estavam cobrando valores acima do aumento nas alíquotas do Programa de Integração Social (Pis) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol.
O aumento nos impostos foi anunciado pelo Governo Federal na última sexta-feira (21). Para o Procon, o preço repassado ao consumidor não pode ser superior ao limite do reajuste, que foi de R$ 0,41 para gasolina, R$ 0,21 para diesel e R$ 0,19 para etanol.
Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, é necessária investigação para apurar se os estabelecimentos estão praticando preços acima do reajuste, o que caracteriza abusividade e vantagem manifestamente excessiva, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor (CDC).
"Queremos saber se os estabelecimentos estão aproveitando o momento para elevar preços sem justa causa, conforme denúncias que recebemos", explicou a diretora.
O Procon orienta que motoristas denunciem preços abusivos pelo aplicativo Procon Fortaleza ou pela central de atendimento ao consumidor 151.

Sindicato

O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos) informou que o setor está ciente do aumento na cobrança do PIS/Cofins sobre a gasolina, o diesel e o etanol. O sindicato acrescentou que "cabe ao posto revendedor estabelecer seus critérios de aumento, já que o mercado dos combustíveis é livre em toda a sua cadeia (refinaria, distribuidoras e postos) e se auto-regula, de acordo com a concorrência entre seus agentes".


Fonte: G1 Ce

Nenhum comentário:

Postar um comentário