Categorias

Fotos & Eventos (28) Futebol (8) Humor (6) Internacional (23) Mombaça (316) Nacional (113) Polícia (259) Política (44) Regional (294) Tecnologia (18)

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Ceará realiza Dia 'D" da Campanha de Multivacinação neste sábado

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) realiza ainda no sábado o dia “D” da Campanha de Multivacinação 2017, com a abertura de todas as unidades de saúde, no horário de 8 às 17 horas. O Ceará recebeu 1,1 milhão de doses de vacinas para colocar em dia a situação vacinal de crianças e adolescentes do estado. Desse total, 707,5 mil são doses extras destinadas para a campanha de Multivacinação 2017, que ocorre até o dia 22.
O público alvo da campanha são crianças e adolescentes até 14 anos. Ao todo, a Campanha oferta 14 vacinas para as crianças (BCG, Hepatite B, Rotavírus, Pentavalente, Pólio Inativada, Pneumocócica 10 Valente, Meningite C, Tríplice Viral, Hepatite A, Tetravalente, Pólio Oral, Tríplice Bacteriana – DTP e Febre Amarela) e cinco para os adolescentes (HPV, Meningite C, Tríplice Viral, Hepatite B e Dupla Bacteriana - Difteria e Tétano).
Para a coordenadora de imunização da SMS, Vanessa Soldatelli, a participação dos pais torna-se essencial neste período de campanha. “Reforçamos nesse período a atualização da caderneta de vacina de crianças e adolescentes. É muito importante que os pais levem seus filhos até a unidade de saúde para buscar a imunização, pois a vacina é a única forma de proteção contra diversas doenças”, destaca Vanessa.
“Todos os dias são dias de vacina, mas este sábado é uma excelente oportunidade para incluir, no programa da família, a ida aos postos de saúde e verificar a situação das carteiras de vacinação de crianças e adolescentes. Só com a conscientização da importância das vacinas é que a população brasileira estará protegida de uma série de doenças que são facilmente preveníeis apenas com a vacinação,” enfatiza o ministro da Saúde Ricardo Barros.
Neste ano, a campanha convoca mais de 47 milhões de crianças menores de cinco anos, crianças de nove anos e também adolescentes de 10 a 15 anos incompletos, para atualizarem o calendário vacinal. Mais da metade (53%) desse público já deveriam ter sido estar com o seu calendário de vacinação completo e o Ministério alerta sobre os riscos da baixa cobertura vacinal.


Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário