Categorias

Fotos & Eventos (41) Futebol (22) Humor (6) Internacional (50) Mombaça (790) Nacional (406) Polícia (647) Política (127) Regional (866) Tecnologia (34)

Breaking News

Comercial Valéria

quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Irritado com apreensão, homem usa pedra para quebrar a própria moto

Um homem quebrou sua motocicleta após ser multado e ter o veículo apreendido pela Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), no Centro de Fortaleza. Irritado por saber que a moto seria recolhida, o dedetizador Edivaldo Revilane usou uma pedra e destruiu o veículo na frente dos agentes de trânsito. Ele disse ao G1 que acabou de gastar R$ 500 para regularizar a moto, e não teria dinheiro para resgatá-la do depósito.

Em nota, a AMC informou que mototaxistas denunciaram que havia motocicletas estacionadas irregularmente na vaga destinada a eles e os agentes, então, tomaram as providências necessárias. "Ao consultar no sistema a referida motocicleta, eles constaram que esta não poderia estar circulando. Provavelmente o condutor arrematou em um leilão como sucata, não estando apta à circulação", diz o órgão.

O caso ocorreu por volta das 16h, na Praça do Ferreira, no Centro, no sábado (4). Edivaldo foi autuado pela AMC por ter estacionado a moto em lugar proibido enquanto realizava um trabalho de dedetização em um estabelecimento comercial.

A cena foi filmada por pessoas que estavam no local e viralizou nas redes sociais. O vídeo teve 50 mil compartilhamentos em menos de 24 horas em uma página na internet.

Edivaldo Revilane afirmou que quebrou a motocicleta em um momento de raiva, após saber que o veículo seria rebocado. Ele comentou que não podia ficar sem a moto porque precisava do veículo para trabalhar e não teria condições de pagar as taxas do reboque.

"Naquele horário não tinha mais estacionamentos abertos, então minha única opção foi colocar a moto na frente da loja onde eu trabalhava. Era coisa rápida, cerca de 20 minutos, mas aí a AMC chegou. Eu fui falar com eles (agentes da AMC) para que eles aplicassem a multa, mas não levassem a moto, pois não teria dinheiro para resgatar".

Prejuízo
Após a negativa dos agentes sobre a apreensão, Edivaldo se irritou e resolveu destruir o veículo. "Eu já tinha gastado R$ 500 para ajeitar a moto pra trabalhar. Aí, eu já sabia que não ia ter mais dinheiro pra retirar porque as taxas são muito altas. Por isso, eu resolvi quebrar".

Segundo o dedetizador, os agentes orientaram que ele não danificasse o veículo. No entanto, Edivaldo disse que tudo aconteceu em um momento de muita raiva.

"Foi um momento de raiva, sem nem pensar, mas eu não me arrependo. A moto seria perdida mesmo, não ia conseguir pagar as taxas. Ia ficar com o prejuízo, mas pelo menos não ia dar lucro pra ninguém", desabafou o dedetizador.

Sem emprego
Edivaldo disse que está sem emprego após o caso, já que ele usava a moto para trabalhar. A motocicleta foi recolhida ao órgão de trânsito e só pode ser retirada após o pagamento das taxas.




Fonte: G1 CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário