sábado, 27 de abril de 2019

Mombaça por Gilvan Azevedo

Suspiros de saudade! 
   
        A cada momento profundo, meu peito sente a tortura da saudade, mas este amor cordial feito reflexo de esperança me consola a ponto de fazer crer na certeza de mais uma vez arrancar um beijo dos teus lábios molhados; Falar baixinho ao teu ouvido e entre ousadas carícias de amor, sentir o teu corpo estremecer feito uma nuvem em noite de tempestade. 
         
         Mulher magnífica! Tu me arrancas inúmeros suspiros, me faz crescer para a vida é amadurecer para o mundo. A tua poesia e o teu canto são uma canção para minha alma e ritmo para meu coração e, além de tudo, é a causa que justifica meus tantos suspiros. 

         Bendita foi a hora do encontro dos nossos olhares, dos primeiros sorrisos, bem como aquele mergulho profundo no oceano do teu abraço. 

         Aquele primeiro beijo que simbolizou o teu sim e me causou suspiros crônicos que explodem dentro de mim ao recordar aquele terno momento. 

          Você tornou-se vital a partir daquele momento que me acolheu. É a causa da  minha saudade quando estamos longe um do outro e dos suspiros de felicidade quando estamos juntos. 

          Tu és o verdadeiro motivo da inspiração do coração desse poeta apaixonado, que deseja em teus braços eternizar o AMOR, A MÚSICA É A POESIA. 

               Poeta Gilvan Azevedo!




0 comentários:

Postar um comentário