terça-feira, 2 de julho de 2019

" Todos os veículos estavam errados", diz DNIT sobre acidente fatal em Horizonte

O trecho da BR-116 no km 40, em Horizonte, na Região Metropolitana de Fortaleza, não teve culpa no acidente que vitimou duas pessoas na última quarta-feira (26). É o que alega a superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Ceará, Líris Silveira, em entrevista ao G1.

O acidente envolveu três veículos. Testemunhas disseram que o condutor de um caminhão bateu numa caminhonete; parou o veículo e, quando foi na traseira colocar uma sinalização, acabou atingido pelo ônibus, cujo motorista também morreu. Uma das hipóteses é que a presença de uma faixa de pedestres no local, com curvas próximas, tenha motivado a redução da velocidade dos veículos, e, consequentemente, as duas colisões.

“Conheço o trecho, e todos os veículos estavam errados porque o acidente ocorreu na faixa de ultrapassagem. O próprio nome já diz, ela não é para parar. Além disso, a velocidade permitida na via é de 60km/h. Será que eles estavam mesmo nesse limite, a ponto de não conseguirem frear?”, questiona a superintendente, lembrando que a responsabilidade sobre a velocidade é do condutor, mesmo que não haja fotossensor na região.

Silveira ressalta ainda que o trecho não possui buracos, “tem visibilidade excelente, sinalização ótima e é uma via duplicada”, com três faixas. “Ali é uma via urbana, e todo mundo sabe que é o pedestre quem tem prioridade”, defende em relação à localização da faixa para esse público. No entorno do local, há residências, igrejas e até uma creche.

A superintendente afirma que o caso do ônibus pode ser considerado ainda mais grave, já que, por estar transportando passageiros, deveria transitar “na primeira ou na segunda faixa”, e não naquela destinada à ultrapassagem. “Eximo qualquer responsabilidade da rodovia nesse acidente”, pontua.

Um dos passageiros do ônibus garantiu, no sábado (29), que o condutor do veículo não dirigia em alta velocidade, mas ficou sem entender porque ele não desviou do caminhão. Ele disse também que a colisão poderia ter sido evitada se o caminhão estivesse estacionado num lugar seguro e correto.



Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário