Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (50) Mombaça (788) Nacional (402) Polícia (644) Política (126) Regional (859) Tecnologia (34)

Breaking News

Comercial Valéria

segunda-feira, 9 de abril de 2018

Videomonitoramento auxilia na prisão de suspeitos de tráfico de drogas em Quixadá

O Centro de Operações Policiais Militares (Copom) do 9º Batalhão Policial Militar (BPM) com sede em Quixadá, registrou a primeira prisão com o auxílio de câmeras de videomonitoramento instaladas pelo governo do Estado nesta cidade do Sertão Central. A detenção do suspeito de integrar um grupo criminoso, e de uma adolescente de 15 anos, ocorreu na tarde deste domingo (8), por volta das 15 horas, no Centro, próximo à Praça José de Barros.

O Copom informou que o casal estava na motocicleta e encostou em um caminhão com mudanças para o Residencial Rachel de Queiroz, do Minha Casa Minha Vida, inaugurado recentemente. Nesse momento foi possível verificar a placa OID 8323, da motocicleta Honda Fan de cor preta. Havia sido roubada na tarde de 29 de março passado, na localidade de Carnaubinha, no município de Ibaretama, vizinho a Quixadá.

Logo equipes da Polícia Militar seguiram para o local e abordaram o suspeito. O condutor da motocicleta, Francisco Fabrício de Sousa Almeida, 27 anos, alegou que a havia comprado em Ibaretama. Entretanto, em continuidade às investigações os policiais acompanharam os namorados até o novo endereço, no Residencial Rachel de Queiroz. No interior do imóvel encontraram um revólver municiado, um rádio de comunicação tipo HT, ainda maconha, crack e cocaína, um triturador de maconha e uma balança de precisão.

A Polícia Militar acrescentou ter recebido informações de que o suspeito integra uma facção criminosa que pretendia se instalar no habitacional com aproximadamente 1.500 residências populares, entregue aos moradores havia uma semana. Ele já responde por crimes de violência doméstica, ameaça e de receptação. A namorada, estava com sete trouxinhas de maconha no calcinha.

Frequência da Polícia

Na delegacia regional da Polícia Civil, em Quixadá, Francisco Fabrício alegou ter recebido a motocicleta roubada em uma troca, por quatro televisores e quatro videogames. Sobre as drogas ilícitas encontradas com ele e com a namorada, ambos afirmaram que era para o consumo deles. Ele confessou apenar ser simpatizante de uma facção criminosa, mas que ainda não havia sido “batizado”.

Sobre o rádio HT sintonizado na frequência da Polícia o autuado confessou ter comprado de um motorista de carro-pipa, caminhões que transportam água para comunidades rurais. O equipamento foi comprado por R$ 350,00. Entretanto não explicou por qual motivo mantinha o aparelho em casa, embora a Polícia saiba que a intenção era dominar o tráfico de drogas no bairro recém criado ressaltou um investigador.





Fonte: Diário do Nordeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário