Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (50) Mombaça (790) Nacional (406) Polícia (647) Política (127) Regional (866) Tecnologia (34)

Breaking News

Comercial Valéria

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Homem é condenado por contaminar propositalmente mulheres com vírus HIV

Um homem foi condenado a sete anos de prisão por contaminar mulheres com o vírus do HIV propositalmente no Rio de Janeiro. O empresário Renato Peixoto Leal Filho é soropositivo e foi acusado por duas vítimas de insistir manter relações sexuais sem preservativo sem avisar ter a patologia. A investigação do caso seguia desde 2015 e o acusado estava preso desde julho do ano passado, quando a Justiça do Rio de Janeiro havia determinado prisão preventiva. 

A sentença assinada juíza Lúcia Regina Esteves de Magalhães, da 19ª Vara Criminal, diz que “não restam dúvidas” que a transmissão do vírus era proposital devido ao modo com que Renato se relacionava com as vítimas. “Consistia em conhecer as vítimas através de sites de relacionamentos, seduzir as mesmas por meio de falsa promessa de um relacionamento estável e as atrair ao seu apartamento, onde as surpreendia, abordando-as rispidamente, com elas mantendo relações sexuais de forma extremamente violenta, que incluía a prática de sexo anal, prática que facilita em muito o contágio do vírus, não as informando ser soropositivo”, afirma o documento.

A investigação utilizou como prova vídeos em que o empresário praticava sexo sem camisinha e depoimento de várias vítimas, que afirmaram não ser informadas de que ele tinha a doença sexualmente transmissível. O empresário negou manter relações sexuais sem informar ser ele soropositivo em entrevista ao jornal Extra, quando o caso foi divulgado, em 2015. “Eu nunca fiz isso (transar sem comunicar ser portador do HIV). E ninguém veio pra mim, falar comigo, que foi contaminada”, disse. 




Fonte: O Povo Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário