Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (43) Mombaça (727) Nacional (337) Polícia (581) Política (101) Regional (774) Tecnologia (29)

Breaking News

Comercial Valéria

sexta-feira, 16 de março de 2018

Geólogos identificam minerais no Sertão Central do Ceará para exploração industrial

Os resultados de uma pesquisa realizada pela Companhia de Pesquisas de Recursos Minerais (CPRM) com Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC) divulgados recentemente apontam mais de 300 tipos de minérios em oito municípios cearenses. Na relação estão Banabuiú, Quixadá e Senador Pompeu, no Sertão Central e também Baturité e Itapiúna, no Maciço. Os outros municípios são Crateús, Ipueiras e Parambu.

Conforme os pesquisadores, o mapeamento geológico mostra onde há e quais são os recursos minerais disponíveis em determinada região. Os dados tem o objetivo de simplificar o caminho dos investidores. Dentre os minerais pesquisados foram encontrados o caulin, usado para a fábrica de papéis nobres, calcários, rochas ornamentais, ferro, ouro, materiais de construção civil que é a areia, brita.

As áreas mapeadas são propícias para a exploração de materiais não-metálicos, como mármore, encontrado em Baturité, além de areia, argila e rocha ornamental, setor em que o Ceará é um dos maiores produtores do Nordeste.  Em Quixadá, Itapiúna e Senador Pompeu foram encontradas jazidas de grafita, recurso usado para fabricação de material grafeno. Ainda em Itapiúna foram identificadas gemas, de água marinha, turmalina e ametistas.

Itapiúna se destaca também por outros minerais como de muscovita, berilo e columbita-tantalita. De acordo com os pesquisadores, esse último mineral possui Tântalo e Nióbio – Terras Raras. Já o manganês, além deste Município, foi encontrado em Baturité, Itapiúna, Quixadá e cobre em Parambu.

Os relatórios dos projetos de cartografia geológica foram apresentados no auditório de Departamento de Geologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), no Campus do Pici, em Fortaleza, na tarde da última quarta-feira, (14).



Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário