quarta-feira, 20 de junho de 2018

Polícia Civil apreende mais de 41 kg de mineíta e prende dois homens suspeitos

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio de diligências de equipes do 33º Distrito Policial (Goiabeiras), prendeu dois homens suspeitos de distribuir e armazenar 41,4 quilos de mineíta, além de ampolas de lidocaína, substâncias químicas utilizadas para mistura de cocaína. O material foi apreendido com dois suspeitos, que já tinham passagem pela Polícia. A ação policial se desenvolveu na última segunda-feira (18).

Em incursão para averiguar uma denúncia anônima sobre o tráfico de drogas no bairro Vila Velha, os policiais civis lotados no 33º DP se dirigiram até uma residência na Rua Beira Rio. Ao observarem a chegada de um suspeito em um Fiat Palio, em frente ao endereço, os agentes abordaram o homem, que se identificou como sendo Wesley Lima da Silva (25), com passagem por lesão corporal e violência doméstica. Após revista no veículo, foram encontrados alguns pacotes de mineíta e um liquidificador industrial. Dentro do imóvel, mais pacotes com mineíta foram localizados, assim como frascos de lidocaína. A residência alvo das denúncias estava vazia e sem móveis nos cômodos.

Dando continuidade à ação, o segundo suspeito, identificado por Paulo Henrique Lima de Sousa (33), com uma passagem por crime contra a fé pública, foi localizado e preso, em uma residência próxima. Conforme a Polícia Civil, ele também participa do esquema criminoso de distribuição de drogas na região.

Conforme investigações, Wesley é apontado como responsável por fazer a entrega e distribuição do material ilícito em Fortaleza que, por sua vez, repassava o dinheiro arrecadado para Paulo Henrique. Inclusive, dentro do imóvel da Rua Beira Rio, os policiais civis encontraram um caderno com registros de negociações do tráfico de drogas. Além do veículo guiado por Wesley e das substâncias, uma quantia em dinheiro que estava na posse dos suspeitos foi apreendida.

Os suspeitos foram conduzidos para a sede do 33º DP e autuados por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A Polícia Civil mantém as investigações no intuito de identificar a origem da droga e outros envolvidos que davam suporte à prática delituosa. As substâncias químicas apreendidas na ação foram encaminhadas para análise na Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).





Fonte: SSPDS


0 comentários:

Postar um comentário