quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Servidora pública é presa após cobrar R$ 300 para manter moradores no cadastro do Bolsa Família

Uma servidora municipal foi presa em flagrante nesta terça-feira (12) por cobrar R$ 300 para manter moradores do município de São Benedito, cidade a cerca de 325 km de Fortaleza, no cadastro do programa federal “Bolsa Família”. O caso foi denunciado à Promotoria de Justiça da cidade.

A servidora trabalhava no Centro de Referência de Assistência Social I (Cras) no Bairro Monsenhor Otalício. Após a denúncia, um representante do Ministério Público do Ceará (MPCE) foi ao local e presenciou o crime. De acordo com o órgão, a vítima entregou um embrulho para a suspeita e foi verificado que nele havia a quantia de R$ R$ 300.

A mulher foi presa e autuada em flagrante pelo crime de corrupção passiva, presente no artigo 317 do Código Penal. A pena prevista é reclusão de até dois anos e multa.

A Prefeitura de São Benedito divulgou uma nota de esclarecimento em suas redes sociais e informou que, após o ocorrido, está procurando apurar os fatos e aplicar, no que couber, as penalidades previstas em lei.


(G1 CE)


0 comentários:

Postar um comentário