ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Comercial Valéria

Comercial Valéria - Valéria Modas - Drogaria Valéria

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

sexta-feira, 31 de maio de 2019

Petrobras reduz gasolina em 7,1% e diesel em 6%

A Petrobras anunciou nesta sexta (31) cortes de 7,1% no preço da gasolina e de 6% no preço do diesel. Os novos valores passam a vigorar em suas refinarias a partir deste sábado (1º).

O preço da gasolina cairá, em média, R$ 0,1399, passando a R$ 1,8144 por litro, o menor valor desde o dia 16 de março. É o segundo corte no preço da gasolina em uma semana. Na última sexta (24), a estatal já havia reduzido em 4,4% o valor de venda do combustível em suas refinarias.

O corte no preço do diesel será de R$ 0,1383, para R$ 2,1664 por litro. A estatal mantinha o valor inalterado desde 3 de maio, quando houve aumento de 2,5%. O presidente Jair Bolsonaro compartilhou a notícia no Twitter, desejando boa noite aos seus seguidores.

Desde março, a Petrobras pratica prazos mínimos de 15 dias para reajustes no preço do diesel. Já a política de preços da gasolina prevê prazos máximos de 15 dias para alterações.

Os cortes ocorrem em um momento de queda das cotações internacionais do petróleo. Nesta sexta, o barril do tipo Brent, negociado em Londres, caiu 3,31%, diante de temores sobre efeitos da guerra comercial na economia mundial. Em maio, o preço do petróleo Brent acumula queda de 11,4%.



Fonte: Diário do Nordeste

Com cortes, IFCE só consegue se manter até agosto, diz reitor

O reitor do Instituto Federal do Ceará (IFCE), Virgílio Araripe, disse nesta sexta-feira, 31, que, por conta dos cortes anunciados pelo governo federal no ensino superior, o funcionamento da instituição pode ficar comprometido a partir de agosto. “Com o valor do nosso orçamento comprometido, só conseguimos manter e chegar com a instituição até o final de agosto”, disse.

Virgílio participou de evento para debater contingenciamento no setor realizado nesta sexta-feira na Assembleia. Em discurso ao lado de reitores da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Virgílio lamentou ainda o impacto dos cortes no IFCE.

“Temos todos os nossos cursos muito bem avaliados, com conceitos altos nos medidores de educação, e muito importantes para o desenvolvimento regional do nosso Estado. Em vez de retroceder, devemos valorizar nossas instituições, pois o verdadeiro caminho para o desenvolvimento nacional passa pela educação, ciência e tecnologia “, disse.

Presente no evento, o reitor da Universidade Federal do Ceará (UFC), Henry Campos, acusou o governo federal de tocar “uma clara campanha de desmoralização” de universidades públicas do País. Segundo o dirigente da UFC,  ação seria patrocinada por “cortes brutais” anunciados no setor e pela veiculação de “falácias e inverdades”.

“É falacioso e inverdade dizer que o Brasil já gasta muito com educação superior. Outra inverdade dita por Jair Bolsonaro é que toda pesquisa no Brasil é realizada por universidades privadas, quando, na realidade, 95% das pesquisas feitas no País são de universidades públicas”, disse Henry, durante audiência na Assembleia para discutir cortes no setor.

Reitor da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), Alexandre Cunha Costa também protestou contra os cortes. ““Questiono-me e lanço esse questionamento reflexivo sobre como seria o estado do Ceará e o Nordeste brasileiro sem as universidades públicas aqui representadas. É difícil imaginar isso”.

O que dizem os reitores:
“Apesar de concentrarem 20% dos alunos do ensino superior do País, essas instituições respondem por mais de 90% das pesquisas. A nossa universidade forma agora em julho o profissional de número 100 mil. Essa é a balbúrdia que produzimos”, Henry Campos, reitor da UFC.

“Temos todos os nossos cursos muito bem avaliados, com conceitos altos nos medidores de educação, e muito importantes para o desenvolvimento regional do nosso Estado. Em vez de retroceder, devemos valorizar nossas instituições”, Virgílio Araripe, reitor do IFCE.

“Questiono-me e lanço esse questionamento reflexivo sobre como seria o estado do Ceará e o Nordeste sem as universidades aqui representadas. É difícil imaginar isso, portanto não há como medir a dimensão da importância das universidades”, Alexandre Cunha, reitor da Unilab.

“Cortamos todos os auxílios para pesquisadores, além de manutenção predial (…) somos vistos como ameaças, quando, na verdade, poderíamos ser a solução”, Ricardo Luiz, reitor da UFCA.



Fonte: O Povo Online


MOMBAÇA: Equipe BP Raio prende jovem por tráfico de drogas

NATUREZA DA OCORRÊNCIA:
- Tráfico de droga ART. 33 e 40
-  Uso de documentação falsa, Código penal ART. 304

DESCRIÇÃO DA OCORRÊNCIA
Por volta das 18:30H, do dia 29 de maio de 2019, a equipe Raio 02 juntamente com a equipe da VTR-050 recebeu uma denúncia de que um indivíduo de iniciais F. B. F. S. ,20 anos, residente na Vila Recreio, na cidade de Mombaça -Ce, estaria vendendo drogas em sua casa. Ao chegar no local o mesmo havia se evadido . Posteriormente, por volta das 23h ,a equipe retornou ao mesmo que foi localizando um adolescente que falou que teria ido ao local para buscar umas roupas para o acusado e informou que o mesmo estaria na pousada conhecida por “Ursão” localizada na Av. Beira Rio, próximo a rodoviária de Mombaça que diante dessa informação foi feito deslocamento até o local indicado. Ao chegar na pousada foi localizado o quarto, ele logo se apresentou como Lucas ,apresentando documento falso . Que indagado pela droga informou que estaria em uma casa abandonada  próximo a sua residência na Vila Recreio que foi encontrado no local indicado uma balança de precisão ,71 pingos de cocaína com peso de 22 gramas e 95 gramas de maconha. Foi dado voz de prisão ao acusado e o mesmo foi conduzido a delegacia regional de Tauá onde foram feitos os procedimentos cabíveis .

ACUSADO
F. B. F. S.  

MATERIAL APREENDIDO
-  96 gramas de maconha 
-  22 gramas de cocaína 
- 01 balança de precisão


quinta-feira, 30 de maio de 2019

Policia Civil confirma crime sexual em criança morta no mês de abril em Pedra Branca

A Polícia Civil do Ceará, por meio da equipe de policiais da Delegacia Municipal de Pedra Branca, deu cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça local em desfavor de  infrator que é investigado pela prática reiterada de crimes sexuais contra menores, dentre eles de um bebê de seis meses que veio a óbito neste município no dia 7 de abril deste ano.

A causa da morte da criança ainda está sendo analisada, mas após a realização de laudo pericial na vítima foi possível constatar a prática de crimes sexuais na mesma. Confirmando assim a suspeita inicial levantada pelo médio do hospital Municipal São Sebastião, para onde a criança foi socorrida naquela noite.

Segundo a investigação, outras vítimas também relataram ter sido abusadas pelo infrator, razão pela qual a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva do suspeito, como forma de gataria da ordem pública.
O autor foi preso e permanecerá à disposição da Justiça aguardando julgamento.



Fonte: Polícia Civil de Pedra Branca

Estudo aponta potencial de geração eólica no mar do Ceará

Antiga demanda do setor de energia do Ceará e um dos principais gargalos para a atração de investimentos, a atualização do atlas eólico e solar está em fase final de conclusão e deverá ser lançado até a primeira quinzena de julho. No entanto, os principais pontos do estudo, que indica as áreas com maior potencial de geração, foram apresentados durante o congresso Brazil Windpower, maior evento de energia eólica da América Latina, realizado em São Paulo de 28 de maio até hoje.

Entre as principais novidades trazidas pelo novo atlas eólico e solar do Estado, que era aguardado há mais de uma década, estão os estudos sobre o potencial eólico offshore (para parques instalados no leito do mar) e em áreas do interior do Estado, considerando o uso de torres eólicas de até 150 metros de altura.

O antigo atlas eólico cearense, feito no ano 2000, considerava torres de até 80 metros, o que acabou limitando a instalação de usinas no litoral, onde há condições favoráveis de vento mesmo em baixas alturas.

De acordo com Jurandir Picanço, presidente da Câmara Setorial de Energias Renováveis do Ceará e consultor de Energia da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), a área com potencial de geração no Estado aumenta significativamente com o uso de torres de até 150 metros de altura.

"O atlas foi atualizado para a tecnologia atual. Anteriormente, o potencial se concentrou no litoral. Agora temos a Chapada do Araripe, da Ibiapaba com um grande potencial", ele diz.
Sobre a possibilidade de construção de usinas offshore, Picanço diz que o novo levantamento revelou a possibilidade de geração eólica em uma área de 10 mil quilômetros quadrados, onde a profundidade vai até 20 metros. Se forem consideradas as regiões com até 50 metros, a área passa para 19 mil quilômetros quadrados.

"O Ceará é privilegiado não só pelos ventos, mas pela sua plataforma continental que é de baixa profundidade", aponta. Entre as vantagens da geração de energia no mar estão a velocidade e constância dos ventos nos diferentes horários do dia, diferentemente dos parques terrestres.

'Energia valiosa'
Um dos aspectos levantados pelo atlas, que coloca o Ceará em uma posição vantajosa em relação a outros estados, são os horários de pico na geração eólica. De acordo com o "estudo de variabilidade horária e mensal do recurso eólico", o Estado apresenta um potencial de geração nos horários de demanda superior a de estados como Rio Grande do Norte e Bahia.

"Nós confirmamos que a curva de geração eólica combinada no litoral e na Chapada da Ibiapaba acontece na hora da energia mais valiosa, que é no final da tarde e início da noite", avalia Adão Linhares, secretário Executivo de Energia e Telecomunicações da Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra). "Esse é o nosso diferencial. A energia do Ceará tem mais valor do que a de outros estados. O nosso pico de geração é no momento de maior demanda, enquanto nos estados vizinhos ocorre mais na madrugada", argumenta Linhares.

Geração solar
O atlas apresenta ainda o potencial de geração conjunta de energia eólica e solar, facilitando a conexão às linhas de transmissão. De acordo com o documento, somente o potencial de geração híbrida representa aproximadamente 50% de toda a oferta nacional dessas matrizes de energia no ano de 2017.

"O mapa mostra também as áreas degradadas do Estado, que não podem ser usadas pela agricultura, mas que podem ser usadas para a geração solar, por exemplo, nas regiões dos Inhamuns e médio Jaguaribe", aponta Jurandir Picanço. Nessas regiões, além dos altos níveis de radiação solar, o baixo preço dos terrenos contribui para a viabilidade de projetos no segmento.

Investimentos
Para Adão Linhares, com o novo mapeamento do potencial de geração do Estado, abre-se uma "avenida de oportunidades para investidores".

"A gente está mostrando tecnicamente números até conservadores. Podemos conjugar a geração eólica com solar, e ainda tem o offshore com uma viabilidade muito próxima do onshore (parques em terra)", diz Linhares. "Foi uma surpresa o tamanho do nosso offshore, e mostra que nós estamos preparados para gerar energia no mar".

Considerado o ponto de partida para os investidores, o atlas eólico e solar deverá facilitar a atração de investimentos para o Estado, diz Eduardo Neves, presidente da Agência do Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece).

"Vamos ter condições de mostrar para o investidor onde tem os melhores ventos, as melhores condições de radiação solar. Inclusive a questão ambiental vai estar no mapa", diz Neves. O atlas foi elaborado pela Adece em parceria com a Fiec e Sebrae Ceará.



Fonte: Diário do Nordeste


Pastor mata outro pastor durante briga por causa de bíblia em Pernambuco

Um pastor de uma igreja pentecostal matou outro pastor da mesma denominação com golpes de faca e pedra, na madrugada dessa quarta-feira, 29, em Timbaúba, Zona da Mata de Pernambuco. Após uma discussão por causa da bíblia, José Carlos da Silva, 54, deu facadas em Paulo Germano da Silva, 58. O autor do crime foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia do Município.

De acordo com a Polícia Militar, os dois estavam em um quarto, por trás da igreja pentecostal, que fica no Bairro Coronel Maranhão, quando iniciaram uma discussão relacionada à Bíblia. Durante o desentendimento, José Carlos pegou duas facas e golpeou o colega de congregação. A vítima ainda tentou correr, mas foi alcançada e levou pedradas.

Após a ação, José Carlos fugiu para a casa de uma irmã, onde poucas horas depois foi localizado e preso pela PM. Ele confessou que cometeu o homicídio.

Investigação

O caso foi registrado e será investigado pela 46ª Delegacia de Polícia de Timbaúba. O suspeito do crime será encaminhado para audiência de custódia no Fórum da cidade, onde será ouvido pelo juiz de Direito da Comarca de Timbaúba.

O corpo do pastor Paulo Germano da Silva foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, área central do Recife.



Fonte: O Povo Online




Pesquisa inédita sobre refugiados no Brasil revela boa formação escolar

A maioria dos refugiados no Brasil trabalha, tem nível de escolaridade acima da média brasileira e, apesar das dificuldades que enfrenta, buscaria mais uma vez o país, caso precisasse novamente de guarida. Muitos deles também manifestam que querem prosperar no país através do empreendedorismo. E, embora, por um lado, alguns tenham a alegria de estabelecer laços afetivos com brasileiros, por outro, uma parcela ainda sofre discriminação, ganha pouco e desconhece seus direitos.

Isso é o que revela o estudo Perfil Socioeconômico dos Refugiados no Brasil, que seria lançado ontem (30), na Universidade de Brasília (UnB), pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) e pela Cátedra Sérgio Vieira de Mello (CSVM), vinculada ao organismo. Ao longo de oito meses, os pesquisadores entrevistaram 487 pessoas nessa situação, que residem em oito estados brasileiros que absorvem 94% dos refugiados no país. As unidades federativas que concentram esse volume são: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Distrito Federal e Amazonas.

Do total de pessoas que participaram da consulta, 71% eram provenientes de quatro países: Síria (31,4%), República Democrática do Congo (23,8%), Angola (8,6%) e Colômbia (7,3%). Além disso, 404 entrevistados (83,1%) entraram no país depois de 2010. Como explica o Acnur, os venezuelanos não foram incluídos na pesquisa por não serem considerados refugiados pelas autoridades brasileiras. Quase um terço (28%) dos entrevistados não declarou gênero. Entre os que informaram, 48% são homens cisgênero e 23% mulheres.

No recorte do perfil educacional dos refugiados entrevistados, apenas 2,7% (13) não concluíram o ensino fundamental e 0,6% (3) são analfabetos. Observa-se, na outra ponta, que grande parte das pessoas que tem seu pedido de refúgio aceito pelo governo brasileiro possui alta qualificação. No total, 34,4% (166) concluíram o ensino superior ou mesmo chegaram a cursar uma pós-graduação, seja ela na forma de especialização, mestrado ou doutorado. Ao fazer uma comparação, o Acnur assinala que, entre brasileiros, 15 em cada 100 pessoas têm diploma universitário ou um título adicional, como o de especialista, mestre ou doutor. Quase metade dos entrevistados (49,6%) concluiu o ensino médio.

Apesar do nível elevado de formação do refugiado, o Acnur chama a atenção para a necessidade de as universidades federais públicas providenciarem a revalidação dos diplomas dos refugiados. Apenas 14 refugiados declararam ter seu diploma de graduação formalmente reconhecido no Brasil, o que pode caracterizar um impedimento para ter acesso a condições de vida melhores.

A falta de revalidação de diploma universitário pode explicar a distância que há entre a atividade profissional que desenvolvem e a sua formação ou habilidades. Dentre os entrevistados, 68,2% (315) não aproveitam suas aptidões ou técnicas que aprenderam nos atuais trabalhos. Do universo que respondeu a questão, apenas 31,8% (147) as empregam.

A pesquisa identificou que 57,5% (280) dos entrevistados trabalham, 19,5% (95) estão à procura de emprego e 5,7% (28) não estão empregados nem estão procurando emprego. Sobre esse aspecto, o Acnur escreve que, "no total, portanto, 123 entrevistados (25,2%) de nossa amostra estão fora do mercado de trabalho, um número bastante preocupante se lembrarmos que se trata de população muito vulnerável, obrigada a deixar seu país de origem em condições de grande fragilidade e que não está conseguindo gerar renda no país de destino".

Apesar de 92,2% dos refugiados falarem português, a falta de domínio do idioma foi citada 148 vezes como um obstáculo para entrar no mercado de trabalho. Já o fato de serem estrangeiros foi mencionado 99 vezes como um entrave para acesso ao mercado de trabalho.

A vontade de investir em um projeto empreendedor foi outro elemento trazido pela equipe de pesquisadores. Essa disposição foi afirmada por 79,3% dos entrevistados (386). Os impedimentos para empreender no país são a falta de recursos financeiros (302 dentre 386 informantes ou 78,2%), a falta de apoio técnico (24,3%) e o desconhecimento de procedimentos burocrático-legais sobre como abrir um negócio (19,7%).

Em um capítulo dedicado à descrição dos gastos domésticos e das condições de habitação dos refugiados, o Acnur informa que 79,5% dos entrevistados (314) têm renda familiar inferior a R$ 3 mil, sendo que 95 deles vivem com até R$ 1 mil. Hoje, o salário mínimo vigente no Brasil é de R$ 998.

Segundo o Acnur, dentre os entrevistados, 67% (314) afirmaram que seus proventos não cobrem as despesas correntes. Para 38,8% deles, a solução para a insuficiência de renda está em trabalhar mais. Outros 22% buscam reduzir os gastos com alimentação, como saída para o problema, enquanto 16,8% fazem compras ou pagamentos a crédito e 16,2% recorrem a empréstimos.

A exiguidade de dinheiro preocupa também por outro motivo: praticamente metade dos entrevistados (233 ou 49,9%) envia recursos a seus familiares ou, então, recebe deles, para poder sobreviver. O percentual maior é visto entre aqueles que dão uma contribuição (69,55% do total de 243) do que o registrado entre os que recebem dinheiro (24,3%).

Outra questão abordada no estudo diz respeito ao conhecimento que os refugiados detêm sobre seus direitos básicos. Pouco mais de um terço (33%) está "integrado juridicamente", por não saber quais são os direitos e deveres inerentes à sua condição de refugiados, e outro terço acentuou que não está perfeitamente inteirado do assunto.

Os serviços públicos de saúde, são os mais utilizados por 444 refugiados entrevistados (91% do total da amostra), acompanhados dos serviços educacionais (201 refugiados ou 41%). "Os serviços de assistência social são igualmente pouco acessados: apenas 93 refugiados (19% do total da amostra). Finalmente, 71 refugiados (14,6% do total da amostra) declaram acesso a algum tipo de serviço da Previdência (seguro-saúde; seguro-maternidade, etc.), número inferior mesmo àqueles que contribuem para a previdência social (34% de nossa amostra total)", adiciona a agência.

Também no âmbito da cidadania, 41% dos refugiados (200) relataram às equipes do trabalho de campo que já sofreram algum tipo de discriminação. O fato de ser estrangeiro foi o ponto mais citado como origem da hostilidade para 147 deles (73,5%).

A análise permitiu ainda que se observasse um conjunto de comportamentos ou percepções dos refugiados. Um exemplo diz respeito a relacionamentos amorosos. Descobriu-se pela pesquisa que a chegada a um novo país tem proporcionado a muitos deles a ampliação de experiências também no âmbito afetivo, já que a maioria mantem relacionamentos amorosos com brasileiros ou brasileiras.

No total, 20,55% (99) comunicaram ter vínculos dessa natureza – 62 namoravam ou estavam noivos e 25 se casaram com alguém do país. Isso se reflete também no percentual de refugiados que diz ter interesse em obter a nacionalidade brasileira (96,3%).

Para o Oficial de Meios de Vida do Acnur, Paulo Sergio Almeida, a pesquisa divulgada, ao repercutir informações como os 91% dos refugiados que revelam ter amigos brasileiros. "Os dados são muito importantes porque evidenciam o potencial que essas pessoas têm, tanto do ponto de vista educacional, da sua formação e sua experiência profissional, como do domínio de idioma e idade produtiva. Tudo converge para uma população que tem alto potencial de integração e contribuição ao próprio desenvolvimento. E isso se junta a uma questão de que é uma população que conseguiu estabelecer laços com a comunidade brasileira. A maioria relata que tem amigos, há casos de casamento, e se vê claramente que tem um processo em marcha, apesar de várias dificuldades que a pesquisa também aponta", diz.

"E isso se reflete no desejo de permanecer no Brasil. Ao investir sua vida aqui, ao ter uma caminhada no sentido de melhorar sua condição econômica, estabelecer relações sociais aqui. Isso me parece bastante importante", emenda.



Fonte: Agência Brasil

Mulher é morta dentro de sindicato de trabalhadores rurais no interior do Ceará

Uma mulher de 23 anos foi morta dentro do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de São João do Jaguaribe, no interior do Ceará, na manhã desta quarta-feira (29). Ela foi baleada quando ia buscar documentos para solicitar uma pensão. De acordo com a Polícia Civil, Tatiana Martes Freire foi executada por dois homens em uma moto.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a mulher foi surpreendida pelos dois suspeitos. Ao perceber a ação criminosa, a vítima correu para dentro do prédio, mas foi atingida por disparos.

"Ela foi pedir a pensão do filho de 4 meses. O pai dele morreu no ano passado e era agricultor", disse a mãe da vítima, Raimunda Freire. Tatiana tinha três filhos. Após receber a notícia da morte da filha, a mãe dela passou mal e foi levada por familiares para uma unidade hospitalar para ser medicada.

Após ser atendida, dona Raimunda conversou com o G1. Ela não soube informar o que teria motivado a execução da filha. "Não sei como foi. Só sei que foi muito tiro, muita bala no chão e ela morreu na hora", lamentou a mãe da vítima.

Em nota, a Federação dos Trabalhadores Rurais do Ceará (Fetraece) informou que foi comunicada pelo sindicato de São João do Jaguaribe que houve "um assassinato nas dependências da entidade". De acordo com a entidade, a polícia foi acionada logo após o crime. "Lamentamos o ocorrido e salientamos que o fato não tem nenhuma relação com o trabalho desenvolvido pelo movimento sindical", destacou.

Equipes da Delegacia Municipal de São João do Jaguaribe e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram ao local do crime e realizaram os primeiros levantamentos sobre o crime. 



Fonte: Quixeramobim Agora

TCE aprova contas de Camilo Santana, mas faz ressalvas e cobra informações

O Tribunal de Contas do Estado recomendou, nesta quinta-feira (30), a aprovação com ressalvas das contas do governador Camilo Santana (PT) referente ao ano de 2018. O relatório da conselheira Patrícia Saboya foi endossado pelos demais presentes com poucos questionamentos.

O parecer do Tribunal será enviado à Assembleia Legislativa do Ceará para ser votado pelos deputados estaduais, que têm a prerrogativa de aprovar ou reprovar as contas do governador.

Apesar da recomendação favorável, o plenário do TCE criticou aspectos da execução orçamentária do Estado em algumas áreas. Assim como nos últimos três anos, os conselheiros aprovaram recomendações para que Camilo execute gastos previstos na Constituição estadual.

Os técnicos do órgão identificaram, por exemplo, insuficiência no fomento às pesquisas científicas. O fato, que é recorrente nos últimos anos, foi questionado pela conselheira Soraia Victor. “É grave porque a gente vem afirmando isso. É necessário que se faça o que for possível fazer para realizar o atendimento das recomendações”.

Por outro lado, o conselheiro Ernesto Saboia fez críticas à determinação constitucional de execução mínima dos gastos. Alegando ser “absurda” a exigência, pontuou a queda na arrecadação como justificativa. “As receitas foram frustradas e as despesas também”.

Em 2018, das 68 recomendações feitas pelo TCE, apenas 13 foram atendidas pelo governador, segundo relatório apresentado por Saboya.

Desde sua fundação, no ano de 1935, o TCE jamais recomendou a desaprovação das contas de governo.



Fonte: G1 CE

Hospital realiza pela primeira vez no Ceará cirurgia em bebê ainda no útero

A Maternidade-Escola Assis Chateaubriand (MEAC), da Universidade Federal do Ceará (UFC), realizou no último domingo (26) a primeira cirurgia feita no estado do Ceará para corrigir uma má-formação congênita de um feto ainda dentro do útero da mãe.

No procedimento, a principal inovação na técnica utilizada é que ela é feita "a céu aberto", ou seja, os médicos colocam o útero da paciente para fora e fazem uma pequena incisão no órgão, através da qual operam a coluna do feto. Em seguida, fecham as incisões e o útero é inserido novamente no abdômen da mãe. A duração foi de 3 horas e 30 minutos. A gestação segue normalmente até o nascimento do bebê, geralmente prematuro.

A cirurgia foi coordenada pelos professores Edson Lucena e Herlânio Costa, da Faculdade de Medicina da UFC, e viabilizada com a vinda de quatro médicos de São Paulo: os neurocirurgiões Sérgio Cavalheiro e Italo Suriano, e os obstetras fetólogos Antonio Fernandes Moron e Maurício Barbosa.

Além deles, participaram também o neurocirurgião pediátrico Eduardo Jucá e a anestesiologista Fernanda Castro e equipe com mais de 20 profissionais.

Mais chances de sucesso
"O procedimento melhora o prognóstico dessas crianças no sentido motor, neurológico e no desenvolvimento em toda a sua vida, com menor taxa de hidrocefalia. Já há evidências científicas consistentes de que quando a cirurgia é realizada intra-útero o resultado neurológico é melhor do que a cirurgia pós-natal", explica o Professor Edson Lucena.

O professor Herlânio Costa ressalta a importância do diagnóstico precoce. Segundo ele, a cirurgia "a céu aberto", deve ser feita entre a 24ª e a 26ª semanas de gravidez "para que haja tempo de orientação adequada e preparo da paciente e a família possa tomar sua decisão". A mielomeningocele já pode ser cogitada no ultrassom morfológico de 1º trimestre, entre 11 e 14 semanas de gestação, e confirmada a partir da 15ª semana, em geral, no morfológico de 2º trimestre, de 18 a 24 semanas, conforme aponta o especialista.



Fonte: G1 CE

Receita Federal investiga banda Aviões por sonegação de R$ 50 milhões

A A3 Entretenimento, empresa responsável pela banda Aviões, é investigada pela Receita Federal por sonegar um total de R$ 50 milhões, entre 2014 e 2016. Documento obtido pelo G1 revela incompatibilidades entre transações bancárias feita pela empresa e o valor declarado à Receita Federal.

"De 2014 a 2016, verificaram-se que há indícios de omissão quando comparamos as receitas declaradas à Receita Federal com os créditos em bancos registrados", diz o documento. Em 2016, integrantes da banda tiveram de prestar depoimento à Polícia Federal por suspeita de fraude.

O documento da Receita Federal revela uma troca de e-mails entre A3 e Art Soluções, duas marcas do mesmo grupo empresarial, com informações sobre pagamentos de despesas da banca na época, que excedem os valores declarados ao órgão federal.

O dossiê registra também a convocação das empresas envolvidas para prestar esclarecimentos, assim como os cantores Xand Avião e Solange Almeida.

A Receita Federal informou que as "fiscalizações têm sido abertas, com a notificações de todos os envolvidos, por meios legais, mas que está impedida de confirmar a veracidade das informações por ter o dever de preservar o sigilo de todos", afirmou em nota.

"A divulgação de informações sobre o caso ocorrerá após o processo tornar-se público, ao final de decisão administrativa ou sentença judicial", conclui.

Procurada pela reportagem, a Art Solução não se manifestou até a publicação desta matéria.

A banda Aviões afirmou por meio de nota que a empresa já compareceu espontaneamente à Justiça e forneceu "todas as informações necessárias para a averiguação da contabilidade da empresa". Veja a nota na íntegra abaixo.

Desabafo de Solange Almeida
Nas redes sociais, a cantora Solange Almeida afirmou na tarde desta quinta (30) que o público "não tem ideia" do que ela passou quando era cantora da Aviões.

"Vocês não têm ideia de tudo que eu passei, mas uma hora vocês vão saber, porque eu, mais uma vez, pensei em sabe quem? Nos outros. Para não prejudicar famílias perfeitas, pessoas inidôneas, sinceras para o escândalo não ser bem maior do que o que está sendo", declarou.
Ela não deixou claro se o desabafo tem relação com a investigação da Receita Federal. Questionada pelo G1, a assessoria da cantora não se manifestou sobre o caso. Nesta quarta-feira (29), o G1 divulgou que Solange Almeida cobra R$ 5 milhões da banda Aviões na Justiça, correspondente a sua participação no grupo.

A banda também se posicionou sobre o pedido de indenização da Solange Almeida à empresa, e pontuou que é uma negociação judicial que será resolvida diante dos diretos de cada parte.

Veja nota completa da banda na íntegra:
A empresa Aviões do Forró esclarece por meio de nota que a "Ação de Prestação de Haveres" movida pela artista Solange Almeida é a via judicial adequada para a verificação e aferição de direitos e obrigações atribuíveis aos sócios que eventualmente se retiram das sociedades à qual integram.

Tal procedimento se encontra em fase de apresentação da contestação, onde serão fornecidos à justiça todos os documentos e elementos técnicos de suporte à definição de direitos e obrigações da sócia que se retirou, quer perante à sociedade, quer perante os sócios remanescentes.

O desfecho de tal procedimento depende de análises e definições periciais, por profissional indicado pela justiça. Sobre o procedimento fiscal deflagrado no ano de 2016, a empresa informa que já compareceu espontaneamente perante à autoridade fiscal e forneceu elementos contábeis necessários à aferição dos tributos devidos, tendo, inclusive, aderido ao REFIS - já consolidado, estando pagando pontual e regularmente tais obrigações.



Fonte: G1 CE


terça-feira, 28 de maio de 2019

MOMBAÇA: Homem é preso por posse ilegal de arma de fogo e favorecimento pessoal

Localidade: Distrito de Carnaúba, zona rural de Mombaça.

Delegado: Rodrigo Delamary

Ao longo deste dia 28/05/2019, equipe de policiais civis lotados na delegacia de Mombaça realizaram diligências no sentido de localizar e prender um homicida conhecido na cidade o qual possui mandado de prisão em seu desfavor.

Ao chegar no local onde o suspeito supostamente se encontrava, os policiais o avistaram adentrando à mata, saindo pelos fundos da casa, não sendo localizado em buscas realizadas no sítio. Indagado a respeito da situação, o morador, da residência,de iniciais A. V. da S., confessou estar dando guarida ao acusado. Na oportunidade, fora realizada vistoria no local, sendo encontradas duas espingardas e uma arma artesanal, além de pólvora e apetrechos para fabricação de munição.

Fora dada voz de prisão ao suspeito, sendo este encaminhado à Delegacia de Mombaça para a lavratura do procedimento flagrancial. As buscas pela captura do homicida continuam.


Solange Almeida processa a banda Aviões do Forró em R$ 5 milhões; entenda

A cantora Solange Almeida entrou na Justiça contra a banda “Aviões”  solicitando cota de participação de quando era sócia do grupo. O valor é orçado em R$ 5 milhões. O processo foi protocolado no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) em março deste ano.

Segundo petição ajuizada em Vara Cível na comarca de Fortaleza, Sol não recebeu valores correspondentes ao patrimônio total do grupo.

No processo, segundo os advogados de Solange, ela foi expulsa da banda sem acordo prévio. “Ocorre que em setembro de 2016 os sócios Carlinhos Aristides e Isaias CD – sem qualquer justificativa para tanto! – comunicaram a cantora Solange Almeida que a ‘banda’ não tinha mais interesse na sua permanência, como se isso fosse possível e que a mesma só era bem vinda até o término do carnaval de 2017, o que de fato se concretizou em 28/02/2017”.

Tutela de urgência

Ainda no documento, Solange  pediu que os bens como ônibus, valores bancários e empreendimentos fossem bloqueados para que garantissem a cota de direito.

Entretanto, o juíz responsável pela análise da tutela de urgência, indeferiu o pedido pelo fato de Solange ter entrado com o processo após dois anos da saída do grupo. A legislação não estipula prazo e a decisão de aceitar ou não o processo cabe ao entendimento do magistrado.

O processo está em fase de notificação das partes para apresentação de defesa. A reportagem entrou em contato com as assessorias dos envolvidos. Até a publicação desta notícia não obtivemos respostas.



Fonte: Diário do Nordeste

Após exposição sobre casamento gay, gerente do Centro Cultural Banco do Nordeste é afastado do cargo

O gerente executivo do Centro Cultural Banco do Nordeste em Fortaleza, Gildomar Marinho, foi afastado do cargo após a colocação de uma faixa em defesa do casamento gay. O material faz parte de uma instalação artística selecionada para a 70ª edição do Salão de Abril, promovido pela Prefeitura de Fortaleza.

A obra "O que pode um casamento (gay)?", de autoria de Eduardo Bruno e Waldírio Castro, contém memórias de uma série de performances que os artistas fizeram para o próprio casamento. A proposta era fazer da celebração um ato político e artístico.

Uma faixa com a inscrição "Em terra de homofóbicos casamento gay é arte" foi instalada na fachada do centro cultural, que pediu que os artistas retirassem da entrada do prédio após a abertura da mostra. Os artistas negaram e uma reunião foi marcada para encontrar uma solução para o caso.

Instalação apresentava performances que os artistas realizaram antes do próprio casamento
Antes do encontro acontecer, o centro cultural tomou a decisão de retirar o material da entrada sem o consentimento dos artistas e da curadoria. Nesta terça-feira (28), os autores decidiram retirar toda a obra do espaço e protestar pela atitude.

O Diário do Nordeste confirmou que, depois do caso, Gildomar Marinho foi retirado da gerência executiva do centro cultural e foi transferido para a gerência da célula de cultura do Banco do Nordeste.

"Ato de violência"

"Não faz sentido manter toda a obra em local onde parte dela foi violada. Pra gente, isso é uma violência, um ato de censura", afirma Eduardo Bruno, que classifica a ação como um ato de homofobia. "Eu não consigo ver outra justificativa para isso. Me pergunto se existe outra justificativa", diz.

O artista diz que não entende outro motivo para a decisão. "Era uma faixa, na parte de dentro, tinha um beijo gay, que hoje até novela mostra. Não tem discurso de ódio, não tem palavra de baixo calão, não tem pornografia", afirma.

Artistas retiraram a obra e acusam o centro de censura
Jacqueline Medeiros, uma das curadores do Salão de Abril, diz que a decisão foi do centro cultural e os organizadores não foram consultados. "Na verdade, toda a conversa foi com o artista. A gente só foi comunicado depois que retiraram a faixa", afirma a pesquisadora em artes.

A deputada Áurea Carolina, do Psol/MG requereu  esclarecimentos ao presidente do BNB acerca do cerceamento a exposição de arte do Centro Cultural Banco do Nordeste.

A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor), que organiza a mostra, lamentou o caso por meio de nota e disse que vai realocar a obra na Casa Barão de Camocim, que também integra a mostra.

Também em nota, o Banco do Nordeste admitiu que retirou a faixa na entrada do equipamento porque estaria "descaracterizando a fachada do prédio e comprometendo sua identidade visual".



Fonte: Diário do Nordeste

MOMBAÇA: Veja o resultado dos sorteados para dois cursos de extensão do IFCE-Campus Mombaça

Aconteceu na manhã desta terça-feira nas dependências do PROARES, o sorteio dos inscritos para os Cursos de Extensão: Informática Básica(20 vagas) e Noções Básicas de Assistente Administrativo(30 vagas) do IFCE – Instituto Federal do Ceará – Campus Mombaça.

O processo seletivo teve a frente à Servidora Municipal Gardênia Almeida Vieira, que foi escolhida como articuladora e colaboradora entre a Prefeitura Municipal e o Instituto Federal, a mesma foi responsável por fazer o sorteio(ao vivo – live facebook) juntamente com toda equipe de Coordenação do PROARES. 

Depois de três dias de inscrições, houveram no total 52 inscritos para Noções Básicas de Assistente Administrativo e 34 para Informática Básica. 
Cada curso possui carga horária de 40 horas, com duração estimada de 2 meses, durante o período de 04 de Junho até 06 de Agosto de 2019. Os cursistas matriculados frequentarão as aulas no PROARES todas as terça-feira de 18:00h as 22:10h. 

A matrícula se dará no primeiro dia de aula com a presença do aluno. Caso os cursistas sorteados não estejam presentes, perderão definitivamente a vaga e será sorteado outro inscrito para preencher a vaga remanescente. 

RESULTADO EDITAL Nº 01/2019 
CURSO DE NOÇÕES BÁSICAS DE ASSISTENTE ADMINISTRATIVO – IFCE













Leilão da Receita Federal tem até iPhones por R$ 500

A Receita Federal de São Paulo está com leilão de produtos apreendidos, entre eles, estão iPhones 5S a partir de R$ 500. O certame é válido para todos os brasileiros. Porém, a retirada do produto precisa ser na capital paulista. O pregão acontece no próximo dia 30, a partir das 11 horas.

A maioria dos produtos é voltada para pessoas jurídicas, mas alguns produtos, como os iPhones, podem ser disputados por pessoas físicas. Há outros iPhones mais novos na disputa. O iPhone 7 e o 7 Plus estão lá a partir de R$ 1.300. Também há Chromecasts, câmeras, drones DJI e switchs para redes.

Os produtos não têm garantia e é bom reforçar que não haverá envio para residência da pessoa. Os mesmos deverão realizar retirar em uma das unidades da Receita Federal em São Paulo onde os produtos estão armazenados.

Certificação digital
Para participar do leilão da Receita Federal é preciso fazer um cadastro no site do órgão e ter uma certificação digital para dar os lances.



Fonte: Diário do Nordeste

Operação Cronos II captura 44 suspeitos por homicídios e feminicídios no Ceará

Policiais civis do Ceará cumpriram, na manhã desta terça-feira (28), 44 mandados de prisão e apreensão contra suspeitos de homicídios e feminicídios e foragidos da Justiça. A operação denominada "Cronos II" ocorre em outros 20 estados e no Distrito Federal. Na primeira fase, em agosto de 2018, 97 pessoas foram capturadas pelos policiais civis no Estado.

Segundo Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o número de mandados cumpridos no Ceará é parcial, já que a operação ainda está em curso em todo o país. O trabalho deve ser encerrado por volta de 17h. Dos 44 capturados, dois são adolescentes e 42 adultos. Foram cumpridos 20 mandados por crimes de homicídio e feminicídios e 24 por crimes diversos no Ceará.

Participam da operação equipes dos departamento Técnico Operacional (DTO), de Polícia da Capital (DPC), de Polícia Metropolitana (DPM), de Polícia do Interior Norte (DPI Norte), de Polícia do Interior Sul (DPI Sul), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Polícia Especializada (DPE), de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) e de Inteligência Policial (DIP).

Com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), a operação é coordenada pelo Conselho Nacional de Chefes de Polícia Civil (CONCPC). O monitoramento da operação é realizado direto do Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN) do Ministério da Justiça e Segurança Pública, em Brasília (DF).

O nome da operação, segundo a Polícia Civil, remete ao tempo de vida da vítima, reduzido pelo autor do crime.

Veja estados onde os suspeitos são procurados:

Acre,
Alagoas,
Amapá,
Bahia,
Ceará,
Espírito Santo,
Goiás,
Maranhão,
Mato Grosso do Sul,
Mato Grosso,
Pará,
Pernambuco,
Piauí,
Rio de Janeiro,
Rio Grande do Norte,
Rondônia,
Roraima,
Rio Grande do Sul,
Santa Catarina,
Sergipe,
São Paulo e
Tocantins.



Fonte: Diário do Nordeste



Jovem que estava desaparecida em Fortaleza é encontrada em Chorozinho

A enfermeira Liana Maria Rodrigues Mesquita Barbosa, desaparecida na manhã da segunda-feira (27) após ir à Igreja de Fátima, em Fortaleza, foi encontrada no começo da tarde desta terça-feira (28) em Chorozinho, cidade distante 69 quilômetros da Capital.

Segundo uma parente, ela entrou em contato com o pai. Ela foi reconhecida num restaurante da cidade. De acordo com uma testemunha, ela entrou num restaurante, aparentando estar desorientada e pediu para ligar para a família.

Ainda não há informações sobre como ela foi parar em outra cidade. O pai e o marido da enfermeira foram buscá-la em Chorozinho com policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Liana Maria foi à igreja durante a manhã de segunda e de lá, segundo um primo dela, enviou uma foto para a família mostrando que estava no local.

Cerca de meia hora depois, ela não respondeu mais às mensagens enviadas e ligações para o celular dela, de acordo com Francisco Bruno Paulo Medeiros, primo dela.

O marido de Liana, Thiago Barbosa, registrou um Boletim de Ocorrência à noite e logo fotos da enfermeira informando sobre o desaparecimento viralizaram em redes sociais. 



Fonte: Diário do Nordeste