ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

quinta-feira, 30 de abril de 2020

Comércio cearense tem perda de R$ 2,9 bilhões em 5 semanas de quarentena

Frente à pandemia do novo coronavírus, o comércio do Ceará acumula perdas de R$ 2,98 bilhões em cinco semanas, de acordo com estudo da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). O estado é o oitavo no país com maior acúmulo de perdas de receita, conforme a pesquisa.

No período, segundo a pesquisa, o comércio brasileiro já perdeu mais de R$ 86 bilhões. Quem lidera o ranking é São Paulo, com déficit de R$ 26,58 bilhões, seguido de Minas Gerais (R$ 6,90 bilhões), Rio Grande do Sul (R$ 6,63 bilhões), Santa Catarina (R$ 6,26 bilhões), Paraná (R$ 5,64 bilhões) e Bahia (R$ 3,93 bilhões).

O Ceará é um dos estados mais afetados pela doença, com mais de 7,6 mil pessoas infectadas e 482 óbitos.

Danos
Entre os prejuízos desse momento para o setor, estão a redução do nível de atividade no varejo, que podem ocasionar a eliminação de até 2,2 milhões de postos de trabalhos formais, no País, em período de até três meses.

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (Fecomércio-CE), Maurício Filizola, aponta que as dificuldades vivencias pela classe empresarial neste período afetam diretamente a classe laboral.

"Nós já temos dados muito alarmante sobre o número de pedidos de seguro desemprego, que impactará substancialmente a economia. O que mantém uma economia saudável é o dinheiro circulante e se a gente perde muitos postos de trabalho, em que as pessoas perdem de onde ter sua remuneração, isso vai enfraquecer o comércio, que já vinha em uma lenta recuperação", analisa.

O estudo também revela, que o segmento de varejistas que comercializam itens considerados não essenciais, acumula perdas de R$ 78,27 bilhões. Já as vendas de medicamentos e alimentos, que respondem por 37% do varejo, concentram perda de R$ 8,13 bilhões no período.


(G1 CE)


Polícia Civil desarticula grupo suspeito de transportar drogas de Fortaleza para o Cariri

Em mais uma ação de combate à criminalidade em território cearense, a Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (30), em Fortaleza e Juazeiro do Norte, com o objetivo de cumprir mandados de prisão por crimes como tráfico de drogas, integrar organização criminosa e lavagem de dinheiro. A operação “Travel” foi realizada pelo Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) da Delegacia Regional de Juazeiro do Norte e pela Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da PCCE, com o apoio da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

As decisões judiciais foram expedidas pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas, do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), após investigações do NCTD do Cariri que duraram oito meses. O foco das apurações era a desarticulação de um grupo criminoso que incumbia seus integrantes a diversas funções e era responsável por levar entorpecentes da Capital à região do Cariri. O organograma do grupo, como apontam as investigações, consistia em chefes, fornecedores, “mulas” – que são pessoas encarregadas de transportar a droga – distribuidores e membros responsáveis pelas finanças da organização.

Durante o período de investigação, alguns suspeitos foram abordados e presos na rodoviária de Juazeiro do Norte, após serem flagrados transportando em torno de três quilos de cocaína que foram apreendidos pela PCCE. Por isso o nome “Travel” para a ofensiva, que traduzido do inglês, significa “viagem. O NCTD também sequestrou dois imóveis que pertenciam aos chefes do grupo, que juntos valem R$ 200 mil. As propriedades estão situadas nos bairros Vila Três Marias e Jardim Gonzaga, em Juazeiro do Norte.

Em posse das decisões deferidas pela Justiça, a partir dos indícios colhidos pelo NTCD, os policiais civis se deslocaram logo primeiras horas da manhã de hoje para cumprir sete mandados de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão.

Na Capital cearense, as ações ocorreram nos bairros Jangurussu e Coité – Áreas Integradas de Segurança 3 e 7, respectivamente. Um dos presos foi José Júnior Ferreira Cândido, vulgo ‘Júnior Popô’, que é suspeito de ter matado um policial pernambucano na Bahia, em 2011. O investigado foi capturado em uma residência no bairro Coité e atuava como fornecedor da droga que abastecia o grupo. Já no Jangurussu, Jéssica Talita Nascimento da Silva (23) foi capturada pela Polícia Civil. A mulher já possui antecedentes por tráfico de drogas e associação para o tráfico e era investigada por transportar o material ilícito.

Os agentes cumpriram mandados ainda contra Paulo Martins dos Santos (37) e Jefferson Lucas dos Santos (24), também na Capital. Em Juazeiro do Norte, os indiciados foram identificados por Romário Bruce de Sousa (24); Antônio Emanuel Santos Pinto (20) e Carlos Henrique dos Santos (22). Todos se encontram à disposição da Justiça.

Integrantes presos
Todos os integrantes do grupo se encontram presos graças ao trabalho da Polícia Civil do Estado do Ceará. Os chefes do grupo foram identificados por José Erivan Pereira de Sousa (24), o “Acerola”, e sua companheira, Antônia Regislânia Rodrigues de Sousa (22). Ambos foram capturados no dia 7 de outubro de 2019. O casal era proprietário dos imóveis sequestrados pela NCTD durante as investigações.

As equipes do Núcleo especializado chegaram aos dois, após as prisões de quatro pessoas que integravam o mesmo grupo, também em 2019. No dia 29 de maio, Romário Bruce de Sousa, natural de Santo André, em São Paulo, foi preso pelo NCTD com um quilo de cocaína, quando desembarcava em uma rodoviária na cidade de Juazeiro do Norte.

Dias depois, em 2 de julho, um casal investigado pelo NCTD, também foi preso com drogas. Jéssica Talita Nascimento da Silva e Carlos Henrique dos Santos Ribeiro estavam em posse de 1,6 quilo de cocaína, 360 gramas de crack, além de apetrechos utilizados na atividade ilícita. Assim como Romário Bruce, o casal também foi preso na rodoviária da cidade.

Já no dia 30 de julho, Jefferson Lucas dos Santos foi autuado em posse de um quilo de pasta base de cocaína e 500 gramas de cocaína, uma balança de precisão e uma prensa hidráulica, no bairro Vila Três Marias. O homem foi autuado em flagrante pelo crime.

O suspeito identificado como Paulo Martins dos Santos, com passagens por tráfico de drogas e associação para o tráfico, era responsável pela venda dos entorpecentes. Já Antônio Emanuel Santos Pinto, com antecedentes por tráfico e roubo, era apontado como o responsável por preparar os ilícitos, distribuí-los e também cobrar os usuários. Ambos se encontram presos.

(SSPDS)

Governo Federal reconhece estado de calamidade em Quixadá e Quixeramobim no Sertão Central

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), já reconheceu o estado de calamidade pública e de situação de emergência em 32 municípios e 25 estados brasileiros por conta da pandemia de coronavírus. A medida possibilita aos entes a antecipação de benefícios sociais, liberação de seguros e a prorrogação de pagamentos de empréstimos federais, dentre outras modalidades de apoio da União.

Ainda em março, o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, assinou Portaria para simplificar o processo de solicitação e análise de reconhecimento federal da situação de emergência ou do estado de calamidade pública em decorrência do novo coronavírus. Desta forma, os entes federados ficam dispensados do envio de uma série de documentos exigidos pela Instrução Normativa n.2/2016 para situações de desastres naturais.

No Sertão Central, os dois principais municípios da região, Quixadá e Quixeramobim, tiveram o estado de calamidade reconhecido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, órgão federal. O Estado do Ceará é um dos 25 estados com estado de calamidade reconhecido pelo Governo Federal.

Em Quixadá, o estado de calamidade pública foi solicitado no dia 6 de abril, mas só foi reconhecido no dia 27 do mesmo mês pela portaria n°1.205, que reconhece a calamidade em três municípios cearenses.

Portaria publicada no Diário Oficial da União reconhece estado de calamidade em Quixadá.

O município de Quixeramobim decretou calamidade pública também no dia 6 de abril, e foi reconhecido pelo Governo Federal no dia 16/04.

Justiça Federal determina busca e apreensão para que 94 respiradores sejam entregues ao Ceará

Em desdobramento da decisão liminar que obriga a União ou a empresa Intermed a entregar respiradores para equipar leitos de UTIs no Ceará, o juiz Luís Praxedes Vieira da Silva, da 1ª Vara da Justiça Federal no Ceará, determinou, na tarde desta quinta-feira (30), busca e apreensão dos 94 ventiladores pulmonares comprados pelo Estado do Ceará, Prefeitura de Fortaleza e Instituto Jose Frota (IJF).

O magistrado determina que "sejam imediatamente entregues" os equipamentos à Secretaria de Saúde do Estado do Ceará - SESA; à Secretaria de Saúde do Município de Fortaleza - SMS; e ao IJF. 

O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal, um dos proponentes da ação, junto com o Ministério Público Estadual. Segundo o órgão, em consulta a decisões judiciais semelhantes de outros estados contra a mesma empresa, só está havendo entrega dos equipamentos em cumprimento de decisões tomadas diretamente pelo Supremo Tribunal Federal ou por meio de busca e apreensão. Tanto que nos estados do Amapá e Rio Grande do Norte, segundo o MPF, liminares anteriores a do Ceará, continuam sem cumprimento.

Diante da situação grave pela qual passa o Ceará em relação aos casos de covid-19, o órgão solicitou e a Justiça determinou que os equipamentos sejam apreendidos e enviados ao Estado imediatamente.


(Diário do Nordeste)

MOMBAÇA: Denúncia de descumprimento à decretos

Mesmo após o decreto estadual sobre o isolamento social e o decreto municipal que entrou em vigor no último dia 27, as pessoas têm descumprido as ordens repassadas e constantemente recebemos denuncias de moradores e pessoas realmente preocupadas com a disseminação do COVID-19 em Mombaça.

O decreto municipal nº 248/2020, diz que se torna obrigatório o uso de máscara facial para quem sair às ruas e circular nos estabelecimentos abertos ao público.

Veja agora fotos e vídeos das aglomerações formadas em bancos, casas lotéricas e alguns comércios no centro da cidade, na manhã de hoje (30). Salienta-se que, muitas dessas pessoas estavam sem máscaras!

ATENÇÃO AUTORIDADES! TOMEM AS PROVIDÊNCIAS, POIS A POPULAÇÃO DENUNCIA E REPUDIA ATOS DE IRRESPONSABILIDADE COMO ESTE!













quarta-feira, 29 de abril de 2020

Homem morre em confronto com o Cotar na zona rural de Acopiara

Um homem identificado como Maicon, morreu durante a madrugada desta quarta-feira (29) durante confronto com policiais militares do Cotar e Raio, na zona rural de Acopiara.

O confronto ocorreu na localidade de Sitio Baixio dos Duarte, região do Distrito de Trussu, município de Acopiara. O policiamento realizava diligencias no intuito de localizar suspeitos de praticar um duplo homicídio em Acopiara, crime ocorrido no dia 19 de abril no Bairro Vila Esperança, na ocasião pai e filho foram mortos a tiros dentro de casa.

Foi apreendido nessa ocorrência, três espingardas e um revolver calibre 38. O Rabecão esteve no Hospital de Acopiara e removeu o corpo ao IML de Iguatu. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social deve divulgar a nota com informações detalhadas sobre essa ocorrência.


(Acopiara News)

INSS vai prorrogar auxílio-doença automaticamente

Segurados do INSS que recebem o auxílio-doença terão o benefício prorrogado automaticamente enquanto as agências estiverem fechadas para conter o avanço do novo coronavírus. A medida atende a decisão da ação civil pública nº 2005.33.00.020219-8.

A prorrogação automática já era possível devido à pandemia e, agora, foi ampliada. De acordo com a Portaria 552, publicada nesta quarta-feira (29) no "Diário Oficial da União", os pedidos de prorrogação serão efetivados de forma automática a partir da solicitação, por 30 dias, ou até que a perícia médica presencial retorne, limitado a seis pedidos.

"Quando o segurado não fazia perícia, o benefício podia ser prorrogado até duas vezes. Agora, poderá ser prorrogado até seis vezes", explica a advogada Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário).

O INSS afirma que, para resguardar o direito do segurado, também prorrogará automaticamente aqueles auxílios que foram concedidos por decisão judicial ou em que a última ação tenha sido de estabelecimento ou, ainda, via recurso médico.

A decisão atinge todos os beneficiários que fizeram o pedido de prorrogação a partir do dia 12 de março deste ano, além dos pedidos de prorrogação já agendados e que, por causa da pandemia, não passaram pela perícia médica presencial.

"Quem já está recebendo o auxílio-doença vai ter prorrogação, independente de anexação de atestado ou qualquer outra forma de procedimento", afirma Roberto de Carvalho Santos, do Ieprev (Instituto de Estudos Previdenciários).

De acordo com o especialista, a portaria prorroga o período do benefício com o mesmo valor que o segurado está recebendo, sem a necessidade de ele apresentar nenhum outro documento.

Nesta terça-feira (28), a reportagem apurou que as agências em todo o país vão continuar fechadas após o dia 30 deste mês, para quando estava prevista a retomada do atendimento presencial.

Os postos do órgão responsável por conceder e pagar aposentadorias, pensões e auxílios-doença fecharam suas portas oficialmente em 23 de março devido à quarentena necessária para frear a propagação do novo coronavírus. Em São Paulo, as unidades estão fechadas desde 19 de março.
Não há, por enquanto, informações sobre a data em que o atendimento em locais físicos será restabelecido.

Enquanto as unidades estiverem fechadas, os requerimentos de serviços previdenciários e assistenciais continuarão a ser realizados por meio dos canais remotos, que são o aplicativo ou o site Meu INSS e central de atendimento pelo telefone 135.

Aqueles que não forem atendidos devido ao fechamento dos postos terão preservadas as suas datas de requerimento de benefício e receberão todos os valores atrasados.

Enquanto as agências do INSS estão fechadas, quem precisa pedir o auxílio-doença deve acessar o Meu INSS, disponível por aplicativo para celular ou no site meu.inss.gov.br, para encaminhar imagens do seu atestado médico para novos pedidos de auxílio-doença.

Assim, o benefício pode ser aprovado sem a necessidade de o segurado comparecer a uma agência da Previdência para passar pela perícia médica.

Com o novo sistema, a análise do médico perito é feita com base na documentação enviada pela internet. Até a conclusão da análise, porém, o INSS antecipa três parcelas no valor de um salário mínimo (R$ 1.045) ao requerente.


(Folha Press)

Número de homicídios cresce 90% no Ceará em abril

O Estado do Ceará apresentou um aumento de 90% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) - índice que engloba homicídios, feminicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte - nos 22 primeiros dias de abril, conforme dados mais atualizados da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS). Foram 306 mortes violentas neste ano e 161 em igual período de 2019.

O mês completo de abril do ano passado teve 213 crimes, o que significa que já há, neste mês em 2020, um crescimento de pelo menos 43,6% no índice.

Este mês segue a tônica dos meses anteriores no estado. No acumulado do ano de 2020, entre 1º de janeiro e 22 de abril, já são 1.389 CVLIs. Em igual período de 2019, a SSPDS registrava 706, o que representa um crescimento de 96,7% - quase o dobro - no ano corrente.

Pesquisador do Laboratório de Estudos da Violência (LEV) e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), o sociólogo César Barreira acredita que houve uma retração das facções no Ceará durante o ano de 2019, que foi marcado por duas séries de ataques criminosos contra o Estado e forte repressão policial, inclusive com o apoio de homens da Força Nacional de Segurança. "É como se as facções tivessem guardado forças para um novo retorno", analisa.

"Enquanto as questões objetivas não desaparecerem, como a desigualdade social e a política de combate às drogas, essas questões [de violência] vão ser como ondas. Em determinados momentos, desaparecem; e em outros, retornam. Nós não podemos achar que as questões estão sendo resolvidas com a prisão de líderes das facções, dos deslocamentos das lideranças para outros presídios. É como se não tivesse atacando a real causa desses homicídios", afirma o sociólogo.

Operações contra o crime
A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou ao G1 por meio de nota que intensificou as ações para identificar e capturar pessoas envolvidas em diversos crimes, com foco naqueles indivíduos que tenham relação com crimes violentos contra a vida. Segundo a pasta, nesta terça-feira (28), as Polícias Civil e Militar desencadearam operações de saturação em locais com incidência de alvos envolvidos em homicídios, no intuito de desarticular grupos criminosos.

Ao todo, 19 pessoas, entre adultos e adolescentes, foram capturadas e irão responder pelos crimes na Justiça. As capturas aconteceram em Fortaleza (três), Caucaia (três), Cascavel (seis) e Pindoretama (sete).

A SSPDS informa ainda que, durante os motins no mês de fevereiro deste ano, foram registrados conflitos entre células de organizações criminosas no Estado, o que refletiu nos períodos seguintes e seguiu a tendência das disputas desses grupos em âmbito nacional. A secretaria disse também que atualmente, as forças de segurança do Estado trabalham para reorganizar suas atuações e traçar novas estratégias.

O órgão ainda reforçou que o trabalho diário de policiamento preventivo e ostensivo visa coibir conflitos entre grupos criminosos que, durante disputas de territórios, ocasionam um aumento no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) no Estado.


Ministério Público entra com ação na Justiça pela liberação de 94 respiradores ao Ceará

O Ministério Público Federal no Ceará e o Ministério Público Estadual protocolaram uma ação civil pública Cível na Justiça Federal, nesta quarta-feira (29), contra a União e a empresa Intermed Equipamento Médico Hospitalar LTDA, pela liberação de compras de respiradores feitas pelo Estado do Ceará, a Prefeitura de Fortaleza e o Instituto José Frota (IJF), que ficaram retidas sob argumento de que o Ministério da Saúde teria requisitado toda produção existente.

Há solicitações que foram feitas ainda em 2019, antes mesmo do surgimento da Covid-19, mas não foram entregues. Segundo a ação civil, estão pendentes 94 ventiladores pulmonares solicitados pelo pelos entes públicos cearenses.

O custo total dos empenhos é de R$ 6,4 milhões, sendo 50 solicitados pela Secretaria da Saúde do Ceará, 24 pela Secretaria da Saúde de Fortaleza e 20 pelo IJF.

"Ocorre que, em todos os casos, apesar dos regulares empenhos, a empresa está se recusando a entregar os produtos contratados sob o argumento de que o Ministério da Saúde(...) teria requisitado que toda a produção existente, bem como aquela a ser produzida no período compreendido nos 180 (cento e oitenta) dias subsequentes ao recebimento do mencionado ofício fossem destinados exclusivamente ao atendimento da demanda do Ministério da Saúde", diz o texto da ACP.


(G1 CE)

Aplicativo Ceará 190 permite denúncias de aglomerações e comércios abertos durante quarentena

om o intuito de facilitar ainda mais o acesso da população aos serviços oferecidos pela segurança pública, o aplicativo 190 Ceará, criado em 2017 pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), inovou e lançou novas funcionalidades voltadas ao combate à criminalidade, e tudo ao alcance das mãos. Agora, o aplicativo conta com opções de registros para denúncias acerca do descumprimento do Decreto Estadual nº 33.519, que estabelece medidas de combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19) em todo o Estado. O app traz ainda um link fácil para acessar a Delegacia Eletrônica e registrar Boletim de Eletrônico de Ocorrência (BEO). O serviço já está disponível para ser utilizado e pode ser baixado nas lojas virtuais dos sistemas operacionais Android ou iOS.

O dispositivo tem como função permitir ao cidadão uma agilidade no processo de comunicação de uma ocorrência policial ou bomberística. Utilizando um aparelho móvel com acesso à internet, o cidadão aciona o 190 e cria ocorrências relacionadas a roubo, disparo de arma de fogo e incêndio, sem precisar passar pelo atendimento telefônico. Após os dados serem registrados no app, eles são enviados para o Núcleo de Despacho da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da SSPDS.

O aplicativo foi remodelado tanto na aparência e na usabilidade como também no conteúdo. O novo conceito da ferramenta foi desenvolvido integralmente pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotic) da SSPDS. De acordo com o secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, André Costa, a inovação tem o objetivo de tornar a comunicação ainda mais rápida e eficaz entre a Polícia e a população.

“Mais uma vez inovamos e trazemos um novo investimento para a segurança pública do nosso Estado. Além das funções já existentes, a população pode registrar no aplicativo as ocorrências que apontem locais onde esteja havendo aglomeração de pessoas ou a abertura indevida de estabelecimentos comerciais não essenciais durante o decreto estadual. Dessa forma, o acesso fica mais ágil e nos ajuda no combate à pandemia do Covid.19. Essa novidade também é importante para que cada vez mais o Ceará ganhe destaque e se torne referência de aplicação da ciência e tecnologia que são alinhadas em prol da sociedade”, destaca.

Para acessar o serviço, basta ter um smartphone com os sistemas operacionais Android (Google Play) ou iOS (App Store), com tecnologias 3G ou 4G, Wi-Fi e GPS. Depois acesse as lojas virtuais de cada sistema para fazer o download do aplicativo e complete as etapas de cadastramento. O aplicativo também facilita a comunicação de pessoas com deficiência auditiva e palatal, uma vez que não é necessário interagir com um atendente, apenas escrever no aplicativo.

Para o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação da SSPDS, Leandro Sousa, o aplicativo se tornou uma peça-chave como alternativa à ligação por telefone, além de contribuir para a diminuição dos trotes, uma vez que a pessoa deixa todos os seus dados cadastrados na plataforma. “Com a nova atualização, além das funções já existentes, a nova versão conta com a possibilidade de solicitação de ocorrência que nos ajudará a combater de forma mais rápida à pandemia do Covid-19”, ressalta.


(Revista Central)

Novo coronavírus infecta 65 bebês no Ceará

Até 16 h desta terça-feira (28), 65 crianças com até um ano de idade foram infectadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) no Ceará, conforme o boletim epidemiológico emitido nesta quarta-feira (29) pela Secretaria Estadual da Saúde. Vinte e oito são do sexo masculino, enquanto 37 são do sexo feminino.

Nove delas, cinco meninas e quatro meninos, precisaram ser hospitalizadas e uma bebê acabou falecendo. Ela tinha três meses de idade e morreu em Iguatu, no dia 6 de abril, sendo a vítima mais jovem da Covid-19 no país até então.

O maior número de casos confirmados no Ceará está entre a faixa etária de 20 a 49 anos de idade, com 3.663 diagnósticos positivos, o que equivale a 52,5% do total. Contudo, a maior incidência da Covid-19 está entre as pessoas acima de 70 anos, com 293,4 casos por 100 mil habitantes no sexo masculino e 218,4 casos por 100 mil habitantes no sexo feminino. São 1.113 pacientes nesta faixa de idade.

24 de abril foi dia mais letal
Na data de referência do boletim, somavam-se 422 mortes confirmadas, com outros 129 óbitos em investigação. Do total de análises, 205 mortes não foram identificadas como causadas pelo novo coronavírus.

O dia mais letal até o momento foi em 24 de abril, quando 30 mortes foram reconhecidamente causadas pelo vírus, com outras 11 no mesmo dia ainda em investigação. Contudo, o dia 26 de abril, embora tenha detectado 26 óbitos pela doença, tem ainda outros 27 sob suspeita da infecção.


(G1 CE)



terça-feira, 28 de abril de 2020

Polícia militar encontra corpo esquartejado durante investigação sobre roubo, em Solonópole

Durante a madrugada do último domingo (26), um homem informou a polícia militar que foi coagido por três indivíduos encapuzados, um deles com arma de fogo e outro com uma foice, a entregar sua motocicleta, uma Honda CG 125 Fan.

A ação aconteceu quando a vítima retornava do município de Milhã, há 25 quilômetros de Solonópole. O homem informou ainda aos policiais, que após o assalto, correu por dentro da mata saindo nas proximidades do hospital. Em seguida, encontrou um amigo próximo ao “Posto Duarte” e de lá foram no carro dele até o bairro Barra Nova, onde visualizaram a motocicleta roubada próximo à capelinha.

Os amigos retornaram para acionar a polícia, que compareceu ao local indicado pela vítima. Após uma vistoria pelas proximidades, a motocicleta foi encontrada na estrada que dá acesso ao sítio Três Irmãos, onde havia também um corpo praticamente esquartejado, sem braços, pernas e cabeça (rosto desfigurado).

A motocicleta foi encaminhada pela Guarda Municipal ao pátio interno, para os devidos procedimentos cabíveis. O corpo foi recolhido pela Rabecão até o IML para que seja revelada a causa da morte.


(Revista Central)

Pesquisadores indicam que Ceará notifica apenas 1 em cada dez casos de Covid-19

Pesquisadores do do Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (Nois), da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), estimaram por modelo matemático que apenas 10,9% dos casos reais de Covid-19 são notificados no Ceará. Ou seja, apenas um em cada dez casos entra nas estatísticas oficiais da doença.

O Estado tinha, até a noite desta segunda-feira (27), 397 mortes e 6.783 casos confirmados pela doença, segundo a plataforma IntegraSUS, da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). Porém, de acordo com o estudo, esse número pode ser maior.

“O curso rápido da pandemia e o baixo número de testes realizados no Brasil dificultam a estimativa do real número de casos confirmados”, considera o Núcleo.

No último domingo (26), mais 300 mil testes rápidos importados da China para detecção da doença chegaram ao Ceará, mas o Governo do Estado vai priorizar pacientes de hospitais, profissionais da segurança e indivíduos suspeitos com mais de cinco dias de sintomas.

Para o Nois, o elevado grau de subnotificação pode sugerir “uma falsa ideia de controle da doença” e, consequentemente, levar ao “declínio” de ações de contenção do coronavírus. Em Fortaleza, por exemplo, o prefeito Roberto Cláudio admitiu que, para cada óbito, há uma estimativa de 100 casos da doença.

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) também aponta que o número de casos notificados é inferior ao real porque não há testes “em quantidade suficiente para atender a demanda, então é possível que haja subnotificação”.

Segundo o IntegraSUS, mais de 22,7 mil exames já foram realizados em todo o Ceará. Contudo, outros 18,8 mil casos seguem em investigação.

Sem confirmação da doença
A farmacêutica Naiara Ximenes, 30, preferiu não entrar na lista. “Eu sei como o negócio está colapsado. Eu fazer um teste não vai me dar abertura de um leito caso eu precise. Também não existe certeza de você não pode ser reinfectado, então deixei pra quem precisa”, explica Naiara.

A mãe dela, de 62 anos, teve diagnóstico positivo após retornar da Europa. Uma semana após a realização do teste da mãe, quando o resultado saiu, a farmacêutica apresentou febre e sintomas gripais. Agora, mesmo restabelecida, ela segue no isolamento social.

Mesmo com sintomas que incluíam febre e falta de ar, o advogado Leandro Lima, 26, também não foi testado, mas por um motivo diferente. “Na UPA do Edson Queiroz, o médico disse que provavelmente era coronavírus, mas não podia fazer o teste porque não tinha. Ele me deu atestado”, conta.

Dias depois, Leandro também passou pela perda do olfato e do paladar, que o fizeram confirmar sua suspeita. “Hoje, já estou bem. Acho que é como os médicos dizem, melhora com repouso”, descreve o advogado, que tem três hipóteses para ter contraído a doença: uma viagem ao Rio de Janeiro, uma festa de aniversário ou uma saída para um bar com a presença de estrangeiros.

Eduardo Finger, médico imunologista da Care Plus, reforça que “nenhum serviço consegue tolerar o número de testes” necessários para examinar toda a população. Ele destaca que apenas 20% demonstra algum sintoma, como nariz entupido, dor de cabeça, mal estar, febre, “e não vai passar disso”.

O especialista defende que, se o indivíduo apresentar sintomas leves, deve se isolar em casa e esperá-los passar. Procurar uma unidade de saúde, apenas se apresentar alguma dificuldade respiratória. “A gente tem que se isolar para reduzir o máximo possível essa transmissão, que é natural. Uma vez que você perde o controle, está correndo atrás do prejuízo”, explica.

Os testes rápidos importados da China serão distribuídos aos 184 municípios do Ceará de acordo com a população e o número de casos em cada um. O secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins, o Dr. Cabeto, afirma que 40% dos testes devem ser enviados para o Interior; os outros 60% serão aplicados na Capital, que concentra o maior número de casos.


(G1 CE)


sexta-feira, 24 de abril de 2020

MOMBAÇA: Açude Serafim Dias tem aporte de apenas 4 cm nos últimos dias

O maior reservatório da Bacia do Banabuiú, o Arrojado Lisboa, conseguiu nas últimas horas uma recarga de 33 centímetros e encontra-se com 9,04% da sua capacidade total.

Acompanhe o resumo dos aportes dos reservatórios da Bacia do Banabuiú:
- BANABUIU - 33 cm
- CIPOADA - 14 cm
- FOGAREIRO - 14 cm
- JATOBÁ - 2 cm
- MONSENHOR TABOSA - 1 cm
- PEDRAS BRANCAS - 1 cm
- PIRABIBU - 12 cm
- QUIXERAMOBIM - 4 cm
- SÃO JOSÉ II - 40 cm
- SERAFIM DIAS - 4 cm

Sangrando
- SÃO JOSÉ I (com lâmina de 11 centímetros)


Primeiro grande do Estado a sangrar, açude Araras não atingia 100% do volume desde 2011

Os primeiros meses da quadra chuvosa estão trazendo bons frutos à reserva hídrica dos açudes cearenses. Dos 155 monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), 39 já excederam a capacidade, situação que não se repete desde agosto de 2009. Água que vem chegando, também, às principais bacias hidrográficas e aos principais reservatórios cearenses. Com isso, os quatro maiores açudes ganharam recarga e, atualmente, três das 12 bacias estão com volume acima de 80%. 

Prova dos bons aportes, o reservatório Paulo Sarasate, conhecido popularmente como Araras, iniciou a sangria na manhã desta quinta-feira (23), se tornando o primeiro dos quatro maiores açudes cearenses a sangrar. O reservatório está sobre o leito do rio Acaraú, entre os municípios de Varjota, Pires Ferreira, Hidrolândia e Santa Quitéria. Além do suprimento de água potável, o Araras, finalizado na década de 50, é fomento a atividades como pescado e agricultura irrigada e de vazante às cidades e povoados situados às suas margens. 

A última vez que isso aconteceu foi em 2011. De lá para cá, o reservatório sofreu constantes baixas, até retomar a recarga. Nos anos de 2016 e 2017, o Araras chegou a marcar menos de 5% da capacidade. Com a quadra chuvosa do ano passado, no entanto, a situação vem mudando. Hoje, o reservatório acumula 859,53 mm, segundo portal hidrológico da Cogerh, e concentra uma recarga importante para a Bacia do Acaraú, que conta com 88,98% da capacidade.

Reservatórios
As boas chuvas fizeram com que os maiores açudes apresentassem melhora hídrica este ano. O Castanhão, principal reservatório a abastecer a Grande Fortaleza, recebeu a maior recarga desde 2011 e acumula 13,31% da capacidade máxima. Já o Orós, segundo maior, já soma 20,93% de volume. Dentre eles, o menor percentual é o observado no Banabuiú, terceiro maior açude do Ceará, que acumula 8,7% do volume. Apesar disso, quem depende deste recurso está animado com a quadra chuvosa.

Para o produtor rural Aurelino de Oliveira, que trabalha na produção agrícola e pecuária leiteira em Caiçarinha, em Banabuiú, as chuvas regulares são animadoras. “Tem nos ajudado bastante para a melhoria dos pastos e a forragem está no ponto de silagem. Os açudes de pequeno porte estão quase cheios e o açude Arrojado Lisboa (Banabuiú) tem pegado um volume bom de água para facilitar o plantio no verão. A água que ajuda no plantio é do açude Arrojado Lisboa, já que plantamos a margem do mesmo. Os açudes de pequeno porte servem para o animal beber”.

As bacias com maior conforto hídrico são a do Litoral (98,38%), que abastece a Região Metropolitana de Fortaleza, Coreaú (97,96%) e Acaraú (89,09%), onde está localizado o Araras. Apesar disso, 55 açudes estão com volume abaixo de 30% e o Madeiro, na cidade de Pereiro, na Bacia do Médio Jaguaribe, segue em volume morto. 

Chuvas
Após uma queda no volume pluviométrico no início do mês, o Estado voltou a registrar boas precipitações esta semana, situação que traz alívio e preocupação. Ontem (23), o município de Pentecoste registrou a segunda maior chuva do Ceará, segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), com 105,6 milímetros. A forte chuva deixou moradores desabrigados. Na madrugada de hoje, ocorreu um deslizamento de terra na CE-253, entre as cidades de Caridade e Guaramiranga, por conta das intensas chuvas que atingiram a região do Maciço do Baturité.

Já entre às 7 horas de ontem e 7 horas de hoje, a Funceme registrou precipitações em mais de 140 cidades, com destaque para Aquiraz (170 mm), Acaraú (125 mm) e Pindoretama (108.0 mm). Os municípios de Ibiapina (81.5 mm), Fortaleza (81 mm) e Uruoca (79 mm) fecham a lista das cinco maiores chuvas das últimas 24 horas. Com isso, além do Araras, os açudes Frios e Patos, que excederam a capacidade esta semana, e o açude Sucesso, que retornou a sangrar, são consequência das boas precipitações observadas nos últimos dias.  

Para hoje, a Funceme prevê predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada no Sertão Central e Inhamuns e na região Jaguaribana. Nas demais regiões, eventos de chuva. A situação deve se manter até amanhã, acrescentando chuva isolada no no Cariri. Já para domingo, a previsão é de nebulosidade variável em todas as regiões com eventos de chuva na faixa litorânea e na Ibiapaba. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva, conforme a Funceme. 


(Diário do Nordeste)

Grupo armado explode agência bancária no interior do Ceará

Um grupo formado por pelo menos cinco homens armados explodiu, na madrugada desta sexta-feira (24), uma agência do banco Bradesco no município de Groaíras, no Norte do Ceará. Com a explosão, um caixa eletrônico, bem como as áreas interna e externa do estabelecimento ficaram completamente destruídos. Até a publicação desta matéria, nenhum dos suspeitos havia sido identificado ou capturado pela polícia. Ainda não se sabe também o que os criminosos teriam conseguido levar, após a ação.

Moradores relataram ter ouvido muitos tiros, de vários pontos da pontos da cidade, bem como o estrondo gerado pela explosão da agência. Segundo testemunhas, houve troca de tiros entre os assaltantes e os policiais. Após o crime, os suspeitos utilizaram motocicletas para fugir, indo em direção à zona rural do município.

A agência bancária fica próxima à igreja matriz, no centro de Groaíras. Agora, com a destruição do prédio, moradores que precisem utilizar os serviços da instituição financeira deverão se deslocar até outras cidades da região, como Cariré e Sobral.

A última vez que um posto bancário havia sido atacado em Groaíras foi em 2018, quando uma quadrilha armada explodiu uma agência do Banco do Brasil, também localizada no centro. A ação aconteceu durante a madrugada.




quinta-feira, 23 de abril de 2020

A DICA DA SEMANA: Aprenda a fazer um pudim de leite condensado delicioso e prático

Que tal preparar uma sobremesa que não tem erro? Pudim de leite condensado, uma receita que agrada a todos e que será sucesso na sua casa.

A receita é fácil, barata e rápida de fazer. O pudim fica com uma textura bem lisa e derrete na boca.
Aprenda!

INGREDIENTES

Calda:
1 xícara (chá) de açúcar

Pudim:
-1 lata leite condensado
-2 medidas (da lata) de leite de vaca
-6 ovos

Como fazer a calda:
Em uma panela de fundo largo, derreta o açúcar até ficar dourado. Misture meia xícara (chá) de água quente e mexa com uma colher. Deixe ferver até dissolver bem o açúcar e a calda engrossar. Forre com a calda uma forma com furo central (19 cm de diâmetro) e reserve.

Como fazer a massa:
Em um liquidificador, bata todos os ingredientes  e despeje na forma reservada com o açúcar queimado. 

Cubra a forma com papel-alumínio e leve ao forno médio (180°C), em banho-maria, por cerca de 1 hora e 30 minutos dependendo da velocidade do seu forno. Use o truque do palito para saber quando estiver realmente pronto.

Depois de frio, leve para gelar por cerca de 6 horas. Desenforme e sirva a seguir.

É muito importante que o pudim seja assado em banho maria.


Durante a pandemia, famílias de baixa renda de 116 cidades cearenses recebem leite diariamente

As famílias de baixa renda e instituições socioassistenciais cadastradas no Programa de Aquisição do Leite (PAA Leite), do Governo do Estado, estão recebendo um alimento rico em nutrientes e importante para a segurança alimentar durante a pandemia. Diariamente, 29 mil litros de leite bovino e caprino são distribuídos a cerca de 184 mil cearenses em situação de vulnerabilidade social espalhadas em 116 municípios do Estado.

O produto é entregue às famílias nas portas das casas, ou com hora marcada nas entidades sociais, como creches ou escolas. “Nesse momento, o programa é fundamental porque é uma das formas que o município tem de assegurar a segurança alimentar e nutricional das pessoas em situação de maior vulnerabilidade social”, ressalta a coordenadora do programa em São Gonçalo Amarante, Anastácia Martins.

Agricultores enfrentam dificuldades para vender a produção
Na cidade de Sobral, na Região Norte, 7.687 litros de leite foram entregues nesta quarta-feira (22). O produto foi destinados à distribuição nas escolas, CRAS, abrigo de idosos, hospitais, Santa Casa de Misericórdia e outras instituições socioassistenciais cadastradas no PAA Leite. Iguatu, no Centro-Sul, é outro exemplo. Lá, 24 entidades recebem 450 litros de leite por dia, contemplando 1.663 pessoas desde fevereiro deste ano. 

Produção
O leite é fornecido por 600 produtores que ofertam o produto por um preço tabelado. “Somente nos últimos 30 dias, atendemos 160 famílias em situação de vulnerabilidade com a entrega de 6.317 litros de leite e 10.938 litros foram distribuídos por meio de entidades socioassistenciais já cadastradas”, pontua Anastácia. Em Palhano, por exemplo, o produto está sendo entregue às quartas-feiras no Centro de Referência em Assistência Social e nas creches.

“O leite é um alimento inerente ao cardápio da nossa população e, hoje, muitos cearenses não dispõem de condições financeiras de comprá-lo”, justifica  a coordenadora estadual do programa, Gizeli Morais. “Os municípios que ainda não aderiram ao programa nos demonstram a necessidade da população mais carente, enquanto aqueles com o programa do leite em plena execução buscam ampliar o público atendido”, destaca Gizeli.

A coordenação estadual do PAA Leite liberou a entrega do produto, desde que obedecidas todas as diretrizes do Ministério da Saúde para evitar a propagação do novo coronavírus. As entidades interessadas podem cadastrar beneficiados com o nome, o CPF e o NIS do beneficiário.


Raio atinge antena de residência, destrói telhado e deixa uma pessoa ferida no Ceará

Um raio atingiu uma residência na madrugada desta quinta-feira (23), na localidade de Guanacés, em Cascavel, na Grande Fortaleza. Um morador da residência ficou ferido.

De acordo com a Defesa Civil do município, a descarga elétrica foi atraída por uma antena de internet na parte externa da cozinha. Todos os eletrodomésticos foram danificados e partes da estrutura do telhado e da parede do cômodo cederam.

A vítima foi socorrida e encaminhada para uma unidade hospitalar em Fortaleza. O atual estado de saúde não foi informado pelo órgão.

Um relatório elaborado pela equipe técnica da Defesa Civil foi encaminhado para a Secretaria Municipal de Assistência Social para análise da situação da família.


(G1 CE)

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Fábrica de Calçados de Senador Pompeu demite cerca de 200 funcionários

A Fábrica de Calçados, principal fonte de empregabilidade e renda do município de Senador Pompeu, convocou na manhã desta quarta-feira (22), aproximadamente 200 funcionários para uma reunião, onde comunicaram a demissão em massa. Outros 40 empregados do KM20 foram convocados para receberem a demissão.

Dois meses atrás a fábrica demitiu cerca de 300 funcionários. Neste período, estima-se que a empresa tinha 1.400 colaboradores. Com as novas demissões, o número caiu para 900 trabalhadores.

A Fábrica está paralisada devido ao decreto estadual que proíbe o funcionamento de serviços não essenciais. Com pedidos cancelados e funcionários sem trabalhar, o motivo especulado das demissões seria a falta de receita para pagar os colaboradores.

“Nossa cidade é pequena, ela sobrevive através dessa fábrica, pois sem ela a renda seria muito mais difícil”, lamentou um cidadão pompeuense.

O clima na cidade é de tensão e preocupação.  A Fábrica de Calçados de Senador Pompeu ainda não se pronunciou sobre as demissões.


(Revista Central)

Ônibus clandestino com passageiros vindos de São Paulo é apreendido em Ipaumirim

Durante um patrulhamento pela cidade de Ipaumirim, no interior do Ceará, policiais militares lotados na 2ª Companhia do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (BEPI/Divisas) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) abordaram um ônibus clandestino oriundo de São Paulo, nessa segunda-feira, 20. Em torno de 30 pessoas estavam no veículo. O motorista foi conduzido à Delegacia Regional de Icó, onde foi autuado em flagrante.

O fato ocorreu por volta das 21 horas, quando a composição especializada que patrulhava por uma rodovia do município avistou o ônibus. Segundo as informações colhidas na ocorrência, os passageiros cearenses residiam em São Paulo e estavam retornando aos seus municípios de origem, como Iguatu, Quixelô e Lavras da Mangabeira, no Ceará. As secretarias municipais de saúde das respectivas cidades foram informadas acerca dos passageiros.

O motorista de 31 anos, oriundo de São Paulo, foi conduzido à Delegacia Regional de Icó, onde foi autuado em flagrante em um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo descumpriento de Decreto Estadual nº 33.519. Ele foi autuado por crime contra a incolumidade pública, com base no artigo 268 do Código Penal, ou seja, infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa. A pena é de detenção, de um mês a um ano, e multa. A Polícia Civil mantém as investigações sobre o caso.

O fato foi noticiado a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em razão do transporte clandestino. Também foi expedido ofício à Procuradoria Geral do Estado (PGE) para averiguar se haverá a aplicação da multa prevista no decreto governamental de R$ 50 mil.

Fiscalização nas divisas
De acordo com o Decreto Estadual nº 33.519 publicado pelo Governo do Estado do Ceará, os serviços dos segmentos de transporte intermunicipal interurbano (que envolve a ligação entre municípios), e metropolitano (entre os municípios da Região Metropolitana de Fortaleza ou entre municípios vizinhos quaisquer, quando a linha atravessar região com elevada densidade populacional), estão suspensos. Essa decisão é uma das medidas para tentar conter a propagação do Covid-19. As empresas que desobedecerem ao que está estabelecido no decreto sofrerão as devidas penalizações, conforme o que preconiza a legislação.


(SSPDS)