quinta-feira, 11 de junho de 2020

Regiões do Ceará recebem alerta de perigo potencial com chuvas previstas entre quinta e sexta

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, na manhã desta quinta-feira (11), um alerta amarelo de perigo potencial de acumulado de chuvas em municípios das regiões Norte Cearense, Noroeste e Região Metropolitana de Fortaleza. O aviso foi emitido às 8h desta quinta e segue até às 10h da sexta-feira (12).

De acordo com o alerta, poderá chover entre 20 e 30 milímetros por hora, ou até 50 milímetros por dia, nas regiões. Há baixo risco de alagamentos e pequenos deslizamentos.

O Inmet recomenda aos moradores das cidades listadas que evitem utilizar aparelhos eletrônicos ligados à tomada e observem alterações nas encostas.

Caso haja algum problema, o órgão orienta que as pessoas entrem em contato com a Defesa Civil, por meio do número 199, e com o Corpo de Bombeiros, por meio do número 193.

Chuvas no Ceará
A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) registrou chuvas em pelo menos 75 municípios no que se refere ao intervalo entre as 7h desta quarta (10) e as 7h desta quinta-feira (11). Os dados são preliminares. Maior chuva foi registrada no município de Ibaretama, no Sertão Central e Inhamuns com 41,3 milímetros. Em seguida aparecem Mulungu (31 milímetros), Pindoretama (30 milímetros), Morada Nova (27,3 milímetros) e Ipueiras (27,2 milímetros).

Áreas de instabilidade oriundas do oceano Atlântico e do leste da região Nordeste deverão seguir colaborando para precipitações no Ceará até a próxima sexta-feira (12), de acordo com a Funceme. Conforme análise realizada pelo órgão, a tendência é que as áreas mais a leste, assim como a faixa litorânea concentre os maiores acumulados, mesmo que a expectativa não seja de chuvas tão expressivas nestes próximos dias.

Para quinta, a tendência, neste momento, é de nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, no Maciço de Baturité e na região Jaguaribana. Já para sexta, a Funceme indica, neste momento, chances de registros passageiros no litoral e no Maciço.

Situação dos reservatórios
Segundo a Cogerh, o Ceará possui 30 reservatórios monitorados sangrando. Além disso, outros 57 estão próximos de atingir a capacidades máxima, com volume entre 90% e 99%. O Castanhão, maior reservatório cearense, chegou a 16,12% de sua capacidade, melhor marca dos últimos oito anos. O Orós está com 28,03% e o Banabuiú com 14,25%.


(G1 CE)

0 comentários:

Postar um comentário