terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Menino de 11 anos morto por bala perdida vai ter órgãos doados

A família autorizou a doação de órgãos do menino José Ramones, de 11 anos, morto após ser atingido por bala perdida no Bairro Vila União, em Fortaleza, no último sábado (11). A cirurgia para captação foi iniciada na manhã desta terça-feira (14). O menino estava brincando na calçada, próximo à casa de um familiar, quando foi atingido na cabeça.

O alvo dos tiros era o entregador de aplicativo Charllye William Mota de Morais, de 28 anos, que morreu no local. A vítima estava na calçada da Rua Plutão quando dois suspeitos desceram de um veículo armados e efetuaram vários disparos contra ele.  

Um dos tiros atingiu o menino José Ramones. A criança foi socorrida em estado grave até o Instituto Doutor José Frota (IJF), mas não resistiu. A morte cerebral do menino foi constatada nesta segunda-feira (12). 

DOAÇÃO DE ÓRGÃOS
Uma das irmãs de Ramones já passou por transplante de órgãos, o que teria levado a família a manifestar de forma espontânea o desejo pela doação, segundo a coordenadora da Comissão de Doação de Órgãos do IJF , Aline Alves.

“Durante o acolhimento que nós oferecemos, eles, de maneira espontânea, demonstraram esse desejo de doar”, disse a coordenadora.

Segundo ela, 111 famílias foram doadoras de órgãos no IJF durante o ano passado. "A taxa de consentimento e aceitação familiar foi em torno de 76%", completou.   

Um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso e buscar identificação dos autores e a motivação do crime. 


(CNews)

0 comentários:

Postar um comentário