Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (50) Mombaça (790) Nacional (406) Polícia (647) Política (127) Regional (866) Tecnologia (34)

Breaking News

Comercial Valéria

segunda-feira, 23 de julho de 2018

Eclipse do século será visto no Ceará

Os moradores de Fortaleza poderão apreciar o mais longo eclipse lunar do século na próxima sexta-feira (27). O litoral nordestino será uma das melhores regiões do país para visualizar a ocultação da Lua, a partir das 17h36.

De acordo om o astrônomo Dennis Weaver o fenômeno, que em outros países deve durar 103 minutos, em Fortaleza não terá todo esse tempo de visibilidade já que a luz vai 'nascer' após o início do eclipse. Para admirar o fenômeno, o ideal é ir para lugares com horizonte leste, onde seja possível observar o encontro com o mar ou com a serra.

"Por volta das 18h13, se você estiver em um local como a beira-mar, em Fortaleza, vai ser possível observar o eclipse com maior intensidade. É interessante também buscar locais onde não existam obstáculos entre o seu ponto de visão e o horizonte. Locais mais escuros também proporcionam uma visão mais intensa", explica.

Diferentemente do eclipse solar, explica Weaver, não é necessário colocar nenhuma proteção ocular para observar o fenômeno, ele pode ser observado a olho nu. O uso de equipamentos sofisticados também não é aconselhável. "Basta um telescópio simples, uma luneta ou um binóculo", explica.

Dennnis Weaver lembra uma antiga crença nordestina em que se afirmava que mulhers grávidas não poderiam observar um eclipse. "Não tem problemas: o bebê não vai nascer com um parte escura se uma mulher grávida olhar para o céu no momento em que o eclipse estivar ocorrendo", brinca.

Grande parte do Hemisfério Oriental da Terra verá uma parte ou a totalidade do eclipse. Em sua totalidade, o eclipse será observado na Africa, Oriente Médio e em países da Ása Central. Na América do Sul o fenômeno será visível quando estivar terminando e, na Austrália, quando estiver começando.

Continente Africano
O evento ocorrerá em sua plenitude apenas no continente africano, onde ele vai durar cerca de quatro horas, mas também pode ser visto em boa parte do Brasil. Quanto mais cedo e quanto mais próximo do litoral, melhor será para apreciá-lo.

O eclipse lunar ocorre quando a Terra, Sol e o satélite estão alinhados, mas com o planeta "no meio" criando uma sombra. Um ponto positivo do eclipse da Lua é que, ao contrário da versão solar, não é necessário um óculos especial para admirar. Vale conseguir um binóculo ou uma luneta.

Outro detalhe: a Lua será de sangue também – quando adquire um tom avermelhado – mas veremos muito pouco, já que fica mais visível na fase total.






Fonte: G1 CE



Nenhum comentário:

Postar um comentário