Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (50) Mombaça (790) Nacional (406) Polícia (647) Política (127) Regional (866) Tecnologia (34)

Breaking News

Comercial Valéria

terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Empresário no Ceará é preso com R$ 300 mil em cargas roubadas

Quatro homens foram presos suspeitos de pelo menos oito roubos de cargas que resultaram em aproximadamente R$ 1 milhão de prejuízo para transportadoras. As prisões aconteceram na semana passada. Entre os suspeitos, um empresário de Sobral apontado pela Polícia Civil como receptador. O resultado da operação foi divulgado nesta segunda-feira, 15. 

Na última segunda-feira, 8, por volta das 22 horas, o grupo armado rendeu um caminhoneiro que transportava 600 botijões de gás, no município de Umirim. A vítima permaneceu em cárcere por horas, enquanto os assaltantes descarregavam o material em outro caminhão, conforme informou o delegado Diego Barreto.

Na terça-feira, 9, foram identificadas três pessoas, que estavam reunidas na Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza. "O Erinaldo, Douglas e o Elano. Com eles conseguimos apreender os veículos usados na ação e a arma de fogo que foi utilizada", relata. Um quarto suspeito, Anderson Gomes, foi preso em São Gonçalo do Amante. 

Conforme o titular da DRFVC, ele é apontado como o responsável por receber a carga roubada e buscar comerciantes e empresários para praticar o crime de receptação, ou seja, comprar essas cargas. Já na quarta-feira, 10, foi identificado Francisco Evilásio Ferreira Melo, que é um empresário de Sobral. "Com ele conseguimos recuperar as cargas, os 600 botijões. Também foi recuperada uma carga de arroz que havia sido roubada em dezembro. Seis toneladas de arroz foram apreendidas", explica. 

O delegado afirma que Evilásio tinha conhecimento que o produto era de roubo e chegava a encomendar cargas. "Ele encomendava para o Anderson, que acionava a quadrilha sobre a carga que era necessária", disse. 

Movimentação financeira

Diego Barreto destaca que a quadrilha era envolvida em ações que geraram mais de R$ 1 milhão. Erinaldo, Elan e Douglas foram autuados por roubo e organização criminosa. Já Anderson e Evilásio por receptação qualificada e organização criminosa. A receptação se torna qualificada quando o indivíduo adquire a mercadoria para revender.


O crime de receptação se configura quando se adquire alguma mercadoria que tem origem ilícita, e os preços são abaixo do mercado. Evilásio adquiria por menos de metade do valor. Somente as mercadorias de gás e arroz somam um valor de R$ 300 mil.


A Polícia investiga envolvimento de empresários e comerciantes que adquiriam mercadorias roubadas. A operação teve o apoio da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).


Quadrilha

Elan Carlos Almeida Rodrigues, 24, Egmon Douglas Silveira Pontes, 25 e Antônio Erinaldo de Jesus do Carmo, de 34 anos, são apontados como os assaltantes que atuavam na linha de frente e rendiam, armados, os caminhoneiros. 

Anderson Barreto Gomes é suspeito de atuar como uma espécie de ponte para os receptadores. Ele era o responsável por receber a carga e fazer o contato com comerciantes e empresários para a venda ilegal. 


Francisco Evilásio Ferreira Melo, 44, é suspeito de ser o receptador. Ele é empresário em Sobral e também vendia o material para comerciantes.







Fonte: OPovo


Nenhum comentário:

Postar um comentário