ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

quinta-feira, 9 de julho de 2020

Câmara aprova prioridade para mulher chefe de família em auxílio emergencial

Os senadores aprovaram hoje projeto de lei que prioriza as mães chefes de família no recebimento do auxílio emergencial, em cota dupla, quando há informações conflitantes sobre a guarda dos filhos. 
Assim, quando o pai também se declarar responsável pelos dependentes a prioridade será das mães. 

O auxílio emergencial é pago em valor dobrado, de R$ 1.200, para as chefes de família monoparentais, quando os filhos são criados só pela mãe ou só pelo pai. A relatora da proposta, senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), manteve o texto vindo da Câmara e apenas acatou emenda de redação.

Em seu relatório, Rose menciona que são "numerosos os relatos de mães e filhos que se encontram desamparados, porque o pai - por exemplo, um ex-cônjuge - foi quem sacou os recursos" do governo. O projeto foi aprovado em votação simbólica e segue agora para a sanção presidencial. 


(UOL)



Nascidos em abril podem sacar primeira parcela de auxílio hoje

Cerca de 400 mil beneficiários do auxílio emergencial, contemplados no terceiro lote do benefício, podem sacar hoje (9) os recursos da primeira parcela. O saque está liberado para os nascidos em abril.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19. A liberação do saque e a transferência da poupança social da Caixa para outros bancos estão sendo feitas de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas.

O calendário de saque segue o seguinte cronograma: segunda-feira (6) foi a vez dos nascidos em janeiro; terça-feira (7), nascidos em fevereiro, quarta-feira (8), nascidos em março; na quinta-feira (9), nascidos em abril; na sexta-feira (10), nascidos em maio; no sábado (11), nascidos em junho; na segunda (13), nascidos em julho; na terça-feira (14), nascidos em agosto; na quarta-feira (15), nascidos em setembro; na quinta-feira (16), nascidos em outubro; na sexta-feira (17), nascidos em novembro; e no sábado (18), nascidos em dezembro. No total, o saque será liberado para cerca de 4,8 milhões de pessoas.


(CN7)



Oito a cada dez pacientes com Covid-19 no Ceará se recuperaram da doença

Já são quase quatro meses da pandemia de Covid-19 no Ceará, mais de 129 mil casos confirmados e 6,6 mil vidas perdidas. O luto por tantas histórias interrompidas mistura-se, contudo, à esperança: em todo o estado, 102.145 pacientes já se recuperaram da doença, com ou sem sequelas, conforme dados do Integra SUS, da Secretaria da Saúde (Sesa).

O maior número de casos se concentra na faixa etária de 30 a 39 anos de idade, com mais de 27 mil confirmações. Em se tratando de recuperação, os mais jovens são os que inflam os números: mais de 21 mil curas foram registradas entre pacientes de 25 a 34 anos. É a maior proporção de recuperados, correspondendo a 84,8% dos casos confirmados nesta faixa etária.

Apesar de terem sido registrados casos graves e contabilizadas 20 mortes por Covid-19 entre as crianças, pequenos de 0 a 9 anos de idade integram a faixa etária com menor número de confirmações, cerca de 3,6 mil.

No extremo oposto das fases da vida, os idosos de 80 anos ou mais têm a menor taxa de recuperação: a cada dez casos, menos de seis evoluem para cura. No total, foram confirmadas 6.271 infecções e 3.621 (58%) recuperações entre eles. Os recortes foram extraídos do IntegraSUS, com dados até as 8h58 da última quarta-feira (8), primeira atualização diária disponibilizada pela Sesa.

Influência
A infectologista Melissa Medeiros, que trabalha no Hospital São José de Doenças Infecciosas (HSJ), em Fortaleza, afirma que além da gravidade do quadro, a idade dos pacientes tem "grande influência" na taxa de recuperação e na permanência ou não de sequelas.

“Geralmente, os mais jovens têm quadros mais leves. Jovens que têm casos mais complicados, em geral, tinham alguma comorbidade. E mesmo assim, justamente por serem jovens, se recuperam mais rápido. A dificuldade é entre os idosos”, pontua.

De fato, a porcentagem de cearenses recuperados diminui conforme o avanço da idade. Em média, 82,4% dos pacientes até 59 anos conseguem evoluir para cura ou ter alta hospitalar após internação por Covid-19. Já entre as pessoas com 60 anos ou mais, a média de recuperação cai para 69,8%, se comparados os números de casos confirmados e recuperados. Apesar disso, mais de 19 mil idosos no Estado já foram curados da doença.

Seguindo contra o fluxo negativo dos números, Antônia Cavalcante, 63; Fátima Cavalcante, 70; e Nilza Cavalcante, 95, constam entre os idosos recuperados do novo coronavírus em Fortaleza. As três, que pertencem a uma família na qual 17 pessoas contraíram a doença, manifestaram a forma mais grave da virose e foram internadas, assim como José Almir, 55, e Amanda Cavalcante, 25.

A mais velha entre eles, Nilza foi, inclusive, a 799ª paciente a ter alta no Hospital de Campanha Presidente Vargas, após receber os primeiros cuidados na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Itaperi. Segundo a sobrinha dela, Rayssa Alencar, 31, “toda a família está bem”, depois do susto nos meses de maio e junho, quando dez familiares testaram positivo para a Covid-19 e outros sete manifestaram sintomas típicos.

Problemas respiratórios
Na casa de Margarida Melo, 39, os dois filhos – Ana Lívia, 9, e Carlos Eduardo, 12 – foram acometidos pela Covid-19. Os pequenos contraíram a doença durante viagem aos Estados Unidos, onde apareceram os primeiros sintomas: febre, tosse e dor de garganta na mais nova; dor de cabeça e tosse no mais velho. Já de volta ao Brasil, mesmo com a saúde aparentemente restaurada, a família realizou exame para detectar a doença, e ambas as crianças testaram positivo no dia 23 de março.

"Primeiro, achei que fosse só mesmo a mudança de temperatura, mas depois meu filho também teve sintomas”, relembra. Segundo a administradora hospitalar, os filhos, ela e o marido permaneceram de quarentena, mas os adultos não foram infectados. “Eles tiveram os sintomas por uns três dias, mas mesmo assim nos isolamos. Graças a Deus, foi bem leve, e eles estão super bem, hoje”, relata.

A ausência de sequelas é favorecida pelo sistema imunológico ainda jovem, do qual a empresária Magda Helena, 39, sente falta. Uma das primeiras pacientes confirmadas com o novo coronavírus no Ceará, Magda foi diagnosticada na primeira quinzena de março, e afirma ter tido “um dos quadros mais graves” da doença. Apesar disso, por não pertencer a nenhum grupo de risco, ela não foi hospitalizada.

“Sentia uma falta de ar no nível de não conseguir levantar pra ir ao banheiro. Não tinha como fazer minha própria comida, fiquei completamente incapacitada, e morava sozinha. Tive febre por quatro dias, muita tosse, perdi o paladar, o olfato, e sentia muita fraqueza. Foi bem forte nos primeiros 14 dias, e nos outros 14 eu não tinha energia pra nada”, relembra Magda, contabilizando 28 dias do primeiro sintoma até a recuperação.

Ao contrário dos pequenos Lívia e Eduardo, a empresária sente ainda não ter recobrado a capacidade respiratória de forma plena. “Tô esperando passar a quarentena pra marcar consulta com um pneumologista e ver se tive alguma sequela nos pulmões. Fico cansada muito fácil. Sou palestrante e falava muito, participo de grupo de coral, mas hoje em dia, se falar um pouco mais, sinto falta de ar”, lamenta Magda, que chegou a fazer exercícios respiratórios por conta própria.


(GI CE)

Garotas desaparecidas em Iguatu foram sequestradas a mando de ex-namorado de uma delas

As três jovens que desapareceram após saírem de casa para fazer uma caminhada no município de Iguatu, interior do Ceará, foram sequestradas a mando do ex-namorado de uma delas, nesta terça-feira (7), conforme investigações iniciais. As vítimas só foram encontradas na manhã desta quarta-feira (8), após buscas das polícias Militar e Civil do Ceará, do Conselho Tutelar e do Corpo de Bombeiros. O mandante do crime e outros dois cúmplices foram capturados.

As vítimas são duas irmãs de 19 e 14 anos de idade e uma prima delas de 16 anos. De acordo com o delegado Marcos Sandro Lira, da Delegacia Regional de Iguatu, o ex-namorado da garota de 19 anos contratou uma pessoa para matar a jovem. Ao sequestrar as três garotas, os suspeitos planejavam pedir um valor de resgate pelas outras duas adolescentes, informou o delegado.

O homem que mataria a mais velha, contudo, desistiu do crime e liberou as jovens, como aponta a polícia. "As vítimas foram liberadas pelo próprio homem suspeito de tê-las sequestrado. Em depoimento, ele afirmou ter desistido de cometer o crime após sentir pena ao perceber que uma das meninas se parecia com uma irmã dele", contou o delegado Marcos Sandro.

Antes das três serem encontradas, o ex-namorado de uma delas e suposto mandante do crime se apresentou na Delegacia Regional de Iguatu e relatou que não estava envolvido no desaparecimento. Segundo familiares, o casal havia terminado o relacionamento em fevereiro deste ano.

No local onde as vítimas haviam sido vistas pela última vez, uma motocicleta abandonada, com registro de São Paulo, foi apreendida pela polícia.

A mãe de duas garotas disse em depoimento à polícia que ouviu um grito vindo da direção onde as meninas estavam quando foram fazer a caminhada. "Eu esperei elas chegarem e elas não chegaram. Quando meu esposo voltou para casa começamos a ligar para todo mundo. Meu marido passou pelas meninas no caminho de volta. Eu creio que foi por maldade, intenção de coisas más com elas", comentou a mulher.

As buscas pelas meninas também contaram com ajuda de voluntários da região. Ainda não há detalhes sobre em qual estado as vítimas foram resgatadas, apenas informação de que uma delas apareceu com arranhões nas pernas.


(G1 CE)

quarta-feira, 8 de julho de 2020

MOMBAÇA: Polícia civil realiza apreensão de armamentos na Zona Rural

Trabalho investigativo da Policia Civil de Mombaça ao longo desta quarta-feira, dia 08/07/2020 apreende uma ESPINGARDA CALIBRE DOZE COM NUMERAÇÃO RASPADA COM RESPECTIVA  MUNIÇÃO DEFLAGRADA e um REVOLVER CALIBRE 38. 

Em diligências no distrito de Boa Vista, policiais civis puderam localizar o citado armamento, o qual estaria constantemente sendo utilizado na realização de disparos naquela localidade, intimidando e atemorizando a população local.

O responsável pela espingarda ja foi identificado e responderá pelo crime de posse ilegal de arma de fogo equiparada a uso restrito e disparo de arma de fogo. 

O possuidor do revolver, sendo identificado, responderá pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.


DENUNCIE! A POLÍCIA CIVIL GARANTE O TOTAL SIGILO DAS INFORMAÇÕES

Telefones:
FIXO: (88) 35833435
WHATSAPP (85) 997777817


terça-feira, 7 de julho de 2020

Município de Acopiara apresenta estabilidade no número de casos de covid-19

Os dados da plataforma IntegraSUS, atualizados às 19h59 desta segunda-feira (6) pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), mostra uma estabilidade no número de casos confirmados de Covid-19 nos últimos dias em Acopiara. Segundo a Secretaria da Saúde do Estado o município apresenta 304 casos com 215 pacientes recuperados.

Os dados da Prefeitura (abaixo), mostra 300 casos confirmados, com 204 alta médica e 18 óbitos.

O número de testagem é considerável, ultrapassando os 900 testes o que ajuda bastante nessas estatísticas:




Cavalo é encontrado com tornozeleira eletrônica em Iguatu

Um cavalo foi encontrado com tornozeleira eletrônica em Iguatu na noite de ontem (6). A cena foi flagrada pela Polícia Militar. O animal foi visto no Bairro Vila Neuma.

O número de série do equipamento foi identificado. Os militares fizeram a condução do animal ainda com equipamento acoplado à Delegacia Regional de Polícia Civil.

O detento responsável pelo equipamento deve perder o benefício de cumprimento da pena em regime semiaberto. O nome dele ainda não foi divulgado.


(CN7)


Mortes por meningite reduziram 75% no Ceará em comparação com 2019

No Ceará, foram registradas 6 mortes por meningite na 22ª Semana Epidemiológica, até dia 30 de maio deste ano, reduzindo em 75% em comparação a 2019, quando foram contabilizados 24 óbitos. Ao todo, o Estado teve 105 ocorrências pela doença neste ano, com maior incidências da meningite viral, com 38 casos, e da meningocócica, com 15, representando respectivamente 36,2% e 14,3% do total.

Em 2019, no mesmo período, 236 casos foram confirmados, conforme boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Da mesma forma que neste ano, as meningites virais e meningocócicas tiveram maior incidência, com 95 e 28 casos, equivalente a 40,3% e 11,9%. Em relação aos óbitos, a meningite meningocócica teve 10 mortes nos 28 casos, registrando letalidade de 35,7%.

Em comparação a 2020, as ocorrências totais tiveram redução de 55,5%, saindo de 236 para apenas 105.

De acordo com a Sesa, os dados de 2020 ainda podem sofrer mudanças caso haja notificações dos municípios e unidades. Após isso, mais 15 dias, no mínimo, são necessários para atualização do sistema.

A pasta estadual ainda menciona uma possibilidade das quedas de notificações da meningite relacionadas à pandemia do novo coronavírus.

“Seria o fato de estarmos falando de um acometimento que em sua grande maioria é ocasionado por infecções de transmissão respiratória. Ou seja, as mesmas medidas adotadas para a redução da transmissão de Covid-19 são medidas simples (como lavar as mãos, manter ambientes limpos e arejados, evitar aglomerações), que também podem evitar a propagação de vários outros patógenos, como os que causam meningite, podendo assim influenciar na redução na incidência da doença”.

Letalidade
Ano passado, as maiores taxas de letalidade ocorreram com as faixas etárias de 60 anos e mais, com 20%, assim como de 40 a 49 anos, com 18,2%. Enquanto, em número bruto, os maiores índices de casos foram registrados nas faixas etárias de 20 a 29 anos, assim como de 30 a 39 anos, ambos com 37 confirmações da doença.

Em 2020, a maior quantidade de casos ocorreu com a faixa etária de 40 a 49 anos, tendo 23 registros, seguido logo após pelo grupo de 30 a 39 anos, com 21 casos. Dos dois, somente o segundo apresentou morte, com um caso.

A taxa de letalidade, nesse mesmo período, foi maior no grupo de 15 a 19 anos, com 25%. Dos 4 casos registrados, 1 resultou em morte.

Contudo, conforme a Sesa, “qualquer pessoa está sujeita a ter a doença”. “Porém, as pessoas que não foram vacinadas, crianças menores de um ano de vida, os adolescentes e os idosos apresentam maiores chances de contraírem a doença. Dependendo do tipo de agente etiológico causador da meningite, o diagnóstico precoce e a instituição do tratamento adequado é primordial para minimizar as chances do doente ir a óbito. Ou seja, diagnóstico precoce salva vidas”.

Casos no interior
Em 2019, casos de meningite foram confirmados em 65 dos 185 municípios cearenses, representando 35,3%. Do total, apenas 13 tiveram registro de óbitos, equivalente a uma taxa de 7,1%.

Já neste ano, houve uma redução de 38,5% na quantidade de cidades com casos confirmados, tendo somente em 40 das cidades, equivalente a 21,7%. As mortes só foram registradas em 3 dos municípios, representando menos de 2% do total.

Em municípios como Poranga, Guaraciaba do Norte, São Benedito, Ubajara, Tianguá e Parambu, localizados a oeste do Estado, que tiveram ao menos uma ocorrência da doença no ano passado, não houve nenhum registro nessas localidades em 2020.

Vacinação
Para combater a meningite no Brasil, a vacina Meningocócica ACWY foi incorporada ao calendário nacional de vacinação neste ano, com indicação para adolescentes na faixa etária de 11 e 12 anos.

Em 2019, o boletim afirma que as vacinas CV ficaram abaixo da meta em alguns municípios do Estado, em decorrência do desabastecimento a nível nacional da vacina Pentavalente e do processo de integração entre as bases de dados para registro da vacinação.


(G1 CE)

segunda-feira, 6 de julho de 2020

Ceará tem precipitações em cerca de 50 municípios em 24 horas

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuvas em cerca de 50 municípios no que se refere ao intervalo entre as 7h deste domingo (5) e as 7h desta segunda-feira (6).

Os maiores acumulados ocorreram em macrorregiões próximo ao litoral, conforme cenário previsto pela Funceme no fim de semana quando alertou sobre a aproximação de áreas de instabilidade que se formaram sobre o oceano Atlântico.

A maior precipitação do intervalo de 24 horas foi em São Gonçalo do Amarante. Com 185 milímetros, o registro foi ainda o mais expressivo do município em 2020. Veja os demais:

Paracuru (Posto Jardim do Meio): 106,0 mm
Caucaia (Posto Caucaia – Sede): 72,8 mm
Paracuru (Posto Paracuru – Sede): 70,9 mm
Fortaleza (Posto Fund. Maria Nilva – Água Fria): 43,6 mm
São Gonçalo do Amarante (Posto S. Gonçalo do Amarante – Sede): 38 mm
Iracema (Posto Ac. St. Antônio Bastiões): 38 mm
Santa Quitéria (Posto Raimundo Martins): 36,6 mm
Boa Viagem (Posto Serra da Guia): 35 mm
Quixeramobim (Posto Assentamento Novo Canaã): 34 mm


(Funceme)

Estudantes com Fies podem suspender parcelas a partir desta segunda-feira

Estudantes que contrataram Financiamento Estudantil (Fies) por meio do Banco do Brasil (BB) ou da Caixa Econômica Federal podem requerer a suspensão do pagamento de até quatro parcelas a partir de hoje (6). A manifestação pode ser feita pelo app BB ou pelo site do financiamento da Caixa. A medida vale para clientes em situação de adimplência com seus contratos, antes do dia 20 de março, data em que foi decretado o estado de calamidade pública no país.

A opção de suspensão pode ser feita por meio do aplicativo do BB. Para isso, o cliente precisa acessar sua conta (efetuar login), clicar no Menu, em seguida em Solução de Dívidas e selecionar Suspensão FIES.

No caso da Caixa, basta o estudante acessar a página, fazer o login e acessar a opção Contrato FIES, Contrato e em seguida selecionar Pausar Contrato, aceitar o temo de compromisso e clicar em Solicitar Pausa.

Segundo o BB, a solicitação será efetivada de forma simples, sem assinatura de termo aditivo e sem necessidade da presença do fiador em qualquer dependência do banco. No entanto, são obrigatórias a ciência e a concordância do estudante para as condições de pausa e, consequentemente, para os reflexos no contrato de financiamento.

Caso o estudante não tenha acesso ao mobile, ele pode solicitar a suspensão nas agências do BB. Para o atendimento presencial, diz o BB, deve ser observado o contingenciamento adotado pelo sistema bancário por conta da pandemia do novo coronavírus e das recomendações da Organização Mundial da Saúde.

Condições
As condições para a suspensão obedecem ao estabelecido na Lei nº 13.998/2020 e na Resolução nº 38/2020, ambas publicadas em maio pelo Ministério da Educação. O pedido pode abranger até quatro parcelas, observada a fase do contrato de cada estudante financiado, de acordo com a legislação vigente:

Contratos em fase de utilização ou carência: a suspensão alcançará até duas parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato do estudante financiado, nos termos e condições contratados. Essa medida é válida para contratos formalizados até o 2º semestre de 2017.
Contratos em fase de amortização: a suspensão alcançará até quatro parcelas, que serão incorporadas ao saldo devedor do contrato do estudante financiado, nos termos e condições contratados. Nesse caso, o período das parcelas suspensas será acrescentado ao vencimento final do contrato.

Está prevista a incidência de juros contratuais sobre as parcelas suspensas, os quais serão contabilizados no saldo devedor do contrato do estudante. A adesão às novas condições pode ser registrada até o dia 31 de dezembro deste ano.

Para tirar dúvidas, os clientes podem acessar as soluções digitais do BB, como o aplicativo BB (smartphone), o portal, além do WhatsApp (61) 4004-0001, da Central de Atendimento BB (0800-729-0001) e das redes sociais (Facebook, Instagram, Twitter e Linkedin).

No caso da Caixa, os estudantes podem acessar a página www.caixa.gov.br/fies ou ligar para a central 3004-1104, para capitais, e demais regiões pelo 0800 726 0104.





MOMBAÇA: Prisão por posse ilegal de arma de fogo e ameaça

NATUREZA DA OCORRÊNCIA:
- Art 12 - Posse Ilegal de Arma de Fogo
- Art 147- Ameaça

EQUIPE: 
RAIO 01

EQUIPE DE APOIO:
POG - VTR 13053

LOCAL DA OCORRÊNCIA:
- Sitio Sao Pedro - Distrito de Morada Nova - Mombaça.

DESCRIÇÃO DA OCORRÊNCIA
No dia 04/07/2020 por volta das 15h00min, a equipe recebeu uma denuncia via telefone, que o denunciante estaria sendo ameaçado por dois indivíduos, na localidade  de Umari- Mombaça-Ce. A equipe deslocou-se até o local afim de identificar a veracidade da denuncia. Após localizarem a vitima, o mesmo confirmou que foram dois homens em sua residência e com arma em punho o ameaçaram.  A equipe realizou diligências a fim de encontrar os acusados que foram localizados no Sítio São Pedro. Ao serem questionados à respeito da denúncia, o maior de 37 anos confirmou que esteve com seu irmão, menor de 17 anos, no endereço citado anteriormente e que a arma estava escondida no mato. Após mostrar o local exato de onde se encontrava a arma a equipe localizou a busca e encontrou 01  Revólver Taurus, cal. 38 , numeração de série 256804, capacidade para 6 tiros. Diante dos fatos foi dado voz de prisão a ambos e juntamente com a vítima foram encaminhados a Delegacia Regional de Polícia Civil de Senador Pompeu para serem tomadas as devidas providências.

ACUSADOS
- G. S. L., 37
- T. S.  L., 17  

MATERIAL APREENDIDO
- 01 Revólver Taurus Cal. 38, n° 256804 

DELEGACIA
- Delegacia Regional de Senador Pompeu


Musa Mombaça On-line Julho/2020

Musa Mombaça On-line Julho/2020 

Musa Mombaça On-line Julho/2020

Model: fotográfico/ passarela 
Instagram: @marialuisa_mirandaa
Nome: Maria Luisa 
Idade: 15 anos 
Altura: 1,63
Busto: 82 cm
Quadril: 95 cm
Cintura: 70 cm
#MusaOnlineJulho2020
#MusaMombacaOnline
#gigipromotermodaseeventos
#sessoesdefotoscomgigipromoter 
Parceria e trabalhos por direct
@gigipromoter_
Contato
‪(88) 98157-7676‬(Whatsapp )

sexta-feira, 3 de julho de 2020

MOMBAÇA: Com mais de 500 casos confirmados de covid e 22 óbitos, situação fica preocupante

Em um novo boletim diário divulgado na noite desta sexta (03), os casos confirmados de corona vírus em nosso município saltaram para 531 e os óbitos já chegam a 22. 

O fato além de ser preocupante se dá por conta dos testes que estão sendo realizados com mais frequência, sendo assim, quanto mais testes feitos, mais chances de diagnósticos positivos.

Ainda segundo agentes que estão à frente do combate ao covid, a melhor alternativa continua sendo o isolamento social, além dos cuidados básicos como a higiene pessoal.

Esperamos que nas próximas semanas, esses números venham a cair gradativamente. O que nos resta agora é fazer nossa parte como cidadãos!

FIQUE EM CASA!




MOMBAÇA: Prisão por posse ilegal de arma de fogo

NATUREZA DA OCORRÊNCIA:
- Art 12 - Posse Ilegal de Arma de Fogo

EQUIPE: 
VTRA  050

LOCAL DA OCORRÊNCIA
- Distrito de Morada Nova, Zona Rural de Mombaça.

DESCRIÇÃO DA OCORRÊNCIA
No dia 02/07/2020 por volta das 12h00min, a equipe da VTRA 050 fazia o patrulhamento de rotina na cidade de Mombaça, quando receberam uma denuncia anônima informando que o senhor G. S. L.  estava portando uma arma de fogo na localidade onde mora. De imediato a equipe fez deslocamento para averiguar a denúncia. Ao chegar no local informado a equipe se deparou com o indivíduo, momento em que foi abordado e interrogado sobre a arma, o mesmo confessou e informou onde estava guardada, a equipe fez a busca e foi localizado 01 (um) Revólver Taurus, Cal. 32, n° de série 814535, sem munições.  Diante os fatos foi dado voz de Prisão ao acusado e conduzido para a Delegacia Municipal de Mombaça para realizar o procedimento cabível.

ACUSADO
- G. S. L - 37 anos

MATERIAL APREENDIDO
- 01 Revólver Taurus Cal. 32, n° 814535, sem munições, capacidade para 6 tiros.

DELEGACIA
- Delegacia Municipal de Mombaça


quinta-feira, 2 de julho de 2020

MOMBAÇA: Polícia Federal investiga empresa com faturamento milionário em sete prefeituras do estado

A Polícia Federal deve investigar a empresa de Cleidiane de Queiroz Pereira, suspeita de participar de esquema para ganhar licitações em sete prefeituras do Ceará. Ela já teria faturado quase R$ 16 milhões entre 2019 e 2020.

Cleidiane é irmã do empresário Bebeto do Choró, preso pela PRF com sua Hilux, que foi flagrada protegendo transporte de drogas do Pará para Ceará.

Cleidiane é suspeita de ser a laranja de Bebeto do Choró, pois acionou deputados federal e estadual com objetivo de contratarem advogados para soltar seu irmão da cadeia.

Em tempo
Essa operação também está sendo alvo de investigação.
Em tempo II
PF ainda não sabe se todos os prefeitos estão envolvidos em possível esquema de lavanderia.

Veja prefeituras em que empresa de Cleidiane faturou:

2019
Pedra Branca – R$3.5 milhões
Caridade – R$1.9 milhões
Cascavel – R$1.3 milhões
Paracuru – R$1 milhão
Canindé – R$3.1 milhões
Madalena – R$1.2 milhões
Mombaça – R$1.2 milhões


2020
Cascavel – R$410 mil
Pedra Branca – R$270 mil
Madalena – R$299 mil
Caridade – R$82 mil
Canindé – R$603 mil
Mombaça – R$192 mil
Paracuru – R$71 mil


Confira diretamente do portal da transparência:



(cn7)








MOMBAÇA: BP Raio realiza prisão por tráfico de drogas

NATUREZA DA OCORRÊNCIA:
- PRISÃO POR TRAFICO (ART 33 - LEI ANTI DROGAS)

LOCAL DA OCORRÊNCIA
- Campo de Aviação de Mombaça

No dia 01/07/2020 por volta das 18h00min, a equipe da VTRA 050 fazia o patrulhamento de rotina na cidade de Mombaça, mais precisamente nas proximidades da CE 060 no Campo de Aviação, Bairro Recreação, quando avistaram 03 elementos em um local ermo e que , após a abordagem, foram encontrados 2 cigarros de Maconha, posteriormente foran realizadas diligências e encontrado 46g de Maconha e 142g  de Cocaína. Diante os fatos foi dado voz de Prisão ao acusado e conduzido para a Delegacia Regional de Tauá para realizar procedimento cabível.

ACUSADO
- A. A. C. - 25 anos

MATERIAL APREENDIDO
- 01 Celular Samsung
- R$ 470,00 em espécie
- 142g de Cocaína
-  56g de Maconha
-  01 Motocicleta Honda FAN 160



quarta-feira, 1 de julho de 2020

Ceará termina o primeiro semestre de 2020 com 110% de aumento em homicídios

O Ceará terminou junho como mais um mês negativo para a Segurança Pública. Em 30 dias, ao menos, 373 pessoas foram assassinadas em todo o estado, o que representa um aumento da ordem de 120 por cento em comparação a junho de 2019 (quando ocorreram 169 casos). 

Já no acumulado no primeiro semestre de 2020, o aumento é de 110 por cento, levando em conta que em igual período do ano passado o estado computou 1.106 Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLIs). Nestes seis meses de 2020,  o acumulado é de 2.323 homicídios.  

Em junho último, os 373 assassinatos no Ceará foram assim distribuídos por zonas pesquisadas: na Capital, a Polícia fez o registro de 117 execuções. Na Região Metropolitana de Fortaleza  (RMF), 104 pessoas foram mortas.  Assim, a Grande Fortaleza foi palco de 221 homicídios.

No Interior Norte ocorreram 77 homicídios, e na região do Interior Sul outros 75 casos, somando, portanto, 152 assassinatos no Sertão.

Os números são ainda parciais, pois a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) ainda não consolidou a sua estatística oficial em seu site.  

Policiais mortos
Entre os números da violência armada no Ceará em junho estão 15 mortes decorrentes de intervenção policial, números que não entram no balanço dos CVLIs da Secretaria.

Os números de junho revelam também que 33 mulheres foram assassinadas no estado, além de 30 adolescentes e quatro agentes da Segurança Pública, todos integrantes da Polícia Militar. Um ex-PM também está entre os mortos em assassinatos na Capital.

A estatística também aponta que foram registrados em 30 dias de junho 27 duplos homicídios e dois triplos.



(CN7)

Polícia Civil apreende R$ 1 milhão em operação contra fake news no interior do Ceará

A Polícia Civil realizou uma operação de combate a notícias falsas em Acaraú, cidade do litoral oeste do Ceará, nesta terça-feira (30), e apreendeu mais de R$ 1 milhão em cheques e notas promissórias.

As investigações tiveram início após a polícia receber uma denúncia sobre um perfil em uma rede social responsável por publicar fake news de natureza política. Após os primeiros levantamentos, a Delegacia Regional de Acaraú começou a rastrear os endereços IP dos computadores usados para acessar a conta.

Ao identificar dois alvos no município, a polícia cumpriu mandados de busca e apreensão e na residência dos suspeitos e foram encontrados cheques e notas promissórias que totalizavam mais de R$ 1 milhão, além de R$ 5 mil em espécie.

Em depoimento à polícia, um jovem de 18 anos confessou que realizava as publicações que tinham como foco atacar um grupo político da região.

Alailton Andrade, delegado titular da Delegacia Regional de Acaraú, afirmou que as investigações continuam e que os agentes investigam se há ligação com algum esquema criminoso. “A Polícia Civil continuará trabalhando e investigando a divulgação de fake news na cidade. Nós rastrearemos toda a rede de informações e as pessoas que compartilham e ajudam nesse tipo de crime. Então tenham cautela com o que vocês compartilham, porque nós estamos atentos a isso”, disse.

A princípio, os envolvidos devem responder por calúnia. Cartões, celulares, um computador e documentos apreendidos foram encaminhados para a delegacia da cidade.


(G1 CE)

5,5 milhões receberam auxílio em maio no estado do Ceará, diz IBGE

Cerca de 54,6% ou 1,5 milhão de domicílios cearenses foram beneficiados, em maio, com o auxílio emergencial. Segundo a Pnad Covid-19 Mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em termos populacionais, 5,5 milhões de pessoas receberam o benefício, o que significa cerca de 60% da população total do Estado, que tem 9 milhões de habitantes. 

Governo estende por mais dois meses auxílio emergencial de R$ 600 
Ainda segundo o estudo, em maio, foram repassados no total cerca de R$ 1,46 bilhão ao Ceará, distribuídos principalmente para aqueles que estão nos estratos de renda mais baixos da população, cuja renda domiciliar, naquele mês, não ultrapassou os R$ 522,40. 

A pesquisa mostra que, na primeira faixa de renda, cerca de 1,8 milhão de cearenses residem em domicílios com renda familiar per capita (excluindo o auxílio emergencial) até R$ 79,86. Desses, 1,6 milhão de pessoas, o equivalente a 89% dessa faixa, residem em domicílios que receberam o benefício.

No Ceará, na segunda faixa de renda (até R$ 201,10), o alcance foi de 90,9%, contemplando 850 mil dos 935 mil pessoas que residiam em lares onde pelos menos uma pessoa recebeu o auxílio emergencial. No caso dessa faixa, houve impacto positivo equivalente a 185%, ao passar de renda per capita de R$ 139,35 para R$ 397,08.

No Estado, foi contemplada cerca de metade das 994 mil pessoas que residiam em lares cuja renda familiar per capita não ultrapassava R$ 694,21. Os domicílios com maior renda per capita têm o menor percentual de lares beneficiados com o auxílio no Ceará.

Estados
Nos estados das regiões Norte e Nordeste, o percentual de domicílios beneficiados com o auxílio emergencial ultrapassou os 40%. No Amapá e no Maranhão, a proporção de beneficiados foi superior a 60%. Em São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal, estados cujo rendimento domiciliar per capita são os mais elevados, a cobertura do programa não alcançou 30% dos domicílios.

“Foram incluídas questões relativas ao auxílio emergencial, que, por ser um programa de transferência de renda de grande envergadura, exigia uma avaliação de forma separada dos demais programas existentes. 

Para receber o Auxílio Emergencial, a pessoa deve atender a determinados critérios, entre os quais que a renda domiciliar per capita não ultrapasse R$ 522,50 ou a renda total do domicílio não ultrapasse a três salários mínimos (R$ 3.135,00)”, lembra o diretor adjunto de Pesquisas do IBGE, Cimar Azeredo.


(Diário do Nordeste)

Grupo invade cemitério e executa duas pessoas que velavam jovem em Canindé

Um grupo armado invadiu um cemitério público e executou duas pessoas e feriu outras duas, na tarde desta segunda-feira (29), na zona rural de Canindé, a 115 km de Fortaleza. Segundo a polícia, os dois homicídios aconteceram por volta das 18 horas, no momento em que parentes e amigos sepultavam o corpo de um jovem assassinado, no domingo (28), na mesma região.

Ainda segundo a polícia, os feridos foram encaminhados para uma unidade hospitalar do município com tiros de raspão na perna e outro na cabeça. A polícia suspeita que o crime tenha ligação com a rivalidade entre membros de facções criminosas. A vítima que seria sepultada teria matado um homem no feriado de Semana Santa.

Equipes da Polícia Militar cercaram o local, mas os suspeitos conseguiram fugir. A Delegacia Regional de Canindé investiga o caso.


terça-feira, 30 de junho de 2020

Mombaça será uma das cidades contempladas com respirador hospitalar

Em sua última fala, o governador do estado Camilo Santana, confirmou que o município de Mombaça será um dos 34 contemplados com um respirador hospitalar. Veja agora na íntegra o anúncio desta aquisição:




segunda-feira, 29 de junho de 2020

Covid-19: Enquanto vírus avança em cidades no interior, Quixadá tem queda na taxa de novos casos pela 4º semana seguida

A partir desta segunda-feira (29) mais cinco cidades vão entrar em lockdown, ou seja, fechamento absoluto de toda a atividade econômica não essencial. Além de Sobral e Juazeiro, terão de cumprir isolamento rígido as cidades de Canindé, nos Sertões de Canindé; Iguatu, no Centro-Sul; Tianguá, na Região Norte e as vizinhas Crato, Barbalha e Brejo Santo. A medida foi anunciada pelo governador Camilo Santana no sábado (27).

Curiosamente, enquanto o vírus avança em cidades pólo do interior, obrigando a imposição destas medidas mais rígidas, Quixadá registra queda na taxa de novos casos de covid-19 pela quarta semana seguida.

São 24 semanas de 2020 em análise pelas autoridades de saúde. Os primeiros 2 casos confirmados aconteceram na 14º semana. Depois desta, todas as demais tiveram registros de casos novos. Como mostra o gráfico acima, eles passaram de 2 na 14º semana para 364 na 22º semana, o pico de ocorrências de novos casos. A partir deste ponto, os números começaram a cair e, hoje, o município está abaixo do patamar de infecções observado há mais de um mês. Vale ressaltar que Quixadá é o município com a mais ampla testagem da covid-19 em todo o Sertão Central.

O cenário mostra vitórias impressionantes na luta contra o novo coronavírus. Os dados podem indicar que o município já passou pelo seu pico de infecções e, durante ele, exibiu inegável capacidade de combate.

A título de comparação, em Canindé o sistema de acolhimento de pacientes colapsou duas vezes durante o pico de infecções, segundo informou a secretária de Saúde do município, Islayne Ramos. E a situação continua ruim, a ponto do governo decretar lockdown novamente. Já em Quixadá, mesmo durante as semanas mais complicadas, o município conseguiu acolher toda a demanda por internações de enfermaria e casos mais complexos, que exigiram uso de respiradores. No período, a prefeitura abriu 40 leitos de enfermaria, incluindo 20 em uma Unidade Covid especial.

Agora, o município estuda estabelecer novas medidas para controlar ainda mais a disseminação do vírus, de modo a conseguir maior abertura econômica mais rapidamente.

Em live transmitida neste domingo, o prefeito Ilário Marques e a Secretária de Saúde, Juliana Câmara, explicaram que, embora os números sejam positivos, percebe-se que Quixadá entrou num platô, ou seja, a queda observada nas últimas quatro semanas teve leve interrupção e se estabilizou. Isto mostra a necessidade da população continuar cooperando com as medidas de restrição estabelecidas pelas equipes de saúde.


(Diário de Quixadá)





Fim de junho deve ser de chuva nas macrorregiões do centro-norte do Ceará

Os últimos dias do mês de junho deverão apresentar cenário favorável para chuvas passageiras nas macrorregiões mais ao norte do Ceará, conforme análise das atuais condições de tempo realizada na manhã desta segunda-feira (29) pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).

Por meio de imagem de satélite, os meteorologistas da Funceme observaram a formação de áreas de instabilidade sobre o oceano, junto à costa norte do Nordeste, e uma tendência de movimentação em direção ao Ceará. Este cenário, se confirmando, deve proporcionar precipitações entre a tarde e a noite de hoje na faixa litorânea, Ibiapaba, região Jaguaribana e no Maciço de Baturité.

Neste momento, a expectativa que é tais chuvas sejam passageiras e com intensidade variando entre fraca e moderada. Para o centro-sul do Ceará, nesta segunda, a expectativa é de tempo mais estável, isto é, com chances bem reduzidas de precipitações.

Para terça, as áreas localizadas na faixa litorânea e também no Maciço de Baturité ainda deverão manter condições para possibilidade de chuva entre madrugada e manhã, principalmente. Por fim, na quarta-feira (1º), não há expectativa de acumulados no Ceará.


(Funceme)