terça-feira, 2 de abril de 2019

Chuvas de março ficam acima da média e são consideradas as maiores em 11 anos

Com 245 milímetros, março fechou com precipitações 19,3% acima da média do mês, que é de 203 milímetros. É o melhor resultado para o período desde o ano de 2008. Naquele ano, o observado foi de 332,5 mm, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

De acordo com o meteorologista da Funceme Raul Fritz, as condições oceânicas e atmosféricas foram favoráveis neste último mês. “A boa configuração de temperaturas da superfície do Atlântico tropical sul, com águas mais quentes próximas à região Nordeste e mais frias acima do equador, contribuiu para a aproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT). Este foi o principal motivo para precipitações significativas no estado em março”, explica o pesquisador.

Quanto à média por macrorregião, os litorais Norte e de Fortaleza, que é composto pela Capital e municípios da Região Metropolitana, tiveram os maiores desvios positivos. A primeira fechou o mês com 56,4% e, a segunda, 56,3%. Entre todas as áreas, somente o Sertão Central e Inhamuns ficou levemente negativo, tendo registrado -2,4% abaixo da normal climatológica. Os dados são preliminares e ainda podem sofrer alterações.

Já quanto aos resultados por município, Jijoca de Jericoacoara, Paraipaba e Acaraú lideraram o ranking com os maiores desvios positivos: 156%; 145,7% e 99,2% acima da média para o mês de março, respectivamente. A maior precipitação pontual, isto é, aquela registrada no intervalo de 24 horas, aconteceu em Itarema, entre os dias 22 e 23, com 212 milímetros.


Fonte: Repórter Ceará

0 comentários:

Postar um comentário