segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Nova tecnologia utilizada pela Polícia Civil do Ceará começa a recuperar celulares roubados

A aflição de quem tem o telefone celular furtado ou roubado está chegando ao fim, pelo menos nas cidades cearenses. Uma nova tecnologia utilizada pela Polícia Civil está recuperando os aparelhos e devolvendo aos seus legítimos proprietários.

De acordo com o delegado Marcus Vinicius Damasceno, titular da delegacia regional de Quixadá, 20 telefones já foram apreendidos nos últimos dias e outros nove foram localizados. A meta é investigar todos os Boletins de Ocorrência de roubos e de furtos na cidade.

O delegado não revela como funciona o novo modelo de investigação, todavia, informou que várias delegacias do Interior e da capital estão começando a utilizar o mesmo sistema. A delegacia regional de Tianguá, na Serra da Ibiapaba, também conhecida como Serra Grande, foi a pioneira, acrescentou Marcus Vinicius.

Em Quixadá, os trabalhos estão sendo realizados pela equipe da Divisão de Combate a Crimes Patrimoniais. Os policiais estão localizando os aparelhos, a maioria na mão de terceiros, receptadores. Essas pessoas estão sendo conduzidas à delegacia e autuadas por crime de receptação. A pena é de até quatro anos de reclusão, alerta o delegado.

Para ter o seu telefone recuperado pelos investigadores da Polícia Civil a vítima precisa registrar o Boletim de Ocorrência na delegacia da sua região. No momento do registro, além de um documento pessoal, como a identidade, é importante apresentar a Nota Fiscal.



Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário