sexta-feira, 14 de dezembro de 2018

Polícia apreende arsenal 'de guerra' com grupo especializado em ataques a bancos no Ceará

A polícia prendeu três pessoas que pertenciam a uma quadrilha especializada em ataques a bancos e a carros-fortes no Ceará. Com o grupo, foram apreendidas várias armas de uso restrito e munições. Entre elas, uma pistola nove milímetros adaptada para submetralhadora que, de acordo com a polícia, novidade em território cearense.

Segundo o titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), Ricardo Romagnoli, o grupo foi descoberto no último dia 7 de dezembro, no Bairro Castelão, em Fortaleza.

Ainda de acordo com Romagnoli o trio preso pertence a uma facção criminosa e um dos presos já responde por cinco crimes. As detenções foram divulgadas nesta sexta-feira (14).

“A prisão aconteceu após um trabalho investigativo da polícia especializada no último dia 7 de dezembro próximo ao Estádio Castelão. Um dos pertencentes da quadrilha foi detido e em seguida ele levou a equipe para uma residência onde se encontrava parte do grupo”, disse. “Os três tiveram participação em diversos crimes, incluindo ataques a bancos e carros-fortes. Um dos suspeitos, por exemplo, já responde por cinco crimes e o trio pertence a facção criminosa”, completou.

Ataques a bancos
Romagnoli disse também que, ao chegar à residência da quadrilha, agentes de segurança encontraram um “verdadeiro arsenal de guerra” dentro da casa. Foram encontrados dois fuzis, metralhadoras, uma pistola nove milímetros e munição. Todo material, segundo a polícia, utilizado para atacar instituições financeiras e carros-fortes dentro do território cearense.

"Um verdadeiro armamento de guerra. A polícia investiga como eles conseguem esse armamento. Fuzis, metralhadoras, submetralhadoras. Mas a polícia está trabalhando. Nós conseguimos realizar a prisão nesses últimos dias após algumas investigações. Só neste ano, já foi apreendido pela polícia, 18 fuzis com bandidos".

Todo material apreendido está na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF).




Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário