terça-feira, 28 de agosto de 2018

Uma semana após a morte do pai jovem assassina suposto autor em Senador Pompeu

Leonardo Lucas Sá, 23 anos, vulgo “Pipoca“, foi preso em flagrante na noite deste segunda-feira (27) após a morte de Francisco Alisson Soares Vitor, da mesma idade, conhecido por “Borrego“. O crime ocorreu na cidade de Senador Pompeu, no Centro do Estado. De acordo com informações da Polícia Civil “Borrego” foi assassinado a tiros no bairro Pavãozinho, na periferia da cidade.

Quando a equipe da Polícia Militar chegou ao local já encontrou o corpo de “Borrego” no chão. Os policiais notaram um rastro de sangue e ao segui-lo, até uma residência, encontraram “Pipoca” escondido. Ele estava ferido. Foi atingido por um disparo de arma de fogo na perna direita. No imóvel foram encontradas munições e o revólver utilizado por ele no confronto.

O suspeito foi conduzido até a delegacia regional da Polícia Civil em Quixadá, onde foi autuado em flagrante delito por homicídio. Aos policiais ele alegou que apesar de ter jurado vingar a morte do pai, Francisco Gomes Sá, assassinado uma semana antes, naquela cidade, justificou ter apenas desabafado no velório. Disse ter alvejado “Borrego” porque ele tentou matá-lo quando estava próximo à sua casa.

“Pipoca” atribuiu a morte do pai a Francisco Alisson, apesar de na ocasião do crime os executores terem simulado um assalto. Um deles utilizava um capuz. O pai respondia por crime de homicídio. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Senador Pompeu. As suspeitas são de rixa entre facções criminosas.





Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário