ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

sexta-feira, 22 de maio de 2020

MOMBAÇA: PRF apreende 100kg de drogas, munições e arma

Policiais Rodoviários Federais, em deslocamento pela CE-060, próximo ao entroncamento com a CE-363, no município de Mombaça, localizado no sertão central cearense, por volta das 12h desta quinta-feira, (21), abordaram uma caminhonete GM/Montana, de cor preta, que ao visualizar a viatura policial, realizou manobra suspeita, chamando atenção da equipe PRF.
De acordo com a PRF, no veículo havia apenas um homem de 33 anos, natural do Estado da Paraíba, sem antecedentes criminais, que se mostrou nervoso durante a fiscalização.
Em vistoria no veículo, foram encontrados escondidos em fundo falso na caçamba da pick-up, 130 tabletes de substância com característica de maconha, totalizando 100 kg da droga, e uma pistola calibre .40, com numeração raspada e 11 munições intactas.
O condutor, detido em flagrante por tráfico de drogas e porte ilegal de arma e munições, se recusou a dizer detalhes sobre o transporte da droga.
O detido foi encaminhado, juntamente com a droga, o veículo apreendido e o armamento, à Delegacia de Polícia Civil de Mombaça, onde foram lavrados os procedimentos cabíveis.
A operação teve o apoio do CPRaio de Mombaça.

quinta-feira, 21 de maio de 2020

Cantora acopiarense lançará seu novo trabalho ainda nesse mês de maio

A cantora gospel acopiarense Márcia Neves estará lançando seu mais novo trabalho musical neste mês de maio, de acordo com informações da mesma para o blog.

Márcia informa que no dia 23 de maio, será o lançamento da música "Recomeçar" em todas as plataformas digitais e no dia 27 haverá uma "live" com a participação de vários cantores que fizeram parte de sua história musical.

A música "Recomeçar" é o carro chefe do seu mais novo trabalho (o 5º de sua carreira) e conta com a participação de seu filho, o músico Júnior Palácio.

Márcia Neves é professora da rede municipal de ensino acopiarense e atualmente faz parte do Ministério Canaã, que tem como pastor, o senhor Wagner Almeida.

DISCOGRAFIA

1º Trabalho: Lp "O Pensar é Jesus"
2º Trabalho: Cd "De Jesus Para Toda Vida"
3º Trabalho: Cd "Cristo Vai Te Levantar do Chão"
4º Trabalho: Cd "É Pela Fé"
5º Trabalho: Cd "Recomeçar!"

"É chegado o tempo de Deus na sua vida, é hora de Recomeçar!" - Márcia Neves



MOMBAÇA: Caminhão tomba na serra de Umari, motorista tem ferimentos leves

Um acidente envolvendo um caminhão foi registrado na manhã desta quinta-feira (21), na Serra do Umari, no município de Mombaça. Foi por volta de 1h da manhã, quando o caminhão que transportava uma carrada de milho tombou na pista deixando o motorista ferido.

O veículo tinha saído do estado do Piauí e seguia para o município cearense de Piquet Carneiro. O condutor do caminhão que não teve a identidade revelada foi socorrido para o hospital de Mombaça e ficou hospitalizado.


(Top Tv Online)

MOMBAÇA: Após perseguição, PRF apreende grande carga de drogas no município

Após perseguição à um carro suspeito que estaria entrando na cidade de Mombaça com uma grande carga de drogas, a Polícia Rodoviária Federal com o apoio do BP Raio, apreenderam o veículo, a carga e prenderam os envolvidos. Toda a ação foi abordada na Rua Jaime Benevides, em frente ao Pólo de Lazer. Aguardamos os dados oficiais, como quantidade do material apreendido, além de informações sobre a ação dos envolvidos.

Mais informações a qualquer momento!!!






quarta-feira, 20 de maio de 2020

Filho de Mombaça, José Brasil Vieira falece vítima da covid-19

Após dias internado, vítima da covid-19, o mombacense José Barreto Vieira (popularmente conhecido como Zé do Walderez) veio a óbito por complicações clínicas. Filho do senhor Walderez Diniz Vieira, ex prefeito municipal, ele deixa precocemente sua família por conta dessa doença tão devastadora e assim tão temida! 

Nos solidarizamos com os familiares e deixamos aqui nossos sinceros sentimentos!


Polícia Civil do Ceará derruba perfil com conteúdo pornográfico infantojuvenil

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) está atenta às movimentações de criminosos no meio digital. No dia dedicado ao combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes, lembrado nesse dia 18 de maio, o Departamento de Inteligência Policial (DIP) da PCCE derrubou o perfil de um usuário do Instagram que compartilhava centenas de imagens com conteúdo pornográfico infantojuvenil. Essa é a terceira ação, em menos de dois meses, realizada pelo DIP, em parceria com a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca), no combate à propagação desse tipo de conteúdo.

As denúncias, recebidas pela conta oficial da instituição (@policiacivil_ce) também no Instagram, foram repassadas por outros usuários da rede social que pediam investigações sobre o caso. Imediatamente os policiais civis passaram a investigar e conseguiram tirar do ar o perfil com o conteúdo criminoso. Mesmo com a retirada do perfil, os policiais seguem investigando o fato com o intuito de descobrir a origem do material, bem como o autor do crime. As investigações seguem com a Dceca, com apoio do DIP.

Ações anteriores
Esta é a terceira ação de derrubada de perfis com conteúdo criminoso ocorrida nos últimos dois meses. Em março, deste ano nos dias 22 e 29, a PCCE derrubou um perfil de um usuário do Instagram que continha conteúdo pornográfico infantil e uma página na rede social Facebook que, além de propagar conteúdo pornográfico infantil, fazia apologia a crimes como estupro e violência contra idosos, mulheres e crianças. Antes de ser derrubada, a página possuía 172 mil seguidores. Os responsáveis pelo conteúdo criminoso são investigados, bem como os adeptos da página.

O que diz a lei?
Art. 241-A do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): É crime oferecer, trocar, disponibilizar, transmitir, distribuir, publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente. A pena prevista é de reclusão, de três a seis anos, e multa.

Denúncias
A população de Fortaleza pode denunciar crimes contra crianças e adolescentes para a Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dceca). Caso você tenha informações que auxiliem o trabalho da Polícia Civil, basta ligar para o número (85) 3101-2044, que é o telefone da Dceca, ou para o Disque 100, serviço oferecido para a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Nos municípios onde há Delegacias de Defesa da Mulher (DDMs), as unidades são responsáveis por investigar as ocorrências de crimes sexuais contra crianças e adolescentes. Nos demais municípios, os crimes são investigados pelas demais unidades da Polícia Civil do Ceará.




Ministério Público entrega 60 mil máscaras apreendidas em operação para a Secretaria Estadual da Saúde

O Ministério Público do Ceará (MPCE) entregou, nesta terça-feira (19/05), 59.850 máscaras descartáveis apreendidas na Operação “Careza” à Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). O repasse do material aconteceu na sede da Procuradoria Geral de Justiça com os promotores de Justiça Nelson Gesteira, assessor de Desenvolvimento Institucional, e Lucas Azevedo, assessor de Políticas Institucionais e o secretário executivo da Saúde, Cláudio Vasconcelos.

Espera-se, com a entrega das máscaras, contribuir com a Saúde Pública dos cidadãos na luta contra a pandemia do Coronavírus. “É, na verdade, uma entrega que o MP faz à sociedade cearense. É a instituição dando sua contrapartida, fruto do seu trabalho em defesa da coletividade. Neste momento de grande tensão social, no qual as pessoas esperam das instituições públicas ações enérgicas e eficazes para promover a saúde pública de maneira geral, o MP vem cumprindo seu papel. Este é um exemplo claro que a sociedade cearense pode contar com o Ministério Público do Ceará em todas as circunstâncias, principalmente nesse momento grave de crise sanitária que vivenciamos”, reforça Lucas Azevedo.

Sobre a Operação Careza
A ação aconteceu no dia 7 de abril e teve o objetivo de combater preços abusivos em uma rede de farmácias na Capital cearense. O Ministério Público tomou de uma pessoa jurídica que estaria vendendo máscaras hospitalares descartáveis ao valor de R$ 180,00 uma caixa, com 50 unidades, o que representa um valor unitário de R$ 3,60. A caixa deste produto costumava ser comercializada pelo valor médio de R$ 10, representando, portanto, um aumento de 1.800%. A majoração abusiva dos preços ocorreu após a declaração estadual de pandemia.


(MPCE)

Servidores estaduais podem suspender empréstimo consignado

Os servidores estaduais do Ceará poderão suspender por até três meses o desconto em folha de pagamento de empréstimos consignados no Bradesco. A medida foi anunciada nesta quarta-feira (20) em ofício enviado pelo banco ao Governo do Estado. Há quase dois meses, servidores articulavam o benefício junto ao Governo e ao Poder Legislativo.

Após solicitação da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), através do secretário Flávio Jucá, o Bradesco decidiu também ampliar o prazo máximo dos empréstimos de 72 para 96 meses e oferecer carência de três meses para novos empréstimos.

O benefício não é automático e ficará a critério do servidor estadual ser atendido pelas medidas. Ainda serão anunciados os formatos de adesão.

"Estima-se que de 8 a 10 mil servidores serão beneficiados com essa decisão. Ela é facultativa, porém, querendo ou não, (os servidores) serão beneficiados. É uma vitória grande para nós, servidores do Estado", afirma o servidor estadual Felipe Lira, um dos mobilizadores da ação.

A medida ocorre durante a pandemia de coronavírus no Ceará, um dos estados mais afetados pela doença no Brasil. Já são mais de 1,8 mil óbitos e mais de 28 mil pessoas infectadas pela Covid-19 no estado.

Processos
A primeira tentativa de suspender os empréstimos consignados partiu do deputado estadual Osmar Baquit (PDT), que enviou requerimento ao Governo do Estado, pedindo que buscasse solução junto ao banco responsável pela folha de pagamento.

No início de março, segundo o deputado, o Governo, através da Secretaria de Planejamento e Gestão, consultou o banco, responsável pela folha de pagamento dos servidores estaduais, sobre a possibilidade de serem suspensos por dois meses os descontos em folha a partir dos empréstimos consignados.

O Bradesco, no entanto, negou o pedido, sob alegação de que somente estados que tivesse atrasos nos salários seriam beneficiados, segundo Baquit.

Depois da negativa, os servidores entraram com pedido de liminar na Justiça, que também foi indeferido. Já na Assembleia Legislativa, o deputado apresentou novo requerimento pela suspensão dos pagamentos.

"Entrei com requerimento na Assembleia Legislativa que foi aprovado por unanimidade para que os servidores tivessem suspensos pelo menos por dois meses seus empréstimos consignados com o Bradesco. Conversei com o governador Camilo Santana, que autorizou o secretário Flávio Jucá ter essa conversa com o Bradesco", disse Baquit, nesta quarta-feira (20), comemorando a decisão do banco.


(G1 CE)


Cearense de 102 anos tem 'alta clínica' de Covid-19 após 14 dias

O cearense Diolindo Ferreira Neto, de 102 anos, recebeu "alta clínica" nesta terça-feira (19), após contrair Covid-19 e ficar 14 dias em isolamento domiciliar e acompanhamento médico. Com tosse e febre, o idoso procurou a Unidade Mista Nossa Senhora Auxiliadora no Município de Carnaubal no dia 29 de abril. A confirmação para Covid-19 veio cinco dias depois, com monitoramento da Estratégia de Saúde da Família (ESF).

Diolindo pode ser o brasileiro mais velho a ter "alta clínica" de Covid-19. Em 14 de abril, o veterano da segunda guerra mundial Ermando Armelindo Piveta, de 99 anos, foi considerado o brasileiro mais idoso a ter alta clínica após contrair Covid-19.

O Ceará tem 1.856 mortes e 28.112 casos confirmados de Covid-19, conforme a plataforma IntegraSUS, da Secretaria de Saúde do Estado (Sesa). Em Carnaubal, segundo dados mais recentes, 22 casos foram confirmados; 7 pacientes foram curados e 14 pessoas seguem em isolamento domiciliar.

Ao chegar à unidade de saúde da cidade, Diolindo foi notificado para Covid-19 e submetido ao teste para Covid-19. “No dia seguinte, dia 30 de abril, a coleta foi encaminhada ao Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (Lacen), para realização do exame específico para doença”, explica a Secretária de Saúde de Carnaubal, Ana Maíra Ximenes Oliveira.

'Dias difíceis'
Para a neta de Diolindo, Kelvia Oliveira Melo, a recuperação do avô foi uma grande alegria aos familiares. O idoso nunca teve hábitos de fumar ou beber, nem apresentava doenças que pudessem acarretar em agravamento do quadro de saúde, como diabetes e hipertensão. “Graças a Deus a recuperação dele foi muito boa”, acrescenta.

“Ele ficou em isolamento domiciliar e hoje se encontra bem, graças a Deus. Foram dias muito difíceis para toda a família e atribuímos isso à boa saúde que ele tem”, afirma a neta.
Após o término do monitoramento realizado pela Estratégia de Saúde da Família, foram realizados novos exames laboratoriais e avaliação médica de acordo com os critérios do Ministério da Saúde, confirmando a recuperação de Diolindo.


(G1 CE)


terça-feira, 19 de maio de 2020

Lei que cria programa de apoio às microempresas é sancionada

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). A Lei nº 13.999/2020, que abre crédito especial no valor de R$ 15,9 bilhões, foi publicada no Diário Oficial da União e entra em vigor hoje. O objetivo é garantir recursos para os pequenos negócios e manter empregos durante a pandemia do novo coronavírus no país.

Pelo texto, aprovado no fim de abril pelo Congresso, micro e pequenos empresários poderão pedir empréstimos de valor correspondente a até 30% de sua receita bruta obtida no ano de 2019. Caso a empresa tenha menos de um ano de funcionamento, o limite do empréstimo será de até 50% do seu capital social ou a até 30% da média de seu faturamento mensal apurado desde o início de suas atividades, o que for mais vantajoso.

As empresas beneficiadas assumirão o compromisso de preservar o número de funcionários e não poderão ter condenação relacionada a trabalho em condições análogas às de escravo ou a trabalho infantil. Os recursos recebidos do Pronampe servirão ao financiamento da atividade empresarial e poderão ser utilizados para investimentos e para capital de giro isolado e associado, mas não poderão ser destinados para distribuição de lucros e dividendos entre os sócios.

As instituições financeiras participantes poderão formalizar as operações de crédito até três meses após a entrada em vigor desta lei, prorrogáveis por mais três meses. Após o prazo para contratações, o Poder Executivo poderá adotar o Pronampe como política oficial de crédito de caráter permanente com o objetivo de consolidar os pequenos negócios.

Deverá ser aplicada ao valor concedido a taxa básica de juros, a Selic, atualmente em 3%, acrescidos de 1,25%. O prazo para pagamento do empréstimo será de 36 meses. Os bancos que aderirem ao programa entrarão com recursos próprios para o crédito, a serem garantidos pelo Fundo Garantidor de Operações (FGO-BB) em até 85% do valor.

Os empréstimos poderão ser pedidos em qualquer banco privado participante e no Banco do Brasil, que coordenará a garantia dos empréstimos. Outros bancos públicos que poderão aderir são a Caixa Econômica Federal, o Banco do Nordeste do Brasil, o Banco da Amazônia e bancos estaduais. É permitida ainda a participação de agências de fomento estaduais, de cooperativas de crédito, de bancos cooperados, de instituições integrantes do Sistema de Pagamentos Brasileiro, das fintechs e das organizações da sociedade civil de interesse público de crédito.

A lei foi sancionada com quatro vetos
Um dos trechos vetados previa que os bancos deveriam conceder o financiamento no âmbito do Pronampe, mesmo que a empresa tivesse anotações em quaisquer bancos de dados, públicos ou privados, de restrição ao crédito, inclusive protesto.

Para o governo, essa medida contraria o interesse público, bem como os princípios da seletividade, da liquidez e da diversificação de riscos, ao possibilitar que empresas que se encontrem em situação irregular, bem como de insolvência iminente, tome empréstimo, em potencial prejuízo aos cofres públicos. Além disso, com dispositivo proposto, as instituições financeiras poderiam direcionar as operações de crédito sob garantia do Pronampe para o pagamento de dívidas de suas próprias carteiras.

Acesso ao crédito
De acordo com pesquisa do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria da Fundação Getúlio Vargas, cresceu em 8 pontos percentuais a proporção de empresários que buscou crédito entre 7 de abril e 5 de maio deste ano. O levantamento mostra ainda que 90% das empresas de micro e pequeno porte registram queda nas receitas.

Entretanto, o mesmo estudo mostra que 86% dos pequenos empresários que buscaram crédito para manter seus negócios não conseguiram ou ainda têm seus pedidos em análise. Desde o início das medidas de isolamento no Brasil, apenas 14% daqueles que solicitaram crédito tiveram sucesso.

A pesquisa, realizada entre 30 de abril e 5 de maio, ouviu 10.384 microempreendedores individuais (MEI) e donos de micro e pequenas empresas de todo o país. Essa é a 3ª edição de uma série iniciada pelo Sebrae no mês de março, pouco depois do anúncio dos primeiros casos da doença no país.

O levantamento da entidade confirma uma tendência já identificada em outras pesquisas do Sebrae, de que os donos de pequenos negócios têm, historicamente, uma cultura de evitar a busca de empréstimo. Mesmo com a queda acentuada no faturamento, 62% não buscaram crédito desde o começo da crise. Dos que buscaram, 88% o fizeram em instituições bancárias. Já entre os que procuraram em fontes alternativas, parentes e amigos (43%) são a fonte de empréstimos mais citada, seguidos de instituições de microcrédito (23%) e negociação de dívidas com fornecedores (16%).

Para o Sebrae, esse comportamento pode ter diversas razões, entre elas as elevadas taxas de juros praticadas pelas instituições financeiras, o excesso de burocracia ou a falta de garantias por parte das pequenas empresas.

Analisando a procura de crédito junto aos agentes financeiros, a 3ª Pesquisa do Impacto do Coronavírus nos Pequenos Negócios mostrou que os mais demandados, desde o início da crise, foram os bancos públicos (63%), seguidos dos bancos privados (57%) e cooperativas de crédito (10%). Entretanto, avaliando a taxa de sucesso desses pedidos, o estudo do Sebrae apontou que as cooperativas de crédito lideram na concessão de empréstimos (31%) e, na sequência, aparecem os bancos privados (12%) e os bancos públicos (9%).


(Agência Brasil)

Ministério Público do Ceará requisita exames e declarações de óbitos por suspeita de Covid-19 da rede pública

O Ministério Público do Ceará (MPCE), por meio das 137ª e 138ª Promotorias de Justiça de Fortaleza de Defesa da Saúde Pública, requisitou às Secretarias de Saúde do Estado do Ceará (Sesa) e do município de Fortaleza (SMS), nesta segunda-feira (18/05), cópias de todas as declarações de óbito por suspeita de Coronavírus emitidos nos meses de abril e maio de 2020, bem como os exames para detecção da Covid-19 destes casos. Os órgãos têm o prazo de 10 dias úteis para enviar as respostas.

Sindicato dos Médicos
O MPCE solicitou ao Sindicato dos Médicos os nomes e contatos dos profissionais com informações acerca de supostas irregularidades em atestados de óbitos relacionados à pandemia. O pedido foi realizado na última quinta-feira (14) e foi dado prazo de cinco dias úteis para resposta.


(Assessoria de Imprensa)

Chove no Sertão Central e Inhamuns na manhã desta terça-feira

A terça-feira, 19, começa com chuva no Ceará, principalmente na região do Sertão Central e Inhamuns. As chuvas de intensidade fraca a moderada também se aproximam do litoral cearense, conforme observado pela rede de radares da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Esse cenário já havia sido apontado em previsão divulgada na última segunda-feira.

As condições do tempo atuais ocorrem pela presença de áreas de instabilidade na região Leste do Nordeste. Segundo a gerente de meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto, a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal indutor de chuvas no Estado, mantém-se afastada do Ceará.

Para o dia, a expectativa é de predomínio de nebulosidade variável em todo o período com possibilidade de chuva. Já na quarta-feira, há chances de chuvas isoladas em todas as macrorregiões.

Acumulado de chuva
Choveu em pelo menos 22 cidades cearenses desde as 7 horas da segunda até o mesmo horário desta terça-feira. Nesse período, Quixeramobim teve o maior volume de precipitação, com 53 mm acumulados no posto Belém; seguido de Iguatu, que acumulou 38 mm no posto que leva o nome do município. As informações são do balanço parcial da Funceme, atualizado às 8 horas.

Dez maiores chuvas por posto
Quixeramobim (posto Belem): 53.0 mm
Iguatu (posto Iguatu): 38.0 mm
Iguatu (posto Baú): 30.0 mm
Catarina (posto Fechado): 27.0 mm
Acopiara (posto Caixa): 22.0 mm
Tauá (posto Vera Cruz): 18.4 mm
Orós (posto Guassussê): 17.0 mm
Umari (posto Umari): 16.4 mm
Lavras da Mangabeira (posto Mangabeira): 16.0 mm
Quixeramobim (posto Radar Quixeramobim): 16.0 mm


(O Povo)

Em 111 municípios cearenses, mais da metade dos pacientes de COVID-19 estão recuperados

Entre tantos dados negativos relacionados à pandemia do novo coronavírus, surge um indicador de esperança: em 111 municípios do Ceará, 50% ou mais das pessoas diagnosticadas com Covid-19 já estão recuperadas.

O Ceará, até a manhã desta segunda-feira (18), registrava mais de 25 mil casos da doença. As mortes já somam 1.648, segundo a Secretaria Estadual da Saúde (Sesa). O número de pacientes recuperados na plataforma Integra SUS, da Sesa, soma os pacientes confirmados para Covid-19 que evoluíram para cura e aqueles que tiveram alta hospitalar, conforme o Sistema Informatizado de Vigilância Epidemiológica de Gripe (Sivep Gripe).

Em nove cidades do interior do estado, o número de casos confirmados se igualou ao de recuperações – ou seja, todos os pacientes infectados pelo novo coronavírus tiveram alta hospitalar após tratamento para a Covid-19. Os casos ocorreram em Abaiara (1), Antonina do Norte (2), Assaré (1), Barro (3), Cedro (5), Deputado Irapuan Pinheiro (4), Jardim (1), Nova Olinda (7) e Pires Ferreira (1).

Em Fortaleza, 9.175 pessoas constam como recuperadas, o correspondente a cerca de 57,4% dos 15.994 casos confirmados na cidade. A capital já registrava 1.176 mortes pela doença até as 9h53 desta segunda.

Outras 102 localidades do Ceará também contabilizam a recuperação de mais da metade dos pacientes confirmados. Entre elas, estão o município de Caucaia, com 916 confirmações e 493 recuperados, e outros três também da Região Metropolitana de Fortaleza: Maranguape, com 232 casos e 157 recuperações; Maracanaú, com 305 dos 535 casos curados; e Eusébio, com 418 casos e 225 curados.

No interior, Itapipoca é um dos municípios com maior índice de altas médicas, com 262 dos 479 infectados já recuperados.

Apenas sete dos 184 municípios cearenses ainda não têm registros de pacientes recuperados pela doença: Jati, que contabiliza três casos confirmados; Aiuaba e Pacujá, com dois cada; e Croatá, Piquet Carneiro, Potengi e Salitre, que registram um caso confirmado cada.


(G1)

Latam anuncia 1,4 mil demissões

A Latam informou que vai demitir 1,4 mil funcionários em Chile, Colômbia, Equador e Peru. A medida, anunciada na última sexta-feira (15/5), é resultado das graves consequências econômicas da pandemia da peste chinesa.

"Apesar de todos os esforços que temos feito para cuidar dos empregos, somos forçados a tomar esta difícil decisão. Os impactos da Covid-19 são profundos, e é inevitável reduzir o tamanho do Grupo Latam para proteger sua sustentabilidade a médio prazo", disse o CEO da empresa, Roberto Alvo, em comunicado.

Em meados de abril, Alvo já tinha dito que era “inevitável” que as empresas do grupo tivessem que “redimensionar seus respectivos tamanhos e a forma como operam”.

O executivo também tinha dito, no final de abril, que estimava que durante o segundo semestre deste ano a empresa poderia recuperar de 50% a 70% de suas operações, mas alertou que esta era uma “estimativa muito variável”, pois ainda não sabia quando as restrições de fronteiras seriam suspensas.


(Agência EFE)

Pesquisa sobre propagação da Covid-19 causa impasse no interior

A morosidade e até ausência no diálogo entre o Ministério da Saúde (MS) e secretarias de saúde de pelo menos 75 cidades brasileiras prejudicou a realização de uma pesquisa nacional, realizada pelo Centro de Pesquisas Epidemiológicas da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), a pedido do MS, cujo objetivo é levantar informações acerca da propagação do coronavírus no Brasil.

No Ceará, quatro municípios tiveram registros de problemas com equipes - selecionadas pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) - que realizam a coleta de dados.

As dificuldades estão sendo impostas tanto por prefeituras, que dizem não ter sido comunicadas pelo Ministério da Saúde sobre a realização da pesquisa, quanto pelo receio da população, que teme se tratar de algum "golpe".

Em Iguatu, cidade do Centro-Sul que tem 83 casos confirmados da doença, uma equipe foi conduzida à delegacia de Polícia Civil. "Depois de várias horas na delegacia, fomos expulsos, escoltados até o limite da cidade como se fôssemos criminosos", criticou a pesquisadora Eubenice Uchoa. Ela integra o Instituto Pesquisa Nordeste, um dos três institutos especializados em pesquisa de opinião no Ceará que foi contratado pelo Ibope. Apesar do incidente, Eubenice disse que as pesquisas não irão ser paralisadas. "Vamos regularizar a situação e retornar à cidade para concluir o trabalho".

Já o delegado titular de Iguatu, Wesley Alves, disse que a equipe "vai responder judicialmente por colocar em risco à saúde da população e por prática de exercício ilegal da profissão". As secretarias de Saúde de Crateús, Iguatu, Juazeiro do Norte e Sobral alegam que não receberam comunicado do Ministério da Saúde. "Não fomos informados", disse o gestor da Saúde de Iguatu, Georgy Xavier. "Aqui também não houve comunicação prévia", confirma a secretária de Crateús, Elizabeth Machado.

A exceção ocorreu em Quixadá, onde não houve registro de nenhum problema. Em nota, a Secretaria da Saúde do Município esclareceu que recebeu o comunicado do Ministério sobre a pesquisa. Por lá, a primeira etapa já foi iniciada. Esta fase consiste em ouvir 250 moradores sobre isolamento social e o estado de saúde de cada um deles. Ao fim do questionário, a equipe aplica um teste rápido para Covid-19 (sorologia), que detecta se a pessoa já teve a doença.

Em todo o País, o teste será aplicado em 99.750 pessoas de 133 municípios. Do total de cidades, segundo o reitor da UFPel, Pedro Hallal, 75 tiveram algum tipo de problema. "Em alguns casos chamaram as forças de segurança".

Em Juazeiro do Norte não foi decretado prisão dos pesquisadores, mas o trabalho teve que ser interrompido. "A equipe voltou a Fortaleza e estamos oficializando todos os termos para podermos desempenhar nossa pesquisa", explicou Eubenice.

Na cidade de Sobral após impasse inicial causado por denúncias de moradores, a Secretaria da Saúde entrou em contato com o Ministério e a pesquisa foi liberada. No entanto, apesar do aval da Prefeitura, os pesquisadores relatam dificuldades para executar o trabalho. "A situação está complicada, há 'fake news' nas redes sociais e moradores rejeitam participar", relatou a pesquisadora Joana Porto.

Crítica
A presidente do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Ceará (Cosems), Sayonara Moura, avalia como grave a forma como o estudo foi iniciado sem comunicação às prefeituras e sem triagem nos profissionais que participam da atividade.

"É muito grave. Eles (equipe de pesquisadores) não são técnicos e nem muito enfermeiros, portanto há indícios de exercício ilegal da profissão, além do risco para a saúde das pessoas", frisou. Joana Porto, no entanto, garante que as equipes foram treinadas pelos institutos.

Em Iguatu, onde a equipe foi levada para Delegacia no fim da semana passada, Sayonara denuncia que "eles não estavam usando equipamentos de proteção individual".

Além disso, a presidente do Cosems questionou a ausência de uniformes padrões, o que garantiria maior credibilidade à pesquisa. "Alguns usavam bermudas e, o mais grave, não sabiam onde descartar o material", denunciou.

Para Sayonara, esses problemas enfrentados, não só no Ceará, mas em outras regiões do País, "demonstram o desgoverno, a falta de planejamento, descontrole e desperdício de dinheiro público".


(Diário do Nordeste)



Maior apreensão de droga sintética do ano no Ceará resulta na prisão de dois homens

Dois homens foram presos em flagrante por envolvimento no tráfico da droga sintética 25I-NBOMe. Foram apreendidos mil pontos do entorpecente, o que configura como a maior apreensão desse tipo de substância ocorrida este ano no Ceará. As prisões ocorreram em Fortaleza e em Caucaia nesta sexta-feira (15).

A ação foi realizada em conjunto entre a Polícia Civil e a Receita Federal do Brasil. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSPDS), o primeiro suspeito envolvido na ocorrência, o estudante de psicologia Felipe Maia Marques, de 23 anos, iria receber o material entregue por meio de encomenda. Aos policiais, ele confessou saber do que se tratava e que receberia uma quantia em dinheiro por oferecer seu endereço e nome como destinatário.

No apartamento do suspeito, foram encontrados também uma quantidade de maconha em um pote, duas balanças e dois rolos de plástico para embalar o entorpecente.

Em seguida, os agentes seguiram para a praia do Icaraí, em Caucaia, onde encontraram Wladimir Rocha Evangelista, de 24 anos, com antecedentes criminais por roubo. Com ele, os policiais encontraram as drogas. Ambos os suspeitos foram levados para a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) e autuados por tráfico e associação para o tráfico de drogas. A Polícia Civil segue as investigações para apurar a participação de outras pessoas no caso.


(G1 CE)




Mais de 4,4 mil profissionais da saúde já foram infectados pelo coronavírus no Ceará

Pelo menos 4.450 profissionais da área testaram positivo para Covid-19 no Ceará, segundo dados da Secretaria da Saúde do Estado, atualizados até a noite desta segunda-feira (19). Isso representa cerca de 17% de todos mais de 26 mil casos confirmados da doença provocada pelo novo coronavírus no estado.

A maioria das confirmações se concentra em Fortaleza (3.151), Caucaia (184), Sobral (124), Maracanaú (63) e Eusébio (50). Conforme a plataforma, há 3.279 trabalhadores da saúde recuperados e outros 5.878 estão em investigação.

As profissões mais atingidas até agora, conforme o levantamento da Secretaria da Saúde, são os técnicos ou auxiliares de enfermagem, que já somam 1.338 com a doença, enfermeiros (736), médicos (707) e agentes comunitários (181).

Os técnicos e auxiliares de enfermagem também representam a maior quantidade de óbitos em decorrência da Covid-19. Conforme a plataforma, foram registrados seis casos fatais de trabalhadores da profissão, além de quatro médicos, um profissional da biotecnologia e um enfermeiro, totalizando 12 mortes pela doença.

Os dados diferem da quantificação realizada por entidades como o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos em Serviços de Saúde no Estado do Ceará (Sindsaúde-CE)), o Conselho Regional de Enfermagem (Coren-CE) e o Conselho Regional de Medicina (Cremec-CE).

Somados os informes das instituições, são, pelo menos, 19 profissionais da saúde mortos pelo novo coronavírus, sendo três médicos, nove trabalhadores (técnicos, auxiliares em enfermeiros) ligados à Enfermagem; uma auxiliar de saúde bucal; dois auxiliares de serviços gerais; um maqueiro; um agente comunitário; e dois agentes de combate às endemias.

Vítima
Um dos profissionais que não consta na lista da Secretaria é o agente de combate às endemias Leopoldo Ribeiro e Silva, de 62 anos. O trabalhador atuava no Distrito Técnico da Regional III de Fortaleza e faleceu no dia 4 de maio deste ano por complicações decorrentes da infecção viral.

Em nota, a Prefeitura Municipal de Fortaleza negou que o agente de endemias Leopoldo Ribeiro e Silva estivesse trabalhando em campo. Segundo a Pasta, ele “estava atuando em regime de Home Office, desde o início do Decreto Municipal estabelecendo as diretrizes de prevenção a Covid-19 na capital”, pontuou.

Nas palavras de um parente: “Ele era um homem de bem, cidadão, nunca deixou faltar nada na família, cheio de vida, alegre. Eu me inspiro muito nele porque ele era a base da nossa família, aquele que nunca deixou faltar nada, trabalhador, e essa doença destruiu a minha família”,

Leopoldo, além de ter idade acima de 60 anos, o que o insere no grupo de risco da Covid-19, também tinha hipertensão. Contudo, segundo o parente, o agente de endemias trabalhou 10 dias em home office e, após uma mudança nas diretrizes da unidade de saúde em que ele atuava, gerenciada pela Prefeitura de Fortaleza, voltou para as atividades na rua.

“Colocaram ele novamente de volta no campo alegando uma reunião que eles fizeram. Isso custou a vida dele, que já estava perto de se aposentar. É uma negligencia sem fim, da Prefeitura. Eu acredito que essa ordem não pode ter vindo lá de cima do alto escalão”, avalia o parente.

De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde, também em nota, a Pasta “segue as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e atende as recomendações do decreto municipal Nº 14.652, de 19 de abril de 2020”. O texto em questão permite aos profissionais de saúde trabalharem de forma remota.

Falta de EPIs
Para a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, um dos principais problemas enfrentados pelos profissionais da saúde é a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e formas de explicar aos trabalhadores como utilizá-los da melhor maneira.

“A gente vê isso com grande preocupação. Sabemos da dificuldade de aquisição (de EPIs), é um problema global, mas não se pode mandar soldado para guerra sem proteção. A munição dos profissionais da saúde são os equipamentos de proteção”, pontua.

Em nota, a Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) informou que o fornecimento de EPIs está regular “nas unidades de gestão da Sesa para os profissionais da linha de frente no enfrentamento à pandemia da doença”. Conforme a Pasta, “o Governo do Estado realizou compra de 270 toneladas de EPIs para atender as unidades hospitalares”. A SMS, por sua vez, afirmou que fornece aos profissionais de saúde, além de EPIs, testes rápidos para diagnóstico da doença, apoio psicológico e vacinação contra gripe H1N1.


(G1 CE)


segunda-feira, 18 de maio de 2020

Anvisa alerta sobre aumento de intoxicação por produtos de limpeza

A fim de reduzir os riscos à saúde causados pelo aumento da exposição tóxica por produtos de limpeza no país, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou a Nota Técnica (NT) 11/2020, que alerta a população sobre o crescimento dos casos de intoxicação.

De acordo com a Anvisa, embora não haja informações que demonstrem o vínculo definitivo entre a exposição e os esforços de higienização e desinfecção para evitar a disseminação da covid-19, parece haver uma associação temporal com o aumento do uso dos produtos.

O documento orienta também sobre o uso e o armazenamento adequados dos chamados saneantes domissanitários, ou seja, os saneantes de uso domiciliar que contêm substâncias ou preparações destinadas à higienização e à desinfecção.

A nota foi elaborada com base nos dados dos Centros de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox). “Para se ter uma ideia do crescimento dos casos de intoxicação, de janeiro a abril deste ano os CIATox receberam 1.540 registros de intoxicação devido a produtos de limpeza envolvendo adultos, um aumento equivalente a 23,3%, comparado ao mesmo período de 2019, e de 33,68%, com relação a 2018”, informa a Anvisa.

Crianças
No que se refere às crianças, foram registrados 1.940 casos, um aumento de 6,01% e de 2,7%, em relação a 2019 e 2018, respectivamente. De acordo com a Agência, os números mostram que os acidentes domésticos envolvendo exposição tóxica a substâncias químicas são mais frequentes com o público infantil e, portanto, há necessidade de dispensar mais cuidados às crianças.

Orientações básicas
1- Mantenha os produtos de limpeza fora do alcance de crianças e animais. Esses produtos podem atrair a atenção principalmente de crianças pequenas, entre 1 e 5 anos de idade.
2- Evite o armazenamento desses produtos em recipientes diferentes e não etiquetados.
3- Supervisione as crianças, não permitindo que elas acessem os ambientes onde esses produtos são guardados.
4- Não deixe detergentes e produtos de limpeza em geral embaixo da pia ou no chão dos banheiros.
5- Leia e siga as instruções descritas no rótulo de cada produto.
6- Evite a mistura de produtos químicos.
7- Garanta a ventilação quando for manusear um desses produtos destinados à limpeza, higienização e desinfecção.
8- Inutilize as embalagens vazias. Isso porque elas sempre ficam com resíduos, ou seja, restos dos produtos. Jogue fora as embalagens vazias, preferencialmente valendo-se do sistema de coleta seletiva, de modo a separá-las do lixo orgânico.
9- Em caso de emergências toxicológicas, não provoque vômito. Tenha em mãos o número do Centro de Informação e Assistência Toxicológica, o CIATox: 0800-722-6001.


Chove em mais de 60 municípios cearenses pelo terceiro dia consecutivo

Choveu em pelo menos 63 municípios cearenses entre 7h de ontem e às 7h desta segunda-feira (18), segundo a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Esse é o terceiro dia consecutivo de bons volume do Estado. A maior precipitação foi registrada em Milagres, na região do Cariri, com 95 milímetros maior volume de maio até agora.

O Sul do Estado concentrou as principais chuvas deste intervalo de 24h. Também choveu com intensidade em Aurora (62,2 mm), Missão Velha (62 mm), Várzea Alegre (58 mm) e Mauriti (52,4 mm). Este é apenas o quinto dia no mês que chove em mais de 60 cidades cearense.

Apesar da quadra chuvosa – de fevereiro a maio — já apresentar um acúmulo médio de 692 milímetros, que representa 15,2% acima da média, que é de 600,7 milímetros, o mês de maio tem recebido pouca água no Ceará. A média para o período é de 90,6 milímetros, enquanto, restando apenas 13 dias, registra 16,7 milímetros no Estado. Um desvio negativo de 81,6%.  

Previsão   
Para esta segunda-feira (18), a Funceme prevê nebulosidade variável em todas as regiões com chuva isolada na região Jaguaribana. Nas demais regiões, há possibilidade de chuva. Já amanhã (19), o tempo nublado predomina em todas as regiões com eventos de chuvas nos litorais do Pecém e de Fortaleza, e no Maciço do Baturité. Nas outras regiões pode ocorrer precipitações isoladas. Na quarta-feira (20, o tempo deve permanecer nublado, com chuva isolada em todas as regiões.  

Confira o cinco maiores índice pluviométricos: 
-Milagres (Posto: Comunidade Valdivino) : 95.0 mm  
-Aurora (Posto: Ingazeira) : 62.2 mm  
-Missão Velha (Posto: Missao Velha) : 62.0 mm
-Várzea Alegre (Posto: Riacho Verde) : 58.0 mm  
-Mauriti (Posto: Mauriti) : 52.4 mm  


(Diário do Nordeste)

Covid-19: vacina pode estar pronta em setembro, afirmam pesquisadores

A possibilidade de haver uma vacina para combater o surto do novo coronavírus pode acontecer ainda neste ano, no mês de setembro. É o que acredita um grupo de cientistas e farmacêuticos que está desenvolvendo pesquisas na área. Os testes em humanos começaram na semana passada.

Pesquisadores da Universidade de Nova York trabalham em parceria com a empresa farmacêutica americana Pfizer e com a de biotecnologia alemã BioNTech para desenvolver a vacina. Eles afirmam  que, se tudo der certo, o tratamento poderá estar pronto para ser utilizado em quatro meses.

Em entrevista para o canal americano NBC, o CEO da Pfizer Albert Bourla contou que eles estão desenvolvendo quatro variações da vacina e os testes clínicos que começaram a ser feitos nos Estados Unidos devem usar ao menos 360 pacientes – os primeiros resultados  saem entre os meses de junho e julho.


(Veja)

Auxílio Emergencial: O que você precisa saber para sacar a 2º parcela

Se você está apreensivo para saber como receberá a 2º parcela do auxílio emergencial, ou se o governo fez alguma mudança para receber os R$ 600, esse artigo é pra você!

O governo finalmente liberou o calendário da segunda parcela. Com a liberação do calendário ficou definido três cronogramas de saque.

1- Para quem recebe em poupança digital
2- Para quem recebe o Bolsa Família
3- Para quem deseja sacar o dinheiro em espécie

A segunda parcela do auxílio emergencial começará a ser paga já na próxima segunda-feira. O pagamento da segunda parcela se estende do dia 18 de maio até o dia 13 de junho. O cronograma de pagamento diferentemente da primeira parcela agora seguirá pelo mês de aniversário, ou pelo número do NIS, no caso quem recebe o Bolsa Família.

Já recebi a primeira parcela, que dia vou receber a segunda?
Se você recebeu a primeira parcela do auxílio emergencial até o dia 30 de abril, você já está apto para receber a segunda parcela, importante destacar que a maior mudança agora é relacionada a data de pagamento que leva em conta agora a data de nascimento do beneficiário.

O que mudou no saque do Auxílio Emergencial?
A principal mudança é referente ao calendário, o benefício começará a ser paga na segunda-feira (18), porém somente para os cadastrados no Bolsa Família.

Para quem vai receber em poupança digital o pagamento se inicia na quarta-feira (20). Porém se você é um dos brasileiros que querem sacar os R$ 600 em espécie, os saques estarão liberados à partir do dia 30 de maio e se estendem até o dia 12 de junho.

Para quem vai receber em poupança digital

Data do recebimento:20 de maio (QUA)21 de maio (QUI)22 de maio (SEX)23 de maio (SÁB)25 de maio (SEG)26 de maio (TER)
Nascidos em:Janeiro e fevereiroMarço e abrilMaio e junhoJulho e agostoSetembro e outubroNovembro e dezembro

Calendário da 2ª parcela (saque) – Bolsa Família

Data do recebimento:18 de maio (SEG)19 de maio (TER)20 de maio (QUA)21 de maio (QUI)22 de maio (SEX)25 de maio (SEG)
Número de Identificação Social:NIS 1NIS 2NIS 3NIS 4NIS 5NIS 6
Data do recebimento:26 de maio (TER)27 de maio (QUA)28 de maio (QUI)29 de maio (SEX)
Número de Identificação Social:NIS 7NIS 8NIS 9NIS 0

Calendário da 2ª parcela (saque) – Poupança Social e demais públicos

Data do recebimento:30 de maio (SÁB)1 de junho (SEG)2 de junho (TER)3 de junho (QUA)4 de junho (QUI)5 de junho (SEX)6 de junho (SÁB)
Nascidos em:JaneiroFevereiroMarçoAbrilMaioJunhoJulho
Data do recebimento:8 de junho (SEG)9 de junho (TER)10 de junho (QUA)12 de junho (SEX)13 de junho (SÁB)
Nascidos em:AgostoSetembroOutubroNovembroDezembro