terça-feira, 5 de junho de 2018

Em primeira aparição pública após prisão, Lula diz estar cansado de mentiras

Na primeira aparição pública quase dois meses após ser preso, o ex-presidente Lula afirmou ter compromisso com a verdade e disse estar "cansado de mentiras". Ele está prestando depoimento por videoconferência como testemunha de defesa do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, no caso da suposta compra de votos para escolher o Rio de Janeiro como sede das Olímpiadas 2016. As informações são do portal Uol.

O petista foi ouvido pelo juiz da Lava Jato no Rio, Marcelo Bretas, além dos advogados dos investigados. Lula foi orientado a responder perguntas na condição de testemunha feitas pelos advogados e pelo prórprio Bretas.

O juiz alertou o ex-presidente que o momento não era de discursos políticos e teve de interromper Lula algumas vezes. Após a interrupção, o petista rebateu: "Mas isso aqui não é um depoimento de sim ou não".

Sobre a suposta compra de votos, Lula afirmou não saber nada sobre a suposta negociação que acabou escolhendo o Rio. Ele defendeu a campanha e disse lamentar este julgamento.

Ao fim da videoconferência, Marcelo Bretas elogiou o comportamento do ex-presidente durante a audiência. Bretas citou uma experiência pessoal comentando que uma vez foi a um comício do agora alvo da Lava Jato usando camisa e boné dele. Lula então disse: "quando eu fizer um comício agora vou chamar o senhor".




Fonte: O Povo Online

0 comentários:

Postar um comentário