terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

Operação contra pornografia infantil prende 8 pessoas e apreende materiais eletrônicos no Ceará

Oito pessoas foram presas no Ceará, nesta terça-feira (18), durante a 6ª fase da Operação Luz na Infância, realizada para combater a pornografia infantil e a exploração sexual de crianças e adolescentes. No total, foram cumpridos 112 mandados de busca e apreensão em 12 estados brasileiros.

Até as 11h30, último balanço divulgado pela operação, 38 suspeitos haviam sido presos em flagrante e 187 mil arquivos foram levados para análise.

A força-tarefa, coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, busca materiais com conteúdo relacionado ao crime de exploração sexual praticado contra menores de idade. Ao todo, 579 agentes estão nas ruas.

As prisões no Ceará foram realizadas por policiais civis da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e Adolescente (Dceca) e da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Além das prisões, os agentes também apreenderam equipamentos eletrônicos que posteriormente serão periciados.

Mandados no exterior
As agências de aplicação da lei da Colômbia, Estados Unidos, Paraguai e Panamá também cumprem mandados de busca e apreensão.

As penas para os crimes investigados variam de 1 a 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de 1 a 4 anos de prisão. Para quem compartilha, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. A punição para quem produz esse tipo de material é de 4 a 8 anos de prisão.


(G1 CE)


0 comentários:

Postar um comentário