sábado, 29 de dezembro de 2018

Estelionatário no Ceará se passavam por delegado, médico e piloto de avião

Um técnico de informática de 24 anos foi preso nesta quinta-feira (27) suspeito de aplicar golpes e extorquir dinheiro de vítimas em Fortaleza. Conforme a polícia, o homem se passava por delegado, médico, atendente do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e até piloto de avião para aplicar os golpes.

Segundo o delegado Bruno Figueiredo, titular do 6º Distrito Policial, o homem fazia seus supostos pretendentes lhe entregarem dinheiro através de artimanhas para enganá-los.

"Ele fazia uso de aplicativo para encontro de pessoas pessoas que queriam algum tipo de relação homoafetivas. Ele atraía as vítimas e a partir do contato já começava a aplicar golpes. Ele passou a ter relação sexual com diversas pessoas", disse o delegado.

O suposto golpista dizia que precisava de dinheiro para financiar carro ou que estava com alguma dificuldade financeira.

Ainda segundo o delegado, a primeira vítima registrou um boletim de ocorrência na quinta-feira e, a partir da investigação, a polícia montou uma operação para capturá-lo. O técnico de informática foi preso quando estava saindo de uma agência bancária e não esboçou nenhuma reação de fuga.

Outras vítimas
A polícia já tem conhecimento de pelo menos outras 10 pessoas que caíram no golpe, mas com a divulgação do caso acredita que outras vítimas vão procurar os investigadores.

O suspeito já respondia por dois crimes de estelionato. Na casa dele foram encontrados um jaleco, cartões de crédito e débito, talões de cheque e uma farda do Samu.

A Polícia Civil ainda vai apurar como o golpista adquiriu o material para fingir ter outras profissões. O técnico de informática vai responder novamente por mais um estelionato e por falsificação de documentos.



Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário