quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Operação das polícias do Ceará e Tocantins prende pai e filho suspeitos de matar homem no interior cearense

Uma ação da Polícia Civil do Ceará, por meio de uma investigação desenvolvida pela Delegacia Municipal de Aurora, com o apoio da Polícia Civil de Tocantins, resultou nas prisões de dois homens, pai e filho, suspeitos de cometerem um homicídio, em janeiro de 2012, na cidade de Aurora, Região Sul do Estado. A operação, denominada como “O Tempo não para”, ocorreu, simultaneamente, em Barro, no Ceará e na cidade de Araguatins, em Tocantins, nessa sexta-feira (29).

De acordo com o delegado Felipe Marinho, o pai com idade de 62 anos e o filho de 42 anos eram investigados por serem os suspeitos de matarem Antônio José de Macedo de 52 anos - conhecido por “Antônio Cazuza”, no ano de 2012. De acordo com as apurações, o crime foi cometido após a vítima e suspeitos discutirem em razão de divergências políticas. Quatro dias após o desentendimento, o filho executou “Antônio Cazuza” com disparos de arma de fogo.

Após a consumação do homicídio, o autor dos tiros fugiu da cidade cearense e se refugiou em Tocantins. Ele passou a residir no povoado Macaúba, onde foi capturado. Já o pai foi localizado em Sítio Jiqui, no município de Barro. Pai e filho homicidas, que foram presos por força de mandados de prisão temporária, estão à disposição da Justiça.





Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário