segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Na lista de mais procurados do Ceará, traficante mata cunhado após irmã sofrer agressão

Um dos criminosos mais procurados pela Secretaria da Segurança Pública (SSPDS) assassinou a tiros o próprio cunhado, na manhã desta segunda-feira (10), no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, segundo a Polícia Militar.

Alban Darlan Batista Guerra soube que a vítima, identificada como Francisco José da Silva Barros, havia agredido a irmã dele após uma discussão, conforme as informações da polícia. Depois de localizar o autor das agressões, Darlan efetuou vários tiros de pistola contra Francisco José, que morreu no local. 

O Governo do Estado do Ceará ofereceu, no início deste mês, um prêmio de R$ 10 mil para quem fornecesse informações que levassem à prisão de Darlan. Uma operação do 12º Batalhão da Polícia Militar com apoio da Força Tática e o Serviço Reservado prendeu no sábado (8) um dos integrantes do grupo chefiado por ele. 

Ainda segundo a polícia, Francisco José já respondia por vários crimes como tráfico de drogas, formação de quadrilha e receptação. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso. Darlan segue foragido. 

Lista dos mais procurados 
Por meio da Comissão Estadual do Programa de Recompensa,  o Governo do Estado estabeleceu o prêmio para quem indicar dados que possam levar à localização e prisão de Alban Darlan Batista Guerra e também de Francisco Cilas de Moura Araújo. Ambis pertencem ao mesmo grupo criminoso.

Cilas responde a inquéritos policiais por porte e posse ilegal de armas de fogo, associação criminosa, tráfico de drogas e homicídios. Segundo a Secretaria da Segurança, ele está foragido desde 14 de julho de 2016, quando fugiu através de um túnel feito no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira II. 

Já Darlan tem poder de atuação no Bairro Padre Júlio Maria, em Caucaia. Ele já foi autuado por porte ilegal e disparo de arma de fogo, associação criminosa e homicídios. 


(Diário do Nordeste)

0 comentários:

Postar um comentário