segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Câmara cassa prefeito de Uruburetama, acusado de estuprar pacientes

A Câmara de Uruburetama, no Ceará, cassou por unanimidade, nesta segunda-feira (28), o mandato do prefeito do município, José Hilson Paiva. Os 11 vereadores da cidade votaram pela cassação. O prefeito afastado, que também é médico, está preso desde 19 de julho, acusado de estuprar pacientes durante atendimento ginecológico. Os crimes ocorreram durante décadas, segundo as denúncias.

O G1 teve acesso a vídeos gravados pelo próprio prefeito atendendo a pacientes. Especialistas que assistiram aos vídeos afirmam que em nenhum momento Hilson Paiva realizou um atendimento ginecológico. "Trata-se de um monstro", e as imagens "demonstram claramente um estupro da paciente", avaliam profissionais da Associação Médica Brasileira.

"Nunca tinha ido em consulta nenhuma. Não sabia como funcionava. Se ele estava dizendo que era daquela maneira, eu tinha que acreditar", relata uma mulher que diz ter sido abusada por Hilson de Paiva e que não quer se identificar.

O advogado do prefeito, Eugênio Vasques, afirmou que a sessão da Câmara que cassou José Hilton é inválida por ter ocorrido menos de 24 horas úteis após a notificação da defesa. O comunicado foi feito na noite de sexta-feira, e a sessão ocorreu no início da tarde desta segunda.


(G1 CE)

0 comentários:

Postar um comentário