Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (44) Mombaça (732) Nacional (352) Polícia (591) Política (106) Regional (788) Tecnologia (31)

Breaking News

Comercial Valéria

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Youtuber cearense tem complicações após cirurgia: "Quase morria", afirma!

A youtuber cearense Camilla Uckers, que tem mais de 1,5 milhão de seguidores no YouTube, relatou complicações após realizar uma série de cirurgias, inclusive implante de silicone no bumbum. A garota relatou com hematomas nas pernas e no bumbum e tem dificuldade de andar.

"O médico disse que ou tirava a prótese ou eu morria de infecção generalizada", contou em rede social, após receber atendimento médico no Rio de Janeiro, na semana passada. "Voltei para Fortaleza, tinha uma ambulância no aeroporto me esperando e fui direto pro hospital. Quase morri. Tirei a prótese, estou com problema de aceitação, não consigo me olhar no espelho", disse Camila Uckers.

A cirurgia foi realizada em dezembro de 2017. Em uma sequência de vídeos postada no YouTube e Instagram, ela afirmava que se recuperava bem de uma rinoplastia e do implante de silicone, mas sentia fortes dores no pé esquerdo e tinha dificuldade em andar.

Na semana passada, no entanto, ela sentiu fortes dores nas pernas e percebeu hematomas nos membros. "Não sei como, mas eu estou viva, está sendo muito difícil para mim ter que tomar muito remédio, estou sentido muitas dores."

Recuperação:

Camilla afirma que chega a tomar seis frascos de remédio diariamente. "Eu estou tentando me recuperar, me reerguer, é muito difícil passar por essa situação."
Ainda conforme a youtuber, os médicos chegaram a afirmar que ela poderia, em outra oportunidade, recolocar a prótese no bumbum, mas disse que não tentaria novamente. "Tive que tirar a prótese por bem, o médico disse que eu até poderia tentar outra vez colocar a prótese, mas eu não quero mais"

"Vou ter acompanhamento psicológico e tentar viver com isso da melhor forma possível", completou Camilla Uckers.




Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário