domingo, 18 de fevereiro de 2018

Foragido da Justiça morre em confronto com equipe do Cotar em Morada Nova

Um dos criminosos mais procurados pela Polícia no Sertão Central, Francisco Alexandre Rabelo Barreto, 25 anos, morreu na tarde desta quinta-feira (15) durante um confronto com uma equipe do Comando Tático Rural (Cotar), da Polícia Militar.

De acordo com informações da Polícia o episódio ocorreu na localidade de Barra do Sitiá, na zona rural de Morada Nova. Alexandre resolveu enfrentar a equipe do Cotar a tiros. Acabou sendo atingido por vários disparos de fuzil. Ele ainda chegou a ser socorrido ao Hospital Municipal, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda segundo informações da Polícia, além de ser procurado pela autoria do assassinato do empresário Raimundo Macélio Mesquita Nogueira, 42 anos, conhecido como “Maninho das pipas“, no fim do mês de outubro passado no Parque de Vaquejada Neto Maia, situado na periferia de Quixadá, Alexandre estava sendo investigado por outros homicídios, e assaltos. Ele também integrava uma facção criminosa que pretendia se expandir pela região.

Um irmão de Alexandre, identificado como Lucas Rabelo Barreto, vulgo “Luquinha“,23 anos, envolvido na morte de “Maninho das pipas”, foi baleado na briga. Apontado como autor do homicídio, ele foi deixado na porta do Hospital Municipal de Morada Nova, onde morreu antes de receber os primeiros socorros. Ele foi atingido por um tiro nas costas. Estava usando a identidade de outra pessoa e já havia sido preso por assalto, em Maracanaú.



Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário