terça-feira, 26 de maio de 2020

PF liberta 13 cearenses que eram mantidos como escravos no Maranhão

A Polícia Federal prendeu um homem suspeito de submeter pessoas em condições análogas à escravidão. Ele recrutou 13 pessoas em Juazeiro do Norte para revender panelas no Maranhão. Contudo, elas eram obrigadas a permanecer por lá, sob ameaças. 

De acordo com a Polícia Federal em Juazeiro do Norte os recrutados recebiam pagamentos adiantados entre R$ 1,2 mil e R$ 4 mil e a promessa de até 8% do valor das vendas. As condições de trabalho precárias eram notadas já durante a viagem para São Luís (MA) quando as 13 pessoas foram transportadas em um caminhão baú junto a mercadoria.

Insatisfeitos com o serviço, alguns deles decidiram voltar para Juazeiro do Norte, mas passaram a sofrer ameaças. O suspeito está preso na Cadeia Pública de Juazeiro do Norte. Ele ainda alegou que esteve internado e se recuperou da covid-19. Por isso, os policiais federais que participaram da prisão estão isolados.


(Jornal do Cariri)




0 comentários:

Postar um comentário