terça-feira, 2 de abril de 2019

Criminosos detonam explosivos contra três torres de energia elétrica no Ceará

Criminosos usaram explosivos para atacar três torres de energia elétrica em Fortaleza e Maracanaú, na Região Metropolitana da capital, durante a noite desta segunda-feira (1º). Não há registro de feridos, e a motivação para os crimes não foi informada pela polícia. Uma agência bancária também foi explodida por homens armados na madrugada desta terça-feira (2) na cidade de Granja, no interior, mas a polícia informou que não há relação com os ataques às torres.

O estado do Ceará registrou uma onda de ataques criminosos entre os meses de janeiro e fevereiro. Foram mais de 260 ações contra coletivos, prédios públicos, agências bancárias, viadutos e comércios em pelo menos 50 dos 184 municípios cearenses. O secretário da Segurança Pública do Ceará, André Costa, afirmou que a nomeação do secretário de Administração Penitenciária do estado, Luís Mauro Albuquerque, provocou a onda de ataque do início do ano.

Durante a noite desta segunda-feira, uma torre de energia elétrica da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) foi alvo de ataque com um artefato explosivo no município de Maracanaú. De acordo com o tenente-coronel da Polícia Militar Valderto, responsável pela região, houve uma explosão próximo à torre, mas sua estrutura não foi comprometida.

Outras duas torres da Chesf também foram alvos de explosões na Rua Júlio Brígido, no Bairro Pici, em Fortaleza. De acordo com a Polícia Militar, dois artefatos explodiram no local e um terceiro foi recolhido pelo Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate).

A polícia reforçou a segurança nos locais onde ocorreram as explosões em busca de localizar os suspeitos. No entanto, até as 7 horas desta terça-feira (2), ninguém havia sido preso.



Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário