ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Comercial Valéria

Comercial Valéria - Valéria Modas - Drogaria Valéria

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

quinta-feira, 18 de julho de 2019

95% dos portadores de hepatite C desconhecem a doença

Setecentas mil pessoas são portadoras de hepatites virais no Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde. Silenciosa, a hepatite C é o tipo que mais acomete os brasileiros: são 11,9 casos para cada 100 mil habitantes. O número expressivo levou, em janeiro de 2019, a ser sancionada lei que deu origem ao Julho Amarelo, mês focado em ações de conscientização das hepatites virais. Desde 2010, a OMS instituiu o dia 28 de julho como Dia Mundial de Luta contra as Hepatites Virais.

Por não apresentar nenhum sintoma clínico, a hepatite C geralmente é diagnosticada tardiamente, limitando a possibilidade de cura e tornando o tratamento mais complexo. "Os sinais são dados pelo organismo no estágio avançado, quando a enfermidade já evoluiu para cirrose e/ou câncer. Por isso é tão importante conscientizar a população sobre essa doença, que é descoberta por meio de um exame de sangue" explica a Dra. Kátia R M Leite, diretora científica da Genoa/LPCM, marca do Laboratório de Patologia Cirúrgica e Molecular de São Paulo e Presidente eleita da Sociedade Brasileira de Patologia.

O diagnóstico precoce de hepatites ainda é raro no Brasil. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que a cada 20 pessoas com a doença, apenas uma tenha conhecimento. "A Genoa é parceira dos médicos quando analisa as biópsias de fígado que identificam alterações decorrentes da infecção pelo vírus da Hepatite C, avaliando a intensidade da inflamação e o estágio da doença. Com o resultado em mãos, o especialista pode rapidamente prescrever o melhor tratamento", indica a especialista.

Ao ter contato com qualquer situação de risco, é necessária a realização do exame. A Hepatite C pode ser transmitida pelo uso de agulhas compartilhadas e realização de procedimentos como tatuagens, piercings, manicure, além de sexo sem proteção. Qualquer tipo de troca sanguínea, mesmo que mínima, é suficiente para adquirir a doença, que ainda não tem vacina.

Hoje, no Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) recebe e trata integralmente os portadores de hepatites virais com medicações que evoluem gradativamente. "O tratamento já pode ser realizado por via oral e as chances de cura são superiores a 95%" explica a Dra. Kátia Leite, que ainda confirma a presença desta terapia no Brasil desde 2017, quando foi aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). O método já é utilizado em mais de 70 países. As hepatites A e B podem ser prevenidas com vacinação altamente eficaz. Já o tipo C não tem ainda essa facilidade, porém, o tratamento é bastante eficiente.

Saneamento básico é fundamental
Segundo o Sistema Nacional de Informações Sobre Saneamento (SNIS), mais de 100 milhões de pessoas no Brasil não possuem sistema básico de saneamento. A questão social expõe automaticamente estes brasileiros à hepatite A, que é transmitida de forma oral-fecal. As crianças formam o maior público deste grupo de risco e, por isso, devem ser vacinadas no SUS. "A vacina é a forma mais eficiente de prevenir a hepatite A em crianças e adultos", diz a Dra. Katia Leite.

A universalização do sistema de saneamento básico também resolveria este e muitos outros problemas de saúde pública relevantes do País. O Plano Nacional de Saneamento Básico tem como meta levar água e esgoto para todos os brasileiros até 2033. Porém, este prazo pode se estender até 2054 por conta do alto valor de investimento.

Se não combatida ou tratada, a hepatite A pode causar complicações como insuficiência hepática aguda. Na maioria dos casos, a infecção pelo vírus da Hepatite A passa desapercebida, sem nenhuma manifestação clínica, mas eventualmente pode levar a hepatite fulminante com necessidade de transplante. A disponibilidade da vacina e a universalização do saneamento básico eliminariam essa enfermidade do nosso meio.



Fonte: Lifestyle

Prefeitura de Banabuiú divulga Edital de concurso público para 129 vagas; salários até R$ 13.150

A prefeitura de Banabuiú divulgou oficialmente a realização do concurso público municipal anunciado no fim de maio. De acordo com o Edital, o concurso vai oferecer 129 vagas para profissionais de nível fundamental, médio, técnico e superior. Os salários variam de R$ 998,00 a R$ 13.150,00.

Ainda de acordo com a prefeitura as inscrições começam nesta quinta-feira (18) e seguem até 12 de agosto. Poderão ser feitas através do site da Consulpam, vencedora da licitação para realização do concurso.

A taxa de inscrição varia entre R$ 60,00 e R$ 150,00. O pagamento deverá ser feito por boleto bancário. O pedido para isenção deverá ser feito nesta quinta (18) e sexta-feira (19).

As provas objetivas acontecem nos dias 20 e 27 de outubro deste ano, com horário e local ainda a serem divulgados. Os gabaritos deverão ser lançados no dia seguinte à realização de cada prova. A lista oficial com a relação dos aprovados deve ser divulgada no dia 25 de novembro deste ano. O resultado final deve acontecer no dia 8 de janeiro de 2020.

No Edital o candidato poderá ter acesso ao conteúdo específico para as provas de cada um dos cargos a qual concorrem além do detalhamento de todo o processo do certame. O link para a inscrição poderá ser consultado também no site www.banabuiu.ce.gov.br e nas redes sociais da prefeitura.

Segundo o prefeito Edinho Nobre, o Município não realizava concurso público havia 14 anos. Ele afirma que o processo de seleção está sendo realizado dentro da legalidade, para que o candidato possa estar seguro da responsabilidade da administração municipal.


Fonte: Diário do Nordeste

MOMBAÇA: BP Raio realiza prisão e apreende arma de fogo com indivíduo suspeito

No dia 17/07/19, por volta das 22:00hs, a equipe Raio de Mombaça estava em conduta de patrulhamento no centro de Pedra Branca-CE quando avistou um indivíduo conduzindo uma motocicleta de placa DVE 1193 em alta velocidade e atitude suspeita, daí então começou uma perseguição e na altura da rua Maria Alves de Mesquita, bairro Santa Maria da referida cidade. O indivíduo por nome de Antônio Everton Vieira da Silva que apresentava sinal de embriaguez foi abordado e durante a busca pessoal foi constatado que o mesmo estava portando um revólver cal.38, taurus de numeração FL 86329 com capacidade para 05 munições contendo 04 intactas. Diante dos fatos foi dado voz de prisão e encaminhado à Delegacia Regional de Tauá para que fosse tomadas as medidas legais cabíveis.




MP pede prisão preventiva de prefeito afastado de Uruburetama

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) pediu à Justiça, nesta quarta-feira (17), a prisão preventiva do médico José Hilson de Paiva, prefeito afastado de Uruburetama investigado por crimes contra a dignidade sexual. Para o MP, Paiva apresenta riscos para a investigação do caso.

O G1 teve acesso a 63 vídeos em que José Hilson comete o crime contra pacientes dentro do consultório. As gravações foram feitas pelo próprio investigado, que aparece com a boca nos seios de mulheres sob o pretexto de estar tirando secreção. Ele também é visto penetrando as pacientes, sob a alegação de que precisava "desvirar" o útero delas.

A Promotoria de Justiça de Uruburetama argumenta no pedido de prisão, divulgado nesta quinta-feira (18), que o médico pode comprometer as investigações por sua "influência no município e no meio político". Para a Promotoria, Paiva pode "coagir, constranger, ameaçar, corromper, enfim, praticar atos tendentes a comprometer a investigação do Ministério Público e da Polícia Civil".

Em nota, o advogado do prefeito afastado, Leandro Vasques, afirma que o pedido de prisão é "desnecessário" porque Hilson está em um local conhecido pelas autoridades e que "os pré-requisitos da prisão preventiva não se verificam no caso". Segundo a defesa, os fatos são antigos e foram praticados antes de o prefeito estar à frente do Executivo de Uruburetama.

Após ser afastado da prefeitura, o médico saiu da cidade do interior cearense e foi para Fortaleza, onde se encontra com familiares. No entanto, ele não foi localizado nesta quinta-feira pelo G1. Além do afastamento, Paiva está impedido de exercer a profissão de médico por seis meses, por decisão do Conselho Regional de Medicina do Estado do Ceará (Cremec).

Para a Associação Médica Brasileira, as imagens filmadas por Paiva mostram "claramente" um caso de estupro de pacientes. Hilton de Paiva afirma que as denúncias são uma jogada da oposição, que quer "derrubá-lo".

Ginecologista grava vídeos de pacientes nuas e enquanto praticava abusos sexuais

Inquérito da polícia arquivado
O MPCE informou que, depois da divulgação dos primeiros vídeos, em março de 2018, e após ouvir quatro mulheres que se identificaram como vítimas do então prefeito, a Promotoria de Justiça de Uruburetama instaurou uma investigação.

Em seguida, o órgão solicitou informações à Polícia Civil, que resolveu abrir o inquérito policial, concluído em dezembro de 2018. A polícia, no entanto, sugeriu o arquivamento do caso. O MPCE requisitou novas provas à polícia.

Na área cível, a Promotoria ajuizou uma Ação Civil Pública (ACP) por improbidade administrativa em desfavor do então prefeito, no final de 2018. Outro procedimento do MPCE em relação ao caso foi instaurado em junho de 2019.

O órgão responsável é o Núcleo de Investigação Criminal (Nuinc) e, até a última atualização desta reportagem, seis vítimas e uma testemunha foram ouvidas.

Novas vítimas
Em 15 de julho deste ano, foi instaurado outro inquérito policial em Uruburetama, quando novas vítimas começaram a ser ouvidas. Pelo menos 18 vítimas já identificadas nas imagens exibidas pela imprensa serão convidadas para prestar depoimentos.

Em paralelo, a Promotoria de Justiça de Cruz também vem atuando no caso. Nesta semana, o órgão recebeu os depoimentos das primeiras quatro vítimas que se apresentaram à delegacia após a divulgação dos vídeos na imprensa. Antes disso, nenhuma mulher havia denunciado o médico.

Denúncias desde 1986
As denúncias de abuso contra o prefeito ocorrem desde 1986. Nas denúncias mais recentes, em 2018, o médico foi absolvido e denunciou as mulheres por calúnia e difamação. Três delas pediram desculpas para evitar serem processadas, mas uma quarta negou.



Fonte: G1 CE

MOMBAÇA: O melhor consultório odontológico está aqui!

"O dentista possue uma importância muito grande para a nossa sociedade. Afinal de contas, a nossa higiene bucal não é somente vaidade. ... Um sorriso bonito, porém, não é o suficiente para o bom dentista: ele preza pela saúde bucal e bem-estar do paciente."

Procure quem tem compromisso com o seu sorriso! Em Mombaça dispomos de um consultório odontológico moderno, amplo e com total conforto para os seus clientes. Além disso tudo, temos uma profissional capacitada e especialista na saúde bucal em geral. A Dra Ana Telma Bessa realiza procedimentos como: tratamento ortodôntico, clareamentos, restaurações, extrações, canais, limpeza,  entre outros. Atendimento a crianças e pacientes especiais. 

Agende sua consulta, ou marque seu orçamento conosco pelos telefones:
(88) 9 9612-0227
ou (88) 9 8818-1795
(De segunda à sábado)




Fósseis são vendidos ilegalmente por até R$ 20 do interior do Ceará

Proibida no Brasil, a compra e venda de fósseis é praticada livremente em municípios do interior do Ceará. Conforme constatou reportagem do G1, nas localidades de Nova Olinda e Santana do Cariri, no interior do Ceará, acontece o tráfico de peças de milhões de anos, que podem ser adquiridas por até R$ 20.
Apresentando-se como turistas, membros da equipe de reportagem foram a pontos de venda onde são encontrados os fósseis. Em uma das minas de exploração, foi possível comprar um fóssil de Dastilbe crandalli, peixe de água doce que viveu de 96 a 113 milhões de anos atrás, por apenas R$ 20. A compra rendeu, ainda, o brinde de um exemplar de um Heteroptera (barata d’água).

Em Santana do Cariri, um homem foi flagrado mostrando em seu piso o que seria um osso de dinossauro. “Isso aqui é uma junta, continua em outra pedra”, explicou. Morador da localidade, ele demonstrou conhecimento acerca da ilegalidade dos negócios feitos por meio da venda de fósseis. “Se tirar uma pedra daqui e comercializar, você vai se encrencar”, alertou.

Na CE-166, que liga Santana do Cariri a Nova Olinda, há várias minas de exploração de calcário laminado. Antes de chegar a uma delas, um morador - não identificado - admite que a pedra é bastante encontrada na região, mas é fiscalizada pela Polícia Federal. Segundo ele, quem a acha mantém em sigilo. "Os funcionários (das minas) quando encontram, ficam todos caladinhos. Passam um ‘fio’ para um cara aí, ele vem, bota tanto (valor), outro bota tanto, e acabam levando. É proibido vender. É caro, dependendo da peça. Muitas vezes o cara encontra jacaré, pterossauro" confirma.

Na chamada Mina de Idemar, a equipe se identificou, mais uma vez, como turistas que queriam levar uma “lembrança” para casa e indagou se havia alguma “pedra” – como costumam chamar os moradores – disponível. Rapidamente, um funcionário acompanhou a equipe até outra sala, onde havia diversos armários. Assim que todos entraram, o homem apontou para um fóssil. "Isso aqui não é meu, mas é raro. Os pesquisadores, quando veem, ficam loucos. Um vegetal, de ano em ano, você encontra um. Trabalho aqui há 10 anos. Faz tempo que vi desse aqui", conta, após mostrar um peixe em suas mãos.

Por apenas R$ 20, a equipe adquiriu outra peça identificada como barata d’água. Após a aquisição dos fósseis, o material colhido em Nova Olinda foi entregue ao Laboratório de Paleontologia da Universidade Regional do Cariri (Urca). O paleontólogo Álamo Feitosa identificou os animais e entregou um termo de recebimento.

Ao longo das últimas três semanas, a equipe de reportagem também tentou contato, por telefone, com a Delegacia da Polícia Federal em Juazeiro do Norte. Questionamentos foram enviados por e-mail, e um repórter foi à própria unidade, mas não conseguiu falar com a delegada Josefa Maria Lourenço que, por meio dos secretários, afirmou “estar muito ocupada”. 



Fonte: G1 CE

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Levantamento aponta crescimento da taxa de idosos e diminuição de jovens no Ceará até 2060

A população do Ceará, estimada hoje em 9,1 milhões de moradores, deve aumentar até 2041, no qual atingirá 9,7 milhões, e nos anos seguintes passará por declínio lento, chegando, em 2060, a 9,4 milhões. Comportamento idêntico está para acontecer com os habitantes brasileiros, que deve atingir o ápice de 233,2 milhões em 2047 e ao longo das décadas posteriores a apresentar redução. O Brasil terá, em 2100, um quantitativo populacional semelhante ao do ano 2000, ou seja, cerca de 180,6 milhões de pessoas.

Esses dados foram divulgados pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), órgão vinculado à Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Governo do Estado do Ceará e publicado no Enfoque Econômico – Projeções populacionais: análise comparativa do Ceará com o Brasil no período de 2019 a 2060, referente ao mês de julho.

Conforme o estudo, em termos de participação em relação ao total nacional, o Ceará possui uma taxa projetada de 4,3% de participação em 2019, valor que vai reduzindo lentamente, atingindo, em 2041, uma taxa de 4,2%. Em 2060, esse índice chegará a 4,1% em relação à população do Brasil.

Segundo o levantamento, apesar da projeção de que o País – e consequentemente o Ceará – começará a ter redução populacional a partir da década de 2040, esse processo não irá ocorrer de forma equilibrada nos grandes grupos etários. Existe estimativa de uma diminuição da participação de jovens (0 a 14 anos) e o incremento da população idosa (60 anos ou mais).

Além disso, o estudo destaca que o gradual processo de envelhecimento populacional previsto para acontecer nos próximos anos, deverá guiar as políticas públicas de diversos setores, como, por exemplo, nas áreas de educação, previdência e saúde.

Projeção da ONU
As Organizações das Nações Unidas (ONU) divulgou recentemente o relatório World Population Prospects 2019 (Prospecções da população mundial 2019), observando-se que o Brasil ocupa atualmente a sexta posição no ranking mundial em um total de 235 países avaliados. Com uma estimativa de 211 milhões de habitantes, o País fica atrás da China, Índia, Estados Unidos, indonésia e Paquistão.

As projeções populacionais devem indicar tendências demográficas atuais, às quais estão sujeitas a revisões e modificações ao longo dos anos. Isso pode podem ser influenciadas por avanços em diversas áreas, como, por exemplo, nas condições políticas, costumes, saúde.

De acordo com o relatório da ONU, a população brasileira está crescendo a um ritmo mais lento que a média mundial, principalmente por possuir atualmente taxas de fecundidade inferiores à média global. Os dados também revelam que há uma tendência de envelhecimento da população do país de forma mais intensa do que no restante do mundo.



Fonte: O Povo Online

Área sem seca relativa no Ceará reduz em junho e reforça a necessidade do uso consciente da água

A área sem seca relativa no Ceará sofreu nova redução no comparativo entre os meses de maio e junho, conforme os dados mais recentes do Monitor de Secas. Segundo o monitoramento regular, no primeiro mês, o estado apresentava 50,63% do seu território sem seca relativa. Já no último, 41,21%.

Em junho, primeiro mês da Pós-Estação no Ceará, as chuvas já são mais escassas. A média do período é de apenas 37,5 milímetros e, neste ano, o acumulado do mês ficou em 28,4 mm. Tal cenário colabora para o avanço da estiagem e, em consequência, redução da área sem seca relativa. Além dos dados de precipitação, são considerados outras variáveis como os níveis de reservatórios, vegetação e de umidade de solo.

Além da redução da taxa do território sem sem seca relativa, houve aumento da seca moderada, que é o atual nível mais intenso a ser registrado no Ceará. Em maio, o observado desta classificação era de 16,89%, passando para 21,94% em junho. Desde abril o estado não apresenta condições de seca grave, extrema e excepcional.

O centro-sul do Ceará é a porção que apresenta seca, conforme dados do Monitor. Esta área é, justamente, aquela que vem apresentando menores índices de chuva, conforme também já havia sido indicado nos prognósticos climáticos produzidos pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) em janeiro e fevereiro.

Situação hídrica

Os dados do Monitor de Secas reforçam a necessidade de uso consciente da água. Atualmente, dos 155 açudes monitorados pela Companhia de Gestão de Recursos Hídricos (Cogerh), 76 estão com volume inferior a 30%.

No segundo semestre do ano, as precipitações costumam ser mais escassas. No mês de julho, a média é de apenas 15,4 mm. Já em agosto, cai para 4,9 mm e, em setembro, 2,2 mm, conforme dados da Funceme.



Fonte: Funceme

Professora cearense é morta em Goiás e namorado é suspeito do crime; casal se conheceu na internet

A professora Aila Pinto Cardoso, 34 anos, natural de Sobral, foi morta na cidade de Anápolis, em Goiás, na noite desta terça-feira (16). De acordo com a Polícia Civil da cidade, o namorado da vítima é o principal suspeito do crime e está foragido.

Em um post no perfil do suspeito em uma rede social, há uma mensagem dizendo "Finada aila q Deus a utenia em um bom lugar" Em seguida, outro texto: "Amém vc sabe quem matou?" E logo após finaliza com mais um comentário: Eu mesmo numa discussão". 

Em entrevista por telefone ao Diário do Nordeste, a mãe da vítima, Maria Cardoso Pinto, de 72 anos, disse que os dois se conheceram nas redes sociais e que estavam morando juntos em Goiás há 15 dias. 

"Ela era tudo, ajudava com tudo, era alegre, divertida, gostava de crianças, adorava viajar e tinha o sonho de ser mãe", acrescentou Maria.

Ainda de acordo com a mãe, a filha ligou dizendo que preferia morar sozinha e que estava voltando para Sobral nesta quarta-feira(17). Ela disse também que o suspeito fugiu com o celular de Aila, além de uma quantia em dinheiro que serveria custear a viagem dela. "Só quero justiça, quero ele na cadeia, quero que pague pelo o que ele fez", diz a mãe muito abalada.

A mãe da professora disse que a filha começou a conversar com o namorado em maio deste ano, e depois de 15 dias decidiu ir morar com ele. O suspeito é natural de Sobral e atualmente estava morando em Anápolis. 



Fonte: Diário do Nordeste

Menina morre atropelada por motociclista em alta velocidade no Crato

Uma menina de sete anos morreu atropelada por uma moto em alta velocidade no início da tarde desta quarta-feira (17), no bairro Seminário, no Crato, localizado na Região do Cariri. A informação foi confirmada pelo Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) da cidade e pela Polícia Militar.

Segundo a polícia, Ana Alice Freitas Sampaio atravessava sozinha a rua Lavras da Mangabeira para ir ao comércio do pai, quando o condutor passou em alta velocidade e atropelou a menina. Ana Alice foi arrastada por cerca de 150 metros. A população tentou linchar o motociclista, mas a polícia interveio.

O condutor da motocicleta estava sem habilitação. Ele foi encaminhado para o Instituto Médio Legal da cidade para fazer exame de corpo de delito e poderá ser autuado por homicídio culposo.



Fonte: Diário do Nordeste

Governo deve anunciar liberação de saques do FGTS nesta semana

O governo deve anunciar nesta semana a liberação de saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O valor ainda não está fechado, mas a previsão da equipe econômica é que a medida resulte na injeção de R$30 bilhões na economia.

A liberação valerá para os trabalhadores com contas ativas ou inativas.
A medida é tida como uma forma de estimular o consumo e reativar a economia.

Em 2016, na gestão Michel Temer, o governo também liberou os saques em contas inativas.


Fonte: G1 CE


ONU: cerca de 1,7 milhão de pessoas foram infectadas pelo HIV em 2018

O Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids) divulgou hoje (16) que cerca de 1,7 milhão de pessoas em todo o mundo foram infectadas pelo vírus em 2018 – uma redução de 16% em relação a 2010. O documento Atualização Global sobre a Aids – Comunidades no centro revela que a queda foi impulsionada principalmente por progressos no leste e no sul da África.

O estudo, lançado em Genebra, na Suíça, e em Eshowe, na África do Sul, alerta, entretanto, que, enquanto alguns países têm avanços acentuados, outros observam o aumento de novas infecções pelo vírus e de mortes relacionadas à aids. O relatório aponta ainda uma desaceleração na redução de novas infecções por HIV.

“A epidemia do HIV pôs em foco muitas falhas da sociedade. Onde há desigualdades, desequilíbrios de poder, violência, marginalização, tabus, estigma e discriminação, o HIV toma conta”, avalia a diretora do Unaids, Gunilla Carlsson.

Segundo o documento, o panorama da epidemia no mundo está mudando: em 2018, mais da metade de todas as novas infecções por HIV foram em pessoas que integram as chamadas populações-chave, que incluem profissionais do sexo, pessoas que usam drogas, homens gays, homens que fazem sexo com homens, transexuais e presidiários – e seus parceiros.

Globalmente, as novas infecções por HIV entre mulheres jovens (com idade entre 15 e 24 anos) caíram 25% entre 2010 e 2018.

“Esta é uma boa notícia, mas, é claro, continua a ser inaceitável que 6 mil meninas adolescentes e mulheres jovens sejam infectadas pelo HIV toda semana. A saúde sexual e reprodutiva e os direitos das mulheres e jovens muitas vezes ainda são negados”, aponta Gunilla Carlsson.

Países de língua portuguesa
O estudo inclui avanços para que se tenha, até 2020, 90% das pessoas com HIV devidamente diagnosticadas, 90% delas realizando tratamento com antirretrovirais e, deste grupo, 90% com carga viral indetectável.

No primeiro indicador, Brasil, Cabo Verde e Portugal cumpriram ou estão a caminho de cumprir a meta. Os dois últimos países também estão em vias de alcançar o segundo indicador.

O Brasil é citado como o único país em vias de cumprir o objetivo de alcançar 90% de pessoas com carga viral indetectável, o que indica sucesso do método terapêutico aplicado no país.

A Guiné-Bissau é mencionada no estudo pelo alto número de mulheres que vivem com deficiência com maior probabilidade de serem soropositivas do que homens na mesma situação.

Moçambique é citada pelo sucesso em ações com base na comunidade, que podem resultar na garantia de direitos à saúde em um país de baixa renda com uma das maiores epidemias de HIV do mundo e vários desafios de saúde pública. Os recentes ciclones e o efeito no sistema de saúde são apontados no relatório, que cita outros agravantes como pobreza extrema, acesso desigual, escassez e fraca presença de provedores de serviços de saúde.

Já Angola é um dos sete países onde o número de infeções aumentou em crianças.

Populações
O documento mostra que as populações-chave e seus parceiros sexuais representam atualmente 54% das novas infecções pelo HIV no mundo. Em 2018, o grupo respondia por 95% delas, enquanto as regiões que precisavam de maior atenção eram Europa Oriental e Central, Oriente Médio e Norte da África.

O estudo revela ainda que menos de 50% das populações-chave foram atingidas com serviços combinados de prevenção ao HIV, problema relatado em mais da metade dos países pesquisados. Segundo o Unaids, isso seria um indicativo de que elas estão sendo marginalizadas e deixadas para trás na resposta ao HIV.



Fonte: Agência Brasil

terça-feira, 16 de julho de 2019

Blogueira comete suicídio após ser abandonada no altar

Neste domingo (14), a blogueira e influenciadora digital Alinne Araújo, de 24 anos, decidiu se casar sozinha após ter sido abandonada no altar pelo noivo Orlando Costa, de 30 anos. Nas redes sociais, a jovem decidiu compartilhar os vídeos de sua cerimônia solitária e o caso repercutiu na web. No entanto, instantes depois, ela acabou cometendo suicídio.

Alinne teria se jogado do nono andar do prédio onde morava na Avenida Salvador Allende, no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. A informação foi confirmada por familiares da jovem.

No perfil do Instragram, milhares de internautas comentaram o caso e, inclusive, alguns famosos pediram para não propagarem discursos de ódio, uma vez que Alinne estava enfrentando um quadro depressivo.

"Estou em choque. Mataram ela. Esses comentários mataram ela. O nível de crueldade foi sem medida. Foi tão grande que causaram a morte dela... Ódio não é opinião. Ódio mata. Meus mais sinceros pêsames aos familiares", escreveu Alexandra Gurgel.

O apresentador Luiz Bacci Também comentou: "Um monte de comentário de ódio e raiva postado até a notícia da morte agora foi apagado. Que Deus tenha piedade de cada um que atirou pedra nessa menina. Triste. É o dia em que testemunhamos como a internet ajudou uma menina a se matar. Se não tem o que acrescentar: se cale. Tadinha da moça. Não merecia isso.", desabafou.

O ex-noivo, Orlando Costa, não comentou o caso, apenas disse: "Não existo mais, estou acabado".



Fonte: Noticia ao minuto

Zé do Valério é transferido para presídio na Região Metropolitana de Fortaleza

O vaqueiro José Pereira da Costa, conhecido como Zé do Valério, foi transferido de Fortaleza para uma unidade prisional em Itaitinga, na Região Metropolitana da capital, na sexta-feira (12). Ele é suspeito de estuprar e matar a universitária Danielle Oliveira, 20 anos, em Pedra Branca, no interior do Ceará, em abril deste ano.

Zé do Valério foi preso em Buriti dos Montes, no Piauí, após mais de dois meses de perseguição em áreas de mata de cidades nordestinas. A polícia não informou sobre para qual dos presídios de Itaitinga o suspeito foi transferido por questão de segurança.

Crime
A universitária Danielle Oliveira, de 20 anos, foi encontrada em um sítio vizinho ao da sua família, na localidade de São Gonçalo, despida e com ferimento no olho esquerdo, em 25 de abril. Ela desapareceu na noite do dia 24. O suspeito havia trabalhado no sítio da família, onde a universitária estava antes de sumir, prestando serviços como vaqueiro e amansando animais. José Pereira da Costa tem prisão decretada pelo crime.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública, Zé do Valério estava escondido em uma região de mata. Policiais da Força Tática e do serviço reservado da região de Crateús efetuaram a prisão, com apoio de um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer).

Ainda segundo a polícia, Zé do Valério sobrevivia em mata por meio de caça. Durante a perseguição, em 21 de junho, ele chegou a trocar tiro com os policiais e fugiu. Os agentes de segurança apreenderam panelas e o material que ele usava para preparar comida.

Zé do Valério é vaqueiro e conhecedor das regiões de mata do Nordeste, o que facilitava a fuga dele, conforme os policiais.

Durante os dois meses de fuga, ele foi perseguido pelas cidades de Pedra Branca, onde o crime ocorreu, Independência, Crateús, Senador Pompeu e Buriti dos Montes, onde ele foi preso.



Fonte: G1 CE

Criança morre atropelada por caminhão no interior do Ceará

Uma criança de 8 anos morreu atropelada por um caminhão no Bairro Timbaúba, no município de Nova Russas, Região Norte do estado. O acidente aconteceu na noite desta segunda-feira (15) cerca de 100 metros do Hospital Municipal de Nova Russas.

De acordo com testemunhas, a criança tentou atravessar a via, no meio do caminho desistiu e ao retornar foi atropelada pelo caminhão. O garoto não resistiu a gravidade dos ferimentos.  

O motorista do caminhão permaneceu no local e conduzido à delegacia da região para prestar esclarecimentos. 





Polícia Militar do Ceará tem primeira policial feminina promovida como coronel

A tenente-coronel Cléa Pontes Medeiros Beltrão foi promovida para o posto de coronel da Polícia Militar do Ceará. O decreto foi assinado por Izolda Cela na última semana e publicado no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (15).

A Polícia Militar do Ceará informou, em nota, que a Coronel Cléa Pontes Medeiros Beltrão foi a primeira policial feminina promovida na modalidade. Contudo, ela fará parte da Reserva Remunerada e não deve exerce funções como coronel. 

Em solenidade que comemorou os 25 anos da presença feminina na Polícia Militar do Ceará, no dia 5 julho, o governador, Camilo Santana, anunciou que a corporação terá a primeira mulher no posto de coronel em agosto deste ano.

A Polícia Militar do Ceará conta com 813 mulheres no efetivo da corporação, exercendo funções em diversos tipos e modalidades de policiamento, além de cargos de liderança e posições estratégicas.


Fonte: Diário do Nordeste




Denunciado por assédio a pacientes, José Hilson é proibido de exercer a medicina por seis meses

O Conselho Regional de Medicina do Ceará (Cremec) decidiu, em reunião realizada na noite desta segunda-feira (15), pela interdição cautelar do prefeito de Uruburetama e médico José Hilson de Paiva. Isso significa que ele não poderá exercer a medicina por seis meses, podendo a decisão ser prorrogada por outros seis meses, caso não haja julgamento durante o período. 

José Hilson foi  denunciado por abuso sexual a pacientes. Alguns dos atos, inclusive, foram gravados pelo próprio prefeito, durante consultas nas cidades de Uruburetama e Cruz. Pelo menos 17 mulheres foram assediadas. 

Segundo a decisão do Cremec, divulgada em coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira, o informe já foi encaminhado ao Diário Oficial da União e uma equipe do conselho foi à Uruburetama para notificar o médico. Ele não foi encontrado para ser notificado, mas uma pessoa que estava na casa de José Hilson recebeu o documento, o que já vale como registro de entrega. Também foram avisados a Promotoria Pública da cidade, bem como a Secretaria de Saúde. 

O médico ainda tem direito a defesa junto ao Cremec e um conselheiro foi nomeado para buscar provas do crime, processo que demora, em média, dois anos. A ação pode cassar definitivamente o direito do médico a continuar exercendo a profissão. 

Denúncias
O Sistema Verdes Mares teve acesso a 63 vídeos, feitos entre 2009 e 2012 com, pelo menos, 23 mulheres, além de dezenas de fotos de partes íntimas de pacientes tiradas pelo ginecologista durante exames em Uruburetama e Cruz. 

Dessas, pelo menos 17 foram claramente abusadas. A reportagem ouviu seis vítimas nas duas cidades e teve acesso a relatos de Boletins de Ocorrência. O médico atendia as vítimas sem a especialidade em ginecologia comprovada.

Em 46 gravações, José Hilson realiza atendimentos invasivos e com clara conotação sexual. Um dos vídeos mostra, inclusive, imagens em VHS, o que deixa claro o quanto a prática era antiga. Em muitos casos, os abusos aconteciam sem que a paciente sequer percebesse a violência.

Afastamento
Na manhã desta terça-feira (16), o vice-prefeito de Uruburetama, Artur Wagner Vasconcelos Nery, assumiu o cargo em ato na Câmara dos vereadores. 

Na noite desta segunda-feira (15), os nove vereadores do município aprovaram, por unanimidade, pelo afastamento de José Hilson do cargo na gestão municipal por, pelo menos, 90 dias, até que as investigações sejam iniciadas. 


Fonte: Diário do Nordeste



Salário mínimo de 2020 pode ficar em R$ 1.040, conforme proposta do Governo Federal

O governo federal propôs um salário mínimo de R$ 1.040 para 2020, de acordo com o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem, divulgado nesta segunda-feira (15) pela equipe econômica.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 998. O reajuste, se aprovado pelo Congresso, começará a valer em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro.

Com isso, deverá ser a primeira vez que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas, ficará acima da marca de R$ 1 mil.

Para os anos seguintes, o governo propôs um salário mínimo de R$ 1.082 em 2021 e de R$ 1.123 em 2022. 


Fonte: G1

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Ex-capitão da seleção, Cafu enfrenta dívidas milionárias

O ex-jogador Cafu, 49, enfrenta dívidas de várias espécies e perdeu, no Tribunal de Justiça, cinco imóveis em pagamentos para cobrir empréstimos milionários. Além desses bens, outros 15 imóveis no nome dele e no nome de sua esposa, Regina, estão penhorados por dívidas da Capi-Penta International Player, empresa, constituída em 2004 para gerenciar carreira de atletas, pertence ao casal.

A companhia é cobrada por empréstimos que vão de R$ 1,1 milhão a R$ 6 milhões. "É um problema particular meu. Posso dar meus imóveis, meu carro, minha casa, posso dar o que quiser como pagamento de dívida", afirmou Cafu à Folha de S.Paulo.

Todos os bens foram adquiridos enquanto Cafu jogava futebol. Há pelo menos 32 imóveis. São apartamentos de 55 a 293 metros quadrados em São Paulo e Alphaville, em Barueri, uma casa, com mais de 2.000 metros quadrados, outra no litoral paulista, de 1.080 metros quadrados, e terrenos no interior. Um deles, em Mairinque, tem 38 mil metros quadrados.

Cafu fez seu último jogo como atleta profissional em 2008, no Milan. Ele estreou no futebol no São Paulo de Telê Santana, depois de ter sido reprovado em nove peneiras. Bicampeão mundial no clube paulista, vestiu ainda as camisas do Juventude, Palmeiras e Roma. Ele é o atleta que mais jogou na seleção brasileira, com 149 partidas, e esteve em três finais seguidas da Copa–1994, 1998 e 2002.

A Capi Penta é réu em um processo movido pela Vob Cred, uma securitizadora que cobra R$ 5,275 milhões da empresa desde 2018. A Vob baseia a cobrança numa escritura pública de confissão de dívida, com garantia hipotecária do terreno de 38 mil metros quadrados na cidade de Mairinque, adquirido por Cafu em 2005 por R$ 380 mil (R$ 793 mil atuais). Procurada, a empresa não respondeu à reportagem.

Em fevereiro deste ano, o juiz Bruno Paes Straforini, da 1ª Vara Cível de Barueri, determinou o bloqueio do imóvel deste terreno e de mais 14 imóveis no nome de Cafu e Regina. Os bloqueios também são frutos de cobranças em ações movidas por Valentim Osmar Barbizan, diretor-administrativo da Vob Cred, no valor de R$ 2,691 milhões, e pelo banco ABC Brasil, no valor de R$ 1 milhão. Nessa última, a instituição financeira alerta a Justiça das dívidas fiscais de Cafu que, segundo consta no processo, no final de 2017 já atingiam R$ 407 mil.

O ABC Brasil não foi o único que acusou Cafu de inadimplência. O Banco Industrial foi à Justiça por empréstimo de R$ 3,5 milhões. Como o ex-atleta não quitou a quantia até a data prometida, em julho de 2017, quatro meses após retirar o dinheiro, o ex-capitão da seleção passou a ser cobrado em R$ 6 milhões, com os juros contratuais e honorários.

Além dos imóveis penhorados e bloqueados, outros estão alienados em empréstimo feito por Cafu. A matrícula de dois imóveis, com área total de 1.080 metros próximos do mar em Peruíbe, estão alienados como garantia de uma dívida de R$ 1 milhão com o banco Santander. O ex-jogador terá que quitar esse valor com 96 parcelas mensais (até outubro de 2023) de R$ 23,1 mil cada. Cafu adquiriu os imóveis, em Peruíbe, em agosto de 2008 por R$ 1,4 milhão (R$ 2,9 milhões atuais).

A Fundação Cafu, no jardim Irene, em São Paulo, está inscrita na Dívida Ativa da União com R$ 857 mil. A Capi Penta está inscrita em R$ 598 mil e o próprio Cafu (pessoa física) está sendo cobrado em R$ 235 mil na dívida ativa.

Cafu atendeu a reportagem e disse que não iria falar sobre a sua situação financeira e nem sobre a Capi Penta, principal responsável pelas dívidas que penhoraram os imóveis.

O ex-capitão da seleção disse que falaria apenas sobre a Fundação Cafu. A instituição está com atividades suspensas enquanto, de acordo com Cafu, passa por um processo de "reformulação geral, em termos de projetos e de estatuto".

"Está fechada por um planejamento, é óbvio que estamos com problemas financeiros [na Fundação]", afirmou Cafu. "A Fundação custa R$ 150 mil por mês, e eu que tenho que mantê-la. Se você pesquisar nos últimos anos, as empresas deixaram de investir no terceiro setor. Estou batalhando para deixar nossa fundação em pé, mas isso requer alguns sacrifícios."

Segundo o ex-atleta, a fundação oferece atividades como dança, balé, coral, bateria e informática. Os problemas na instituição se tornaram públicos em 2018, quando funcionários fizeram greve.

O ex-jogador rechaçou a palavra endividamento. "[Financeiramente] estou tranquilo, não posso deixar minhas 950 crianças na rua, porque se eu parar tudo o que estou fazendo hoje, levo minha vida tranquilo. Mas não quero isso", disse o ex-jogador.

Sem jogar, Cafu segue envolvido com o futebol. Ele foi um dos membros do Comitê Organizador Local da Copa América. Em junho, foi anunciado pelo Comitê Organizador da Copa de 2022, no Qatar, como o embaixador no Brasil.



Fonte: Noticias ao minuto

Equipe da Polícia Civil em Senador Pompeu prende traficante e agricultor com espingarda

Duas pessoas presas; uma mulher suspeita de tráfico de drogas presa em Senador Pompeu e um agricultor com uma  espingarda na zona rural do município vizinho, Milhã. Esse foi o resultado das ações equipe da Delegacia Regional da Polícia Civil em Senador Pompeu no plantão desta sexta-feira (12).

Conforme as informações da Polícia Civil, Maria de Fátima Marques Vidal de Lima foi presa no interior de um imóvel no bairro Alto do Cruzeiro em uma averiguação de denúncia anônima. Ela estava traficando drogas. No local os policiais encontraram cocaína e dinheiro. Ela foi autuada em flagrante.

Complementando os trabalhos do plantão, a equipe a Polícia Civil também prendeu em flagrante o agricultor  Francisco Hélio de Sousa. A prisão ocorreu no Sítio Cipó, na zona rural de Milhã. Na residência dele foi encontrada uma espingarda calibre 32, sem registro e munições. A arma de fogo estava sendo utilizada para ameaçar a vizinhança.

A Polícia Civil de Senador Pompeu disponibiliza o Whats App da Delegacia Regional, (88) 99661 1324, para a população colaborar com denúncias anônimas. O sigilo das informações é garantido, acrescenta.



Fonte: Diário do Sertão Central



Construção de galpão para indústria de calçados vai gerar 400 empregos em Solonópole

A construção de um novo galpão industrial calçadista na cidade de Solonópole está sendo aguardado com expectativa. Quando estiver concluído deverá gerar mais 400 empregos, informou o prefeito Webston Pinheiro após a assinatura do contrato com a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).

De acordo com o presidente da Adece, Eduardo Neves, a estrutura será cedida em regime de comodato para a expansão da Neorubber Indústria de Sandálias. A empresa já atua Sertão Central desde 2014 gerando 250 empregos. Após a expansão realizada com apoio da prefeitura, 100 novos empregos diretos serão gerados.

A estrutura a ser executada pela Agência será de 2 mil metros quadrados com previsão de entrega após 12 meses do início da construção. “A expansão representa o Ceará como referência no setor calçadista brasileiro. Temos credibilidade. Exemplo disso é que o mesmo grupo já investe no Ceará com a empresa Sugar Shoes, em Senador Pompeu“, ressalta Neves.

Exportações cearenses
Os calçados cearenses registraram alta de 10,3% nas exportações durante o período de janeiro a maio deste ano em comparação ao igual período do ano passado. No acumulado do ano, US$ 118,4 milhões foram vendidos para outros países. Os dados são da Adece.



Fonte: Diário Sertão Central

70% dos óbitos de bebês no Ceará são de crianças com até 28 dias de vida

A taxa de mortalidade infantil no Ceará em 2018 foi de 11 óbitos a cada 1.000 nascidos vivos. Índices disponibilizados pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesa) revelam que, nos últimos cinco anos, esse índice segue estável. Mas apesar de a proporção das mortes estar dentro do que a Organização Mundial da Saúde (OMS) chama de "aceitável", o cenário é de preocupação.

Em números absolutos, foram 1.470 mortes de bebês com até 1 ano de idade no ano passado. Desses, 1.039 morreram até o 28º dia de vida, o chamado óbito neonatal. A situação é de alerta, e as precariedades nas maternidades, sobretudo no interior do estado, são fatores que influenciam na quantidade de registros.

As mortes, avaliam profissionais da saúde, são consequências de um conjunto de falhas em, pelo menos, três dimensões de assistência: pré-natal, hora do parto e cuidados ao recém-nascido. A taxa de mortalidade infantil considera os óbitos que vão da hora do nascimento até 1 ano. Dentro deste grupo, explica a obstetra e presidente da Sociedade Cearense de Ginecologia e Obstetrícia, Liduína Rocha, há o óbito neonatal - que vai do nascimento até o 28º dia de vida, e o pós-neonatal, do 28º dia de vida até 1 ano.

Liduína também coordena o programa Nascer no Ceará, do Governo do Estado, lançado em 2018, na tentativa de melhorar a rede de atendimento materno infantil no estado. De acordo com ela, metade das mortes de bebês no estado são óbitos neonatais precoces, que vão do primeiro dia de vida ao 7º dia. Levando em consideração esta estimativa, em 2018, cerca de 750 crianças morreram no Ceará nos primeiros 7 dias de vida.

No que diz respeito ao pré-natal, a obstetra relata que hoje, de modo geral, o Ceará tem quantidade adequada de pré-natal, mas falta qualidade. "O Comitê de Prevenção à Mortalidade Materno Infantil e Fetal do Estado anualmente vem sendo alimentado por um instrumento que são os comitês macrorregionais. Eles tentam investigar os óbitos que aconteceram na semana anterior. No ano de 2018, mais ou menos 93% dos óbitos infantis eram evitáveis. Um terço deles eram evitáveis por alguma ação no pré-natal que não foi feito adequadamente. Eram crianças que deveriam ter tido uma intervenção mais precoce, criança que tinha sífilis e não tratou", explica a obstetra.

Qualidade das maternidades
No que diz respeito à situação das maternidades, Liduína avalia que esse é um dos grandes gargalos. A proposta do Nascer no Ceará, conta ela, foi mapear a rede de assistência. O diagnóstico constatou que diversas maternidades do estado não garantem assistência adequada. Diante disso, um dos planos é redimensionar a rede de maternidades e, aquelas unidades que fazem menos de 300 partos ao ano, devem ser repensadas.

Isto porque, esclarece a médica, nessas maternidades os profissionais "não estão habituados a conduzir assistência ao parto, a maioria desses profissionais não tem intimidade com a obstetrícia. São médicos generalistas, recém-formados, e esses profissionais precisam ter um treinamento de educação continuada e eles precisam entender os fluxos e protocolos", diz.

"Temos maternidade no interior do estado que em um ano houve três partos, dez partos. Certamente quem está lá não está acostumado a acompanhar os partos. O Sertão Central e Litoral Leste não têm referência da atenção terciária. Tem várias maternidade nessa condição de pouquíssimos partos e são duas regiões que o estado quer olhar”.

Para garantir a assistência obstétrica adequada, as equipes devem ter, pelo menos: médico obstetra, enfermeiro obstetra, técnico de enfermagem, médico neonatologista, anestesiologista e enfermeiro neonatologista. Isto, sobretudo em regiões como Sertão Central e Litoral Leste no Ceará, conforme a enfermeira e coordenadora do Cuidado Materno-Infantil da Sesa, Silvana Napoleão, ainda é uma realidade a ser alcançada.

Via de parto
Outro fator relevante destacado pelas profissionais da assistência materno-infantil é que, embora o parto vaginal seja considerado mais seguro que a cesárea, é preciso sempre reforçar as condições de realização do parto pois a assistência adequada no momento de parir interfere na segurança do nascimento do bebê.

No Ceará, o parto cesariano, embora seja considerado menos seguro, é realizado com mais frequência. Segundo dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSus), até abril deste ano, 17.048 cesarianas foram feitas no estado, contrastando com 15.664 partos vaginais. Já em 2018 foram 49.942 vaginais e 53.265 cesarianos.

A coordenadora de Políticas e Atenção à Saúde da Sesa, Magda Almeida, reitera as percepções das profissionais técnicas do Nascer no Ceará e reforça as preocupações com os "ambientes inseguros de saúde". De acordo com ela, as unidades do Ceará carecem de qualificação adequada para realizarem partos vaginais.

"Falta uma maior formação da equipe de médicos e enfermeiros obstétricos que possam identificar sinais de alarme na gestação", pondera. No interior, reforça Magda, com equipes reduzidas e maternidades que não realizam tantos partos quanto a capital, mães e bebês estão mais propícias a serem vítimas do despreparo profissional.


Fonte: G1 CE