quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Novo procurador-geral de Justiça no Ceará toma posse e promete fortalecer atuação do Ministério Público

Empossado nesta segunda-feira (6) como o novo procurador-geral de Justiça (PGJ) do Ceará, o promotor Manuel Pinheiro afirmou que irá atuar no fortalecimento do Ministério Público Estadual (MPCE) no combate à corrupção e a crimes de sonegação fiscal e na promoção de direitos humanos.

A cerimônia de posse ocorreu na nova sede do órgão, no Centro Administrativo do Cambeba, em Fortaleza, com a presença de autoridades, políticos e representantes de órgãos estaduais e municipais. Manuel Pinheiro substitui o promotor Plácido Rios, que deixou o cargo após dois mandatos.

Na ocasião, Pinheiro prometeu trabalhar para "valorizar a carreira do Ministério Público, tanto dos procuradores quanto dos promotores e servidores", além de "recuperar a infraestrutura" para a continuidade do trabalho no órgão.

Segundo o novo procurador-geral, um dos principais desafios da instituição é "criar condições ideais" para que promotores e procuradores "possam atuar com mais eficiência no combate a corrupção, crimes de sonegação fiscal, como também na promoção dos direitos humanos e de defesa do consumidor".

"O Ministério Público tem atribuições muito amplas, e o nosso desafio daqui para frente é dar condições com recursos materiais e tecnológicos para que procuradores e promotores continuem fazendo a diferença", destacou Pinheiro.

Reação a ataques
O PGJ manteve boa parte da equipe da gestão anterior, como os coordenadores dos órgãos de investigação, como a Procuradoria de Justiça dos Crimes contra a Administração Pública (Procap) e o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco). As principais mudanças de nomes ocorreram na administração superior.

Durante a posse, a procuradora de Justiça Idelária Pinheiro, decana do MPCE, cobrou que a instituição reaja aos ataques que tem sofrido, principalmente "por exercer o seu papel de investigar". Ela salientou, ainda, que a imparcialidade investigativa do Ministério Público incomoda muitos, uma vez que pode atingir pessoas do alto e do baixo escalão do poder.

Sobre esse ponto, Manuel disse "nós, integrantes do Ministério Público, sabemos como é difícil combater a corrupção (...). Nada deverá deter a nossa vontade inabalável de continuar fazendo a diferença na vida das pessoas", declarou.

Combate ao crime organizado
Durante a posse, o governador Camilo Santana disse estar otimista com o procurador-geral e acreditar que as parcerias entre o órgão e demais secretarias do Estado continuarão fortalecidas, principalmente no combate ao crime organizado.

"Nunca se prendeu tantos criminosos no Ceará - e isso se deve ao trabalho do MP junto com as secretarias do Estado", ressaltou Camilo, ao desejar um bom mandato a Pinheiro.

Ao nomear Pinheiro como novo PGJ, o chefe do Executivo Estadual manteve a tradição dos últimos anos de escolher o candidato mais votado da lista tríplice do Ministério Público.


(G1)

0 comentários:

Postar um comentário