domingo, 18 de agosto de 2019

Cearense poderá comprar eletrodoméstico com 50% de desconto em campanha de consumo consciente

Geladeiras e aparelhos de ar-condicionado antigos poderão dar lugar a eletrodomésticos novos nos lares dos cearenses por meio do programa Luz Solidária, a partir da próxima segunda-feira (19). Em sua 10ª edição, a iniciativa da Enel Distribuição permite ao consumidor efetuar a troca entregando o eletrodoméstico velho e pagando 50% do valor do produto novo, enquanto os outros 50% serão pagos pela empresa de energia. De acordo com a Enel, são disponibilizados no Estado cerca de R$ 3 milhões em descontos.

Os produtos com desconto poderão ser adquiridos em uma das unidades das lojas credenciadas ao programa (Macavi ou Liliane), até que o projeto atinja o valor total do desconto disponibilizado. Segundo a Enel Distribuição Ceará, a ideia estimula a cultura do consumo consciente ao proporcionar a troca de eletrodomésticos menos eficientes por produtos mais eficientes quanto ao consumo de energia elétrica.

O programa Luz Solidária também viabiliza projetos sociais voltados para a geração de renda, capacitação, meio ambiente e direitos humanos, já que, de 50% do valor pago pelo consumidor para a troca do eletrodoméstico, 5% são destinados à uma instituição apoiada pela empresa. No Ceará, os projetos selecionados receberão, juntos, cerca de R$ 300 mil em doações.

"Se a pessoa comprar um eletrodoméstico, só vai pagar a metade do preço. A pessoa só ganhará 50% de desconto porque, no ato da compra, estará ajudando um projeto social. Qualquer cliente residencial que esteja adimplente e com fornecimento regular de energia pode participar, não só os que são baixa renda", afirma o gerente de Eficiência Energética da Enel Brasil, Odailton Arruda.

Requisitos
Para participar do programa, o consumidor deve ser cliente residencial adimplente e com fornecimento regular de energia e possuir equipamento ineficiente para troca, compatível com o novo, além de permitir a visita de técnico da distribuidora, se for escolhido, para medição do aparelho velho.

O interessado deve se dirigir a uma das lojas Macavi ou Liliane credenciadas, escolher o eletrodoméstico com o selo Procel, fazer a doação para um dos projetos sociais e solicitar o desconto, que vale para compras à vista ou parceladas. O equipamento antigo entregue pelo consumidor será reciclado, de acordo com a Enel.

Desde a sua criação, em dezembro de 2009, o programa Luz Solidária Enel já viabilizou a troca de mais de 76 mil eletrodomésticos, concedeu aproximadamente R$ 62 milhões de bônus aos clientes residenciais e cerca R$ 9,4 milhões em doações a 276 projetos no Ceará, em Goiás e no Rio de Janeiro. O Luz Solidária Enel também está sendo desenvolvido pela empresa nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Goiás.



Fonte: G1 CE

0 comentários:

Postar um comentário