segunda-feira, 3 de junho de 2019

Neymar deleta vídeo em que afirmava inocência após acusação de estupro

O jogador de futebol da Seleção Brasileira e do Paris Saint-Germain (PSG), Neymar Jr., deletou de sua conta oficial no Instagram, na madrugada desta segunda-feira, 3, o vídeo em que se defendia da acusação de estupro registrada em um boletim de ocorrência na última sexta-feira. Nas imagens, o atleta negou o caso e expôs a suposta conversa que teve com a mulher que o denunciou.

Após a publicação, o jogador também passou a ser, além da acusação de estupro, investigado pela divulgação de fotos íntimas da mulher, que apareciam na conversa compartilhada. O jogador exibiu a conversa e afirmou que foi vítima de extorsão. “Foi uma armadilha e acabei caindo, mas que isso sirva de lição de hoje em diante”, disse.

Entenda o caso
Um boletim de ocorrência foi registrado em São Paulo na última sexta-feira, 31, acusando o jogador de estupro. A mulher que fez a denúncia alegou que o crime teria acontecido no dia 15 de maio em Paris, na França.

A autora da denúncia ainda disse que os dois se conheceram pelo Instagram e passaram a trocar mensagens. O jogador, então, convidou-a para visitar a capital francesa e a encontrou no Hotel Sofitel Paris Arc du Triomphe.

No encontro, Neymar, que estava “aparentemente embriagado”, tornou-se agressivo e “mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima”, conforme a denúncia.



Fonte: O Povo Online

0 comentários:

Postar um comentário