sábado, 17 de novembro de 2018

Mulher é espancada e encontrada morta numa carroça em Fortaleza

Uma mulher de 34 anos foi encontrada morta sobre uma carroça na Av. Francisco Sá, na Barra do Ceará, em Fortaleza. O caso ocorreu na manhã deste sábado (17), próximo à comunidade do Gueto. A polícia foi acionada e encontrou o corpo no transporte, puxado por um jumento.

Ela foi encontrada com marcas de violência. Entretanto, comunidade e polícia deram versões conflitantes sobre o caso. Enquanto testemunhas relataram que a mulher foi torturada por PMs, a polícia diz que a vítima foi espancada na comunidade

Sandra Soares Bezerra era moradora do Gueto. Ela não tinha familiares em Fortaleza, segundo informaram os vizinhos. Segundo eles, a mulher foi encontrada agonizando em um galpão abandonado. As testemunhas disseram ter ouvido a vítima ser torturada, o que seria uma “prática comum” da polícia na região. “No entanto, dessa vez, a vítima não resistiu”, disse uma moradora.

Já o Comando de Policiamento da Capital (CPC) informou que a mulher foi vítima de espancamento na comunidade. Nas duas versões, o corpo da vítima foi transportado em um carrinho de reciclagem para fora da área. A polícia afirmou que Sandra Bezerra sofreu espancamento de criminosos dentro do Gueto, e que os homens teriam obrigado um carroceiro a transportar o cadáver para fora da comunidade.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança do Ceará disse, apenas, que a vítima foi encontrada em cima de uma carroça com uma lesão aparente no braço esquerdo. O caso vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

A reportagem foi até o local e encontrou a polícia, mas os agentes que atenderam a ocorrência não quiseram falar com a imprensa.



Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário