quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Secretaria de Segurança manda apurar morte de idosa atacada por onça na zona rural de Tauá

A pedido da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, a Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá está apurando o caso de uma idosa que foi atacada por um animal na localidade de Sítio Zabelê, no Distrito de Inhamuns, zona rural de Tauá.
O caso aconteceu há 20 dias quando a idosa Antônia Tomelina dos Anjos, 89 anos, foi atacada por um animal no quintal de sua casa. Após ouvir um barulho estranho vindo da pocilga e do galinheiro, ela foi averiguar o que estava acontecendo e se deparou com um animal, provavelmente uma onça. Segundo informações de familiares, dona Tomelina teria tentado afugentar o animal com uma vassoura e acabou sendo atacada e sofreu ferimentos no rosto, pescoço e no tórax.

A vítima foi socorrida para o Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, onde recebeu atendimento e fez sutura devido as lesões que sofreu e ficou internada. Após receber alta ela voltou para a residência de familiares, mas no último domingo, 25, retornar ao Hospital com um quadro de pressão alta e insuficiência respiratória, vindo a óbito na madrugada desta terça-feira, 27. O corpo da idosa foi sepultado na tarde de hoje(28) no Cemitério Público de Tauá São Judas Tadeu.
Ao tomar conhecimento do caso, a SSPDS pediu informações sobre o fato que está sendo apurado pela Delegacia Regional de Polícia Civil de Tauá.

Em Catarina, também há relatos de aparecimento de onças
Na zona rural de Catarina, a Polícia Militar foi comunicada da existência de uma onça com dois filhotes no Sítio Cangati, próximo a fronteira com os municípios de Saboeiro e Arneiroz, no início desse mês.
O comandante do destacamento, Sargento Vidal, disse ter recebido telefonemas de moradores da comunidade e vizinhanças, sobre o avistamento dos felinos. Ele disse ao Blog do Wilrismar que a Polícia Militar irá ao local para apurar o caso com maiores detalhes para acionar outros órgãos e capturar os animais. 
Caçadores estariam se arregimentando para matar as onças.






0 comentários:

Postar um comentário