segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Açude que corria risco de arrombamento se rompe em Solonópole

Uma ação preventiva da Prefeitura de Solonópole evitou uma tragédia na cidade, localizada no Serão Central, em decorrência do rompimento de um açude particular, na Fazenda Vila Zenaide, distante apenas 3 km do centro urbano. A barragem arrombou por volta das 23 horas da última sexta-feira, 22. Máquinas e operários horas antes trabalharam na abertura de um sangradouro de emergência, escoando parte da água represada.

“Evitamos uma tragédia na cidade”, disse o prefeito de Solonópole, Webston Pinheiro, que é engenheiro civil. Ainda na tarde da sexta-feira passada, o gestor tomou conhecimento de que havia um risco alto de arrombamento do açude. “Fui de imediato com o secretário de Infraestrutura, Ednaldo Dantas, e a equipe da Defesa Civil do município e observei que a barragem iria arrombar porque havia uma fenda e vazamento”, explicou. “A parede não iria suportar a pressão”.

Uma máquina retroescavadeira foi deslocada até o açude, que barra o riacho Zé Nunes, um braço ou afluente do riacho do Sangue. “Decidimos fazer um rebaixamento do sangradouro, cortar uma parte da parede para escoamento da água”, disse o secretário de Infraestrutura, Ednaldo Dantas.

Agentes da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) visitaram os moradores do Conjunto Cohab que fica às margens do Riacho do Sangue, uma parte baixa da cidade, no fim da tarde da última sexta-feira e pediram aos moradores que deixassem as suas casas. A medida de evacuação era preventiva. “Felizmente, não houve maiores transtornos, danos materiais e nenhuma casa e pessoa foram atingidos”, comentou o gestor municipal.



Fonte: Diário do Nordeste

0 comentários:

Postar um comentário