Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (46) Mombaça (763) Nacional (378) Polícia (624) Política (116) Regional (831) Tecnologia (31)

Breaking News

Comercial Valéria

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Empresário é preso em Fortaleza acusado de agredir a mãe, de 84 anos

O presidente do Sindipostos e sócio da rede de supermercados Super do Povo, Manuel Novais Neto, foi preso em flagrante suspeito de agredir a própria mãe, de 84 anos, e a irmã dele, uma médica de 58 anos. O episódio se passou em um apartamento localizado no bairro Meireles, em Fortaleza, na noite de sexta-feira, 16. O empresário foi autuado com base na Lei de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher.

"Eu estava conversando com meu pai, que está muito doente, e minha mãe foi para a cozinha, onde ocorreria esta conversa. Eu estava na varanda e escutei os gritos. Fui lá para ver e a minha mãe estava dizendo que meu irmão não deveria abordar certos assunto com meu pai, que ele estava doente e ele partiu para agredi-la. Deu um soco nela. Desse soco ela caiu no chão, deitada. Eu fui defender mamãe, tentar tirar e apartar. Ele partiu para cima de mim", relatou a irmã ao O POVO Online.

"Ele me puxou pelos cabelos, tentou me enforcar, me levou para sala e ficou me esmurrando. Eu tentava me levantar, ele me esbofeteava e eu caía de novo. Eram três pessoas tentando apartar e me socorrer. Ele foi para dentro do quarto e eu chamei a Polícia", prosseguiu a irmã.
Na sexta-feira, O POVO Online esteve na delegacia e presenciou a mãe de Manuel, bastante abalada, sendo amparada pelos filhos e sobrinhos. Ela apresentava um machucado no pé. As duas foram encaminhadas à sede da Perícia Forense, para a realização do exame de corpo de delito. 

Segundo o policial militar que atendeu a ocorrência, o caso chegou via Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). As vítimas e o suspeito foram encaminhados à Delegacia de Defesa da Mulher.
Manuel teria ido à delegacia no próprio carro, acompanhado de um policial que prestou apoio na ocorrência. Lá, o flagrante foi realizado pela delegada Rosane Queiroz Brasil. 


Versão do suspeito 

Segundo versão que o suspeito apresentou à Polícia, ele foi chamado pelo pai, que o indagou sobre a situação financeira da empresa. A discussão começou relacionada à conta pessoal do pai, da qual Manuel possuía a senha. No entanto, segundo contou o empresário, a senha foi alterada pela mãe e por um irmão. 

No depoimento à Polícia, o suspeito relatou que a mãe interferiu na conversa. Ela contou que foi acompanhada de outro filho para fazer a mudança da senha. No depoimento, Manuel diz que a mãe passou, então, a agredi-lo e que ele somente a segurou. Então, conforme a versão de Manuel, a irmã partiu para cima dele. Ele alega ter empurrado a irmã para se defender.





Nenhum comentário:

Postar um comentário