ProveNET Sinal de Internet Inteligente!

A melhor banda larga do Ceará!

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

JP Pneus

Pneus - Peças - Acessórios para Motos

Assistência Familiar Caminho do Céu

Sua Família Merece o Melhor.

Anuncie Aqui!

Não perca tempo, anuncie já aqui!

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Endividamento aumenta entre famílias mais pobres em julho

O percentual de famílias com dívidas atingiu 67,4% em julho, o maior nível da série histórica da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgou hoje (28) a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O crescimento se deve ao aumento do endividamento das famílias com até 10 salários mínimos de renda, que chegou ao recorde de 69% em julho, acima dos 68,2% de junho e dos 65,4% de julho de 2019. Por outro lado, o grupo de famílias com renda superior a esse patamar teve uma redução do endividamento, chegando a 59,1% em julho, abaixo dos 60,7% em junho. Apesar disso, o percentual ficou acima dos 58,7% de julho de 2019.

“As necessidades de crédito têm aumentado para as famílias com menor renda, seja para pagamento de despesas correntes, seja para manutenção de algum nível de consumo”, analisa a CNC em texto de divulgação da pesquisa, que compara: “Por outro lado, para as famílias de maior renda, tem aumentado a propensão a poupar”.

A pesquisa é realizada mensalmente com 18 mil consumidores e considera como dívidas as despesas declaradas com cheque pré-datado, cartão de crédito, cheque especial, carnê de loja, crédito consignado, empréstimo pessoal, prestação de carro e de casa, ainda que estejam em dia.

A Peic também questiona os entrevistados sobre dívidas ou contas em atraso, percentual que chegou a 26,3% no geral, o maior valor desde setembro de 2017.

Mais uma vez, o percentual cresceu para as famílias de menor renda e caiu para as mais ricas. Enquanto os lares com até 10 salários mínimos tiveram aumento de 28,6% em junho para 29,7% em julho, para os demais, o percentual caiu de 11,3% para 11,2%.

Outro percentual calculado pela pesquisa é o das famílias que não terão condições de pagar suas dívidas, que chegou a 12% em julho, acima dos 11,6% de junho e dos 9,6% de julho de 2019. Nesse caso, o percentual cresceu para os dois grupos de renda: de 13,2% em junho para 13,7% em julho no caso das mais pobres; e de 4,7% em junho para 4,9% em julho no caso das mais ricas.




Projeto de lei estabelece multa de R$ 285 para quem não usar máscara no Ceará

Um projeto em tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará estabelece multa que varia de R$ 94 a R$ 285 para pessoas que não usarem máscaras em áreas públicas do estado, durante a pandemia de coronavírus. O projeto estabelece ainda multa de R$ 1.021 para estabelecimentos comerciais que permitirem pessoas sem máscaras no interior.

O decreto que obriga uso de máscara em ruas no Ceará está em vigor, mas não há fiscalização ou autuações a pessoas que descumprirem as normas. O Ministério Público do Ceará (MPCE) recomendou ao governo do estado para que estabelecesse uma multa para quem for flagrado sem o uso de máscaras de proteção em espaços públicos, em razão da pandemia do novo coronavírus. O pedido foi feito nesta terça-feira (28).

O Ceará é um dos estados mais afetados pela pandemia, com mais de 160 mil pessoas infectadas e mais de sete mil óbitos em consequência da doença.

Obrigatoriedade da máscara
A obrigatoriedade do uso das máscaras no Ceará já foi instituída em lei desde o dia 10 de julho, enquanto perdurar o estado de calamidade pública. O MPCE, contudo, requer que o estado estabeleça um valor para a multa. O ofício foi direcionado ao secretário da Saúde do estado, Carlos Roberto Martins, o Dr. Cabeto.

A Lei Nº 17.234 traz em seu artigo 3 que “o indivíduo que descumprir as normas previstas nesta Lei incorrerá em multa a ser estabelecida pela autoridade competente que ficará responsável pela fiscalização”, dando a competência à autoridade estadual da área da saúde para estipular o valor da multa e a sua dosimetria.

Dr. Cabeto tem até cinco dias úteis para responder o MPCE a respeito da adoção de medidas que atendam a recomendação. Caso o pedido seja descumprido, o Ministério Público pode tomar as medidas administrativas ou judiciais cabíveis.

O MPCE expediu recomendações relacionadas à aplicação de multa pelo motivo exposto para um total de 27 municípios, incluindo Fortaleza, embora a lei valha para todos os 184 municípios cearenses.


(G1 CE)

quarta-feira, 29 de julho de 2020

Após pedido do MPCE, justiça afasta prefeito de Antonina do Norte

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da Procuradoria dos Crimes contra a Administração Pública (Procap), conseguiu decisão favorável ao afastamento do prefeito de Antonina do Norte, Francisco Evandro Arrais de Almeida, da função pública por 180 dias, assim como a proibição de acesso às repartições públicas do Município para prevenir a alteração de provas.

O pedido do MPCE decorre de uma investigação que aponta o gestor municipal como o chefe de uma organização criminosa que promoveu fraudes em licitações, sendo uma delas relacionada à empresa Flap Empreendimentos, contratada irregularmente desde 2017 para execução de serviços de limpeza pública.

Durante a investigação verificou-se a presença de vínculos entre os investigados, a continuidade delitiva, bem como foram apreendidos R$ 263.000,00, em espécie, no quarto do prefeito.

A decisão foi lavrada no dia 21 de julho e o prefeito e o presidente da Câmara Municipal de Antonina do Norte já foram devidamente notificados da decisão de afastamento, para determinar a posse do vice-prefeito do Município.

Além do prefeito, foram apontados como parte da organização criminosa Antônio Geová Alves, ordenador de despesas do Município, Newton Bento da Silva, Michelle Aparecida dos Santos Cordeiro, Hevelli Mabel da Silva Bento, além de outras pessoas ainda não identificadas. A investigação permanece em sigilo.


(Ministério Público do Estado)

Reabertura das agências do INSS é adiada para 24 de agosto

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) publicou hoje (29), no Diário Oficial da União, portaria que adia para o próximo dia 24 a reabertura gradual de suas agências físicas em todo o país, devido à pandemia do novo coronavírus. A Portaria 36 resulta de decisão conjunta da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia, e do INSS.

O retorno das atividades presenciais estava previsto para a próxima segunda-feira (3). Os serviços, entretanto, continuarão a ser feitos exclusivamente de forma remota, até o dia 21 de agosto, pela Central Telefônica 135, pelo aplicativo e pelo portal Meu INSS. O atendimento remoto terá continuidade depois da reabertura das agências, destacou o instituto.

Segundo o INSS, o objetivo é evitar a aglomeração de pessoas. Quando as atividades presenciais forem reiniciadas, terão prioridade os serviços de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional. Serão retomados também a justificação judicial e o atendimento relacionado ao monitoramento operacional de benefícios.

A Portaria 36 esclarece que, em um primeiro momento, o tempo de funcionamento das agências será parcial, com seis horas contínuas, e o atendimento será exclusivo aos segurados e beneficiários mediante agendamento prévio pelos canais remotos (Meu INSS e Central 135).

“A reabertura gradual e segura irá considerar as especificidades de cada uma das 1.525 agências da Previdência Social no país. Cada unidade deverá avaliar o perfil do quadro de servidores e contratados, o volume de atendimentos realizados, a organização do espaço físico, as medidas de limpeza e os equipamentos de proteção individual e coletiva”, estabelece a portaria.

As unidades que não reunirem condições necessárias para atender o cidadão com segurança seguirão operando em regime de plantão reduzido. Um painel eletrônico será disponibilizado pelo INSS, com informações sobre o funcionamento das agências da Previdência Social, os serviços oferecidos e o horário de funcionamento.


(CN7)

Polícia prende integrantes de quadrilha que clonava cartões no Ceará

Policiais militares do Comando Tático Motorizado (Cotam) da Polícia Militar do Ceará (PMCE) prenderam quatro integrantes de uma quadrilha que clonava cartões no Ceará. Com eles, a polícia encontrou vários objetos adquiridos por meio da atividade ilícita, como computadores, notebooks, tablets, celulares, televisão e até mesmo dinheiro. 

A ocorrência foi registrada na última segunda-feira (27) e divulgada somente nesta quarta (29). Não há informações sobre a identificação dos presos. 

De acordo com o capitão Luiz Paulo, do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque), a Assessoria de Inteligência da PM recebeu informações de que três pessoas estariam em atitude suspeita em um carro que passava pelo posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Em seguida, uma equipe do Cotam foi ao encontro do trio e interceptou o veículo. Dentro do carro, havia duas mulheres e um homem. Com eles, foram encontradas várias compras feitas com os cartões clonados. 

Após ser questionada, uma das mulheres revelou que o seu marido, apontado pelas investigações como o principal integrante do grupo criminoso, estava com mandado de prisão em aberto e escondido na cidade de Paracuru.

Policiais do 23º Batalhão Policial Militar, em Paracuru, foram ao endereço repassado pela mulher e o homem foi encontrado. "Com ele havia mais um vasto material proveninete dessa atividade ilícita da clonagem de cartões", detalhou o capitão.

Além dos objetos comprados ilicitamente, policiais encontraram com os 'cartãozeiros' várias maquinetas, a partir das quais os consumidores passam seus cartões de crédito ou débito para efetuas compras e têm seus dados clonados. 

"As pessoas passam os seus cartões sem saber, logicamente, e eles clonam os dados. A partir daí, eles usam esses dados para fazer compras", complementa o militar do CPChoque.

Os quatro indivíduos foram autuados por formação de quadrilha, e por falsificação e adulteração de documentos. Todos estão à disposição da Justiça.

A Polícia Civil do Ceará (PCCE) vai dar prosseguimento às investigações para tentar localizar mais outros possíveis integrantes da quadrilha.


(Diário do Nordeste)

Casos de dengue aumentam 32% no primeiro semestre do ano no Estado; zika cresce 180%

Entre janeiro e junho deste ano, o Ceará registrou 13.858 ocorrências de dengue, número 32,3% superior ao contabilizado em igual período de 2019, quando 10.471 casos da arbovirose foram confirmados, segundo dados da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa).

As notificações de zika também aumentaram: foram 28 ocorrências no primeiro semestre de 2020 contra 10 no mesmo intervalo de 2019 - aumento de 180%.

Por outro lado, a chikungunya, outra arbovirose monitorada pela Sesa, reduziu mais da metade: as notificações caíram de 917 nos primeiros seis meses de 2019 para 407 em igual período deste ano, uma redução de 55%.

Luciano Pamplona, epidemiologista especializado em arboviroses e professor da Universidade Federal do Ceará (UFC), aponta que a alta está abaixo do que era esperado para este ano. “A expectativa era de uma grande epidemia de dengue no Ceará, algo que estávamos projetando desde 2019 em virtude do retorno da dengue de tipo 2", explica.

Atualmente, dois sorotipos de dengue são percebidos no Ceará, um dos 13 estados brasileiros a registrarem dupla circulação da doença.

"Temos uma grande parcela da população suscetível a esse vírus de tipo 2”, reflete Pamplona, que vê na pandemia de Covid-19 um fator a ser levado em conta para a mudança no comportamento da doença. “É muito provável que a pandemia de Covid-19 tenha suprimido a dengue na população”, avalia.

O represamento de casos pode afetar a população a partir do segundo semestre, alerta o epidemiologista. “A grande preocupação que a gente tem é nesse segundo semestre, apesar de não ser o período de sazonalidade do vírus, e no primeiro semestre de 2021. Passamos esses cinco meses sem acompanhamento endêmico por causa da pandemia. Pode acontecer um aumento de focos, e a recirculação do dengue 2 junto com o dengue 1”, completa.

Em nota, a Secretaria de Saúde (Sesa) informou que o monitoramento de arboviroses está suspenso, seguindo recomendações do Ministério da Saúde (MS) para adequar as ações de vigilância e controle de zoonoses durante a pandemia de Covid-19.

Avanço no Litoral Leste
Nas últimas cinco semanas, dois municípios no Litoral Leste do Ceará foram os únicos a indicar alta incidência de casos de dengue do Estado. De acordo com o IntegraSUS, plataforma da Sesa para acompanhamento epidemiológico, Quixeré e Limoeiro do Norte registraram, respectivamente, incidência de 408,9 e 349,2, considerado elevado.

A taxa de incidência é calculada a partir do número de casos novos de uma patologia em determinado intervalo de tempo dividido pela população exposta à doença.

Ainda conforme o sistema, o período entre os dias 14 de junho e 27 de julho também concentra os casos da arbovirose nessas regiões. Das 631 ocorrências de dengue acumuladas desde o início do ano em Limoeiro do Norte, 207 foram indicadas nas últimas cinco semanas. A parcela equivale a 32% do total de casos.

Situação parecida aconteceu em Quixeré mas, por lá, a intensificação foi mais perceptível: 55% dos pacientes infectados com dengue receberam diagnóstico desde o dia 13 de junho, o que representa 90 dos 161 casos registrados da doença no município desde janeiro.

Questionada sobre a situação no Litoral Leste, a Sesa informou que os dados entomológicos referentes não condizem com o momento atual, já que a segunda fase do Levantamento Entomológico (LIRAa e LIA) foi suspensa pelo Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral de Vigilância de Arboviroses (CGARB), devido à pandemia de Covid-19. A etapa estava prevista para ser realizada entre os dias 30 de março e 18 de abril, com data de envio até 28 de abril.

Taxa de incidência
De acordo com o boletim epidemiológico nacional mais recente sobre a doença, publicado pelo Ministério da Saúde no início de julho, o Ceará tem a segunda maior taxa de incidência de dengue do Nordeste, atrás apenas da Bahia. Cerca de 174,1 casos de dengue são registrados em cearenses a cada 100 mil habitantes. Em território baiano, o número é de 441,9 infecções na mesma parcela da população.

O índice de positividade da doença no Ceará também é alto. Entre os nove estados nordestinos, o Estado é o que tem maior taxa — 38,4% dos testes para diagnósticos da doença reagiram para a arbovirose. Dessa forma, o Ceará está em nono lugar no Brasil em número de positivos. Pernambuco, segundo estado do Nordeste no ranking, contabiliza 36,4% de reações para a arbovirose. A maior taxa foi indicada no Paraná, com 61,4% de reações para a doença.


(G1 CE)

PF cumpre mandatos de prisão no Ceará contra o tráfico internacional de armas

A Polícia Federal (PF) realizou na manhã desta quarta-feira (29) uma operação contra o tráfico internacional de armas em oito estados.

As investigações apontam que armas eram importadas de forma ilegal do Paraguai e distribuídas pelo país. A operação foi batizada de "Mercado das Armas".

Foram cumpridos 25 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão, autorizados pela 13ª Vara Federal de Curitiba, nos seguintes estados:

-Paraná
-Ceará
-Espírito Santo
-Minas Gerais
-Rio de Janeiro
-Rio Grande do Sul
-São Paulo
-Sergipe

O mandado de prisão foi cumprido em Brumadinho, contra um alvo que já estava preso por tráfico de drogas.

De acordo com a polícia, a operação foi deflagrada após armas serem apreendidas escondidas em meio a equipamentos eletrônicos, como rádios, panelas elétricas e climatizadores, que eram transportados pelos Correios e transportadoras privadas.

As investigações apontam que as armas entravam no Brasil com a ajuda de atravessadores paraguaios.

Segundo a PF, suspeitos do Paraná, São Paulo e Minas Gerais, onde os agentes cumprem um mandado de prisão , eram responsáveis pelo esquema de distribuição das armas pelo país.

Além das armas, de acordo com a polícia, os suspeitos importavam peças de pistolas airsoft que eram adaptadas e transformadas em submetralhadoras reais.

A importação destes equipamentos acontecia também sem os certificados necessários, e eles eram vendidos por plataformas virtuais sem o fornecimento de notas fiscais.

Os alvos dos mandados são investigados por tráfico internacional de armas de fogo e acessórios, associação criminosa, falsidade ideológica, uso de documento falso e lavagem de dinheiro.


(G1CE)

terça-feira, 28 de julho de 2020

Operação Flashback prende pelo menos 14 membros de facção criminosa no Ceará

A Operação Flashback II, realizada em 11 estados nesta terça-feira (28), cumpre 38 mandados de prisão temporária no Ceará contra membros de uma facção criminosa com abrangência nacional. Os agentes prenderam 14 pessoas, até as 11h30 desta terça.

No total, a Operação Flashback II tem 212 mandados judiciais expedidos, sendo pelo menos oito nas cidades cearenses de Sobral e Santana do Acaraú. A maioria dos mandados são cumpridos em Alagoas. O restante dos mandados foram expedidos em Pernambuco, Bahia, Paraíba, Sergipe, Piauí, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Minas Gerais.

No Ceará, o Ministério Público e Polícia Militar cumprem os mandados de prisão nas cidades de Fortaleza, Sobral, Juazeiro do Norte, Santana do Acaraú, Boa Viagem, Jaguaribe, Aquiraz, Novo Oriente, Senador Pompeu, Nova Olinda, Tianguá, Independência, Tabuleiro do Norte, Russas e Mauriti.

A ação é coordenada pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas (GNCOC), do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP),

"A finalidade é diminuir e enfraquecer uma facção criminosa com atuação em âmbito nacional. É importante frisar que esses alvos eram específicos, detalhados em razão da sua importância dentro da organização criminosa. É como se a prisão de um desses alvos, você conseguisse desarticular de 50 a 100 membros", reforça o promotor de Justiça do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas no Ceará (Gaeco), Adriano Saraiva.

Tráfico de drogas, homicídios e roubo estão entre os crimes praticados pelo grupo, segundo a polícia. O material genético coletado durante a ação ainda deve auxiliar nas investigações dos crimes violentos. Cerca de 1000 policiais federais, civis e militares participam da ação.

"É de uma grande valia para a sociedade retirar esse pessoal [do convívio social]. Têm pessoas que foram presas recentemente com armas, presas por homicídios. Todos eles já respondiam [por crimes na Justiça] e estão sendo presos por determinação judicial", avaliou o tenente Francisco Edisio Moura, que participa da operação.


(G1 CE)


 

segunda-feira, 27 de julho de 2020

Retomada aumenta demanda e litro da gasolina sobe 1,69% no Ceará

Após alta observada na última semana, especialista projeta estabilização dos preços dos combustíveis, nos próximos dias, com a maioria dos setores da economia de volta ao trabalho presencial em mais macrorregiões do Estado.

O crescimento da demanda por combustíveis com a retomada de boa parte das atividades econômicas no Ceará e os efeitos do aumento de 5% no preço da gasolina vendida nas refinarias efetuado pela Petrobras, no início deste mês, fizeram com que o combustível ficasse 1,69% mais caro na última semana na comparação com a semana imediatamente anterior, chegando a, em média, R$ 4,259 no Estado. A estabilidade desses aumentos, no entanto, deve acontecer nas próximas semanas, com o retomada de mais setores.

O preço corresponde à apuração da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) entre 19/7 e 25/7. Na semana imediatamente anterior (12/7 a 18/7), o preço médio era R$ 4,188 - R$ 0,07 mais barato que na última semana. Nos primeiros dias de julho, o preço médio do litro da gasolina estava em R$ 4,124 - R$ 0,13 mais barato do que na semana encerrada ontem (25).

O aumento no preço médio da gasolina no Ceará, entre a primeira e a última semana do mês, é de 3,2%. A média de R$ 4,259 resulta de um preço mínimo de R$ 3,89 e R$ 4,99. A pesquisa foi feita pela ANP em 217 postos de combustíveis no Estado. Na avaliação do consultor na área de Petróleo e Gás, Bruno Iughetti, a expectativa agora, após sucessivas semanas de alta, é que os preços se estabilizem.

"É o que esperamos para as próximas semanas, uma vez que o aumento de preços praticado pela Petrobras já foi sentido pelos consumidores, já chegou ao consumidor final e a demanda da população por combustível já estará estabilizada, já que a maior parte dos setores já voltaram", pontua.

Fortaleza
Em Fortaleza, o preço médio da gasolina na última semana ficou em R$ 4,211. O menor valor para o combustível encontrado na Capital cearense foi R$ 4,05, enquanto o maior foi R$ 4,399. O preço médio do combustível em Fortaleza apresentou alta de R$ 0,15 na última semana em relação ao início de julho, quando estava em R$ 4,061, conforme a ANP.

Interior
Bruno Iughetti também avalia que essa demanda por combustível e consequentemente a variação de preços em decorrência disso se dará de forma diferenciada entre as regiões do Ceará de acordo com cada fase da retomada. "Obviamente os municípios em lockdown devem ter um referencial de preços menor, contrariamente aos que estão em fase 2 ou fase 3. Com o retorno à normalidade, consequentemente também cresce o consumo", detalha Bruno.

Entre os municípios cearenses, Crateús teve o maior preço médio da gasolina na semana entre 19 e 25 de julho (R$ 4,857). O menor preço médio foi observado em Maracanaú, com R$ 4,03. Entre as regiões, o Nordeste apresentou, na última semana, o maior preço médio da gasolina (R$ 4,27). O Sul teve o menor: R$ 4,11.


(Diário do Nordeste)


MOMBAÇA: Homem é preso após acusação de estupro contra a sobrinha de 9 anos

A prisão ocorreu na manhã de ontem (26), após policiais militares de Acopiara tomarem conhecimento através do Destacamento de Mombaça, sobre um homem que havia cometido um estupro na cidade de Mombaça.

O policiamento se deslocou ao Sitio Cambitos, zona rural de Acopiara e conseguiram localizar o individuo. De acordo com a Policia, o homem é suspeito de estuprar a própria sobrinha de 09 anos.
Indagado sobre o fato o homem negou, porém relatou que esteve na casa de sua irmã. Policiais militares conduziram o individuo a Delegacia Regional de Policia Civil de Tauá, onde o mesmo foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável.




Atenção estudantes: inscrições para o Fies começam nesta terça-feira

Começam nesta terça-feira e seguem até 31 de julho, as inscrições no processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil, para o 2º semestre de 2020. Os estudantes cearenses devem ficar atentos ao prazo e realizar sua inscrição por meio do site do programa. O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. 

Pelo cronograma, o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será do dia 4 até 6 de agosto. Inicialmente, as inscrições no programa eram esperadas para a semana passada, mas foram adiadas depois que o Ministério da Educação identificou inconsistências no processamento da distribuição das vagas ofertadas pelas instituições de ensino superior. 

Segundo o MEC, a medida foi importante para assegurar “a lisura e a transparência do processo seletivo”. Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. O interessado não pode ter zerado a redação e deve ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos.


(Agência Brasil)

Julho encerra-se com predomínio de céu claro e rajadas de vento

A última semana de julho no Ceará começa com condições de tempo estáveis, o que indica baixa probabilidade de ocorrência de chuvas em todas as macrorregiões do estado. Logo, a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) aponta um predomínio de céu variando entre parcialmente nublado e claro desta segunda  (27) até a próxima quarta-feira (29).

Com as atuais condições de tempo, a Funceme alerta também para a ocorrência de baixa umidade relativa do ar, principalmente na parte centro-sul do Ceará, especialmente no período da tarde — quando as temperaturas são mais elevadas. No fim de semana, alguns municípios já registraram taxas consideradas de atenção como Crateús (20%),  Tauá (22%) e Iguatu (24%).

A gerente de meteorologia da Funceme, Meiry Sakamoto, explica ainda sobre as diferenças desse fenômeno entre interior do estado e faixa litorânea. “Áreas do interior do estado apresentam umidade relativa do ar mais baixa quando comparadas ao litoral devido à própria continentalidade, ou seja, a distância do oceano. Além disso, contribuem as condições predominantemente mais secas do solo e da vegetação reduzindo a evapotranspiração para a atmosfera”.

Ventos fortes
Com final da estação chuvosa, é possível perceber em todo o estado o aumento da velocidade dos ventos. “O primeiro e mais importante é o deslocamento do sistema de alta pressão atmosférica do Oceano Atlântico Sul em direção ao nordeste do Brasil. E o segundo é a própria redução da nebulosidade. Nessa época do ano, o Ceará fica no meio do caminho entre esse sistema de alta pressão do Atlântico Sul e a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), fazendo com que os ventos alísios de sudeste fiquem mais intensos e constantes”, explica Sakamoto.

Nesta segunda, segue em vigor um aviso de vento forte emitido pelo Centro de Hidrografia da Marinha. “O aviso é para a área oceânica porém podemos ter rajadas de vento forte sobre o continente”, complementa.

Vale ressaltar que devido à falta de obstáculos na superfície do mar como montanhas e serras, as áreas oceânicas apresentam maior velocidade do vento do que o continente. Este cenário, especialmente na segunda metade do ano, torna o Ceará um dos principais destinos para a prática de esportes náuticos à vela como o windsurf e o kitesurf.

“Entretanto para os pescadores, os ventos fortes representam um risco pois, nessa época, além de serem mais intensos os ventos sopram em uma direção diferente: do continente para o oceano, dificultando o retorno do mar”, alerta Sakamoto. A meteorologista também relembra que as quedas de árvores e destelhamentos por conta das fortes rajadas são mais comuns nesse período.

No último fim de semana, a Funceme observou rajadas de vento acima dos 40 km/h em pelo menos seis municípios cearenses. Confira os principais registros: 

– Iguatu: 42,48km/h

– Fortaleza: 41,76km/h

– Morada Nova: 41,76km/h

– Barbalha: 41,04km/h

– Tauá: 41,04km/h


(Funceme)

Mulher é presa pela PF com 22kg de explosivo dentro de um ônibus

Uma mulher foi presa no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no ônibus da empresa Guanabara, que fazia a linha Goiânia/Fortaleza. A ocorrência foi registrada no domingo, 26, no posto de Chorozinho.

Conforme apurado, o nome da suspeita é Antônia Alice Damasceno da Silva. Com ela, foram aprendidos 22 quilos de emulsão, 40 metros de Cordel, cinco metros de estopim e 50 detonadores. Não havia carga montada. A mulher vinha de Petrolina (BA) com destino a Fortaleza. Ela saiu do Ceará dia 23 e voltou no domingo com o material. Ao ser indagada, a suspeita não delatou para quem entregaria.

O material foi apresentado na delegacia e após realização de flagrante foi encaminhado para o Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) para destruição em local seguro.



(O Povo)



Pela primeira vez na história, Ceará decreta estado de emergência ambiental devido a incêndios

O governador Camilo Santana decretou estado de emergência ambiental no Ceará devido ao maior risco de incêndios florestais e queimadas no segundo semestre do ano. A medida está publicada no Diário Oficial e fica válida até janeiro de 2021.

Esta é a primeira vez na história que o Ceará decreta estado de emergência ambiental para combate aos incêndios florestais. Geralmente, a medida ocorre para outras adversidades, como escassez hídrica ou inundações.

Com a decisão, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema) pode contratar brigadistas ambientais para atuação nas 28 unidades de conservação estaduais. As previsões de períodos mais críticos se dão, normalmente, através de portarias do Ministério do Meio Ambiente (MMA) ou decretos federais.

Neste cenário, o decreto estadual potencializa ações estabelecidas em 16 de julho, a nível federal, em determinação que proíbe o uso do fogo em áreas rurais por um período de 120 dias. Em 2019, o decreto foi publicado no fim de agosto com duração de 60 dias. Neste ano, a medida foi decretada em julho, com o dobro do tempo.

Focos de incêndio
Em julho de 2020, o Ceará já registrou 43 focos de incêndio, número superior ao observado na média histórica para o período (que é de 40 focos). Em todo o ano, já foram 162 registros, segundo o Mapa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Neste mês, o dia 19 apresentou o maior número de focos captados pelos satélites do Inpe - foram 11, ao todo. A partir deste mês, a tendência é haver um aumento nos registros.

Conforme o Mapa de Queimadas, historicamente, mais de 90% dos focos de incêndio no Ceará acontecem nos meses de julho a dezembro.

“O segundo semestre apresenta uma série de variáveis que potencializam a ocorrência de incêndios florestais, como ter baixos índices pluviométricos e de umidade relativa do ar, altas temperaturas, maior velocidade dos ventos e vegetação mais seca”, ressalta Leonardo Borralho, coordenador do Programa de Prevenção, Monitoramento, Controle de Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Previna), ligado à Sema.

Durante a pandemia, o planejamento de muitas ações acabou sendo prejudicada. Borralho lista algumas ações que precisaram ser reformuladas em decorrência do isolamento social: as capacitações, treinamentos práticos, formações de novos brigadistas florestais e ações de educação ambiental nas Unidades de Conservação.

“Esta é uma medida preventiva para que, caso haja incêndios, a gente possa enfrentá-los com mais capacidade e com mais gente”, assegura o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno. “É um período específico, no segundo semestre. Por isso, há a necessidade de o Estado estar prevenido. Claro que temos o trabalho muito competente do Corpo de Bombeiros, mas, nas UCs, precisamos de reforço, que será feito pelos brigadistas”.

Período
Com base em dados técnico-científicos de monitoramento de focos de calor, o Previna delimitou o período de julho deste ano a janeiro de 2021 como o cenário de maior vulnerabilidade à ocorrência de Incêndios florestais.

Neste período, o Corpo de Bombeiros do Ceará já havia informado, em junho, uma ampliação do efetivo com a chegada de novos bombeiros, nomeados em dezembro de 2019. Também foi realizada a aquisição de novos equipamentos de proteção individual, além de bombas costais e outros equipamentos.

De olho na proibição das queimadas controladas para alguns casos, a nível federal, o deputado estadual Acrísio Sena requereu a realização de uma Audiência Pública para debater a implementação de alternativas sustentáveis ao uso do fogo na agricultura. O objetivo da reunião é incentivar a criação de protocolos com tecnologias que gerem o menor impacto possível ao meio ambiente. A audiência ainda não ocorreu.

Previna
O Comitê Previna é coordenado pela Sema e foi instituído em 2004. Também fazem parte da equipe a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) e a Funceme, que conta com uma Sala de Situação, responsável pelo monitoramento de focos de calor.

Os registros podem representar possíveis queimadas ou incêndios florestais no território cearense. O Comitê contam, ainda, com a colaboração do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e do Corpo de Bombeiros.


(G1 CE)

Novo decreto estadual, retira todos os municípios do lockdown

O novo decreto estadual sobre a flexibilização da economia no Ceará, publicado na noite deste sábado (25) no Diário Oficial do Estado, estabelece que não há municípios em situação de lockdown, isolamento social rígido no estado.

As cidades da região Cariri, onde o número de novos casos mais cresce no estado, estão em "fase de transição", quando são permitidas parte das atividades econômicas, com restrição de horários e seguindo um protocolo de segurança sanitária.

No auge da pandemia de coronavírus, em março, um lockdown foi determinado em todo o estado. Apenas atividades econômicas consideradas essenciais, como farmácias e supermercados, estiveram liberadas.

Fortaleza é a cidade mais avançada no processo de reabertura da economia, mas as escolas continuam sem aulas presenciais; as academias de ginásticas vão voltar a atender a partir de segunda-feira (27), com 30% do público, e os templos religiosos podem receber até 50% da capacidade.

Veja a situação nas demais cidades do estado:

-Municípios da Macrorregião de Fortaleza estão Fase 3, que permite funcionamento de restaurantes, com horário reduzido;
-Macrorregiões do Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe seguem na 1ª semana da Fase 2;
-Macrorregião Norte segue para a 2ª semana da Fase 1, onde é autorizado o funcionamento de atividades essenciais e restaurantes, com restrições;
-Macrorregião do Cariri permanece na Fase de Transição da Economia, por conta dos indicadores ainda em alerta.


(G1 CE)

sexta-feira, 24 de julho de 2020

Atividade Econômica do Ceará chega a 95% de funcionamento

Fortaleza e outros municípios cearenses avançaram de fases do Plano de Retomada Responsável das Atividades Econômicas e Comportamentais. Isso porque os indicadores de saúde melhoraram ou se mantiveram estáveis. Esta semana, o funcionamento das atividades econômicas do Estado do Ceará chegou a 95%, o que significa mais empregos sendo retomados em diversas cadeias.

Fortaleza é o único município que se encontra na fase 4 do Plano que permite alimentação fora do lar no horário de 6h às 23h (barracas de praia: 9h às 16h). Na Capital também ficam liberadas as atividades de cine “drive in” e a produção artística e cultural sem público. Permanecem vedados o funcionamento de bares e as aulas presenciais em universidades e nas escolas da rede de ensino público e privado do Estado (exceto aulas práticas e laboratoriais de concludentes de graduação e pós-graduação). Também ficam fechados cinemas, academias, clubes e estabelecimentos similares; a realização de eventos, espetáculos e transporte aquaviário para passeios turísticos.

O restante dos municípios da Região de Saúde de Fortaleza avançou para a Fase 3. Os municípios das Regiões de Saúde Norte, Sertão Central e Litoral Leste/Jaguaribe se encontram na Fase 1 do Plano. A Região de Saúde do Cariri está na Fase de Transição, com exceção das cidades de Crato, Juazeiro do Norte, Barbalha, Iguatu e Brejo Santo, que ainda estão em Isolamento Social Rígido.


(CNews)





quinta-feira, 23 de julho de 2020

Sem tendência de chuva, Ceará deve apresentar predomínio de nebulosidade variável até sexta-feira

De acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), até esta sexta-feira (24) as condições atmosféricas estáveis, ou seja, baixa possibilidade de chuva em todo o Ceará.

A Funceme aponta que para esta sexta-feira e fim de semana, uma probabilidade de cobertura variada de nuvens, ou seja, ora mais claro, ora mais nublado.




Pai e madrasta suspeitos de matar menina no Ceará se entregam à Polícia no RN

Deverá ser trazido para o Ceará, nas próximas horas, o casal suspeito de ter assassinado uma criança de 3 anos de idade na cidade de Russas, no Vale do Jaguaribe (a 143Km de Fortaleza). O pai e a madrasta da menina Maria Esther Rodrigues se apresentaram em uma delegacia de Polícia em Natal, no Rio Grande do Norte, no fim da tarde de ontem (22).

De acordo com as autoridades policiais do Rio Grande do Norte, o casal se apresentou espontaneamente na 2ª Delegacia de Polícia Civil da cidade de Parnamirim (a 12Km ao sul  de Natal)  após ter fugido do  Ceará na noite da última segunda-feira (20). O pai da menina, Nemézio Correia Galvão Neto, 28 anos, levou a criança ao hospital da cidade de Russas e disse que a filha havia se engasgado, mas, logo, os médicos constataram vários hematomas no corpo da criança, suspeitando de que ela fora vítima de espancamentos e maus-tratos.

O pai e a madrasta, Eduarda Ferreira Luiz, 27 anos, fugiram então da cidade de Russas e seguiram para o Rio Grande do Norte.  A Polícia Civil do Ceará, por sua vez, iniciou o trabalho de investigação e o corpo da menina foi encaminhado ao Núcleo Regional da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), em Russas, onde foi  realizada a necropsia.

No dia seguinte, terça-feira (21), o corpo da pequena Maria Esther Rodrigues, foi sepultado em Russas em meio a um clima de muita tristeza e revolta entre familiares e moradores da localidade de Poço Redondo, na zona rural, onde aconteceu o fato.

Caiu da moto ou se engasgou?
O pai da menina contou nova versão à Polícia do Rio Grande do Norte acerca do caso. , Diferente do que havia dito no hospital de Russas, quando entregou Esther na Emergência, afirmando que a filha havia se engasgado, na delegacia de Parnamirim contou que a menina havia caído da motocicleta que ele pilotava.

O casal afirmou, ainda, que decidiu fugir de Russas porque, quando voltava do hospital onde deixara a criança, soube que os moradores de Poço Redondo se preparavam para linchá-lo. O pai negou, ainda, ter estuprado a filha e disse a história é “antiga” e que foi seu pai, avô paterno da menina, que praticou o abuso sexual.

Para as autoridades, a fuga do casal e a contradição nas versões apresentadas até agora pelo pai da menina Esther reforçam a suspeita de que a criança pode ser sido morta por agressão.   

 À pedido da Polícia Civil, em Russas, a Justiça decretou a prisão temporária do casal. O laudo do exame de necropsia ainda é aguardado pelas autoridades.


(CN7)

Cometa 'Neowise' é visto em Caucaia, Maranguape e Cariús

O cometa 'Neowise' foi visto no céu do Ceará no início da noite desta quarta-feira (22) por um grupo de astrônomos amadores. O cometa, que foi descoberto pelo satélite Neowise da agência espacial americana, a Nasa, em março de 2020, foi visto nas cidades de Cariús, a 411 km de Fortaleza, e em Caucaia e Maranguape, na Região Metropolitana. O registro ocorreu às 18h40.

O técnico químico e astrônomo amador, Lauriston Trindade, de 42 anos, que observou o cometa em Maranguape e que estuda astronomia há mais de 30 anos afirmou que o cometa poderá ser visto mais uma vez nesta quinta-feira (23) apesar do seu brilho está menos intenso por causa da sua aproximação do Sol. 

“A cada início de noite, o cometa estará mais alto no céu vespertino. Hoje [quinta-feira], dia 23, ele estará na constelação da Ursa Maior. Como ele já está se afastando do Sol, seu brilho está diminuindo. Ele só pode ser visto com uso de binóculos ou se você estiver bem distante das luzes das cidades. Poderá ser encontrado na direção noroeste do céu, logo depois do céu escurecer à noitinha”, conta Trindade, que estuda astronomia desde o ano de 1986, época em que passou o famoso Cometa Halley. 

Paulo Régis (Clube de Astronomia de Fortaleza) e Manuel Ériclys (Grupo de Astronomia Zênite) fizeram registros fotógráficos da passagem do meteoro em Caucaia e em Cariús, respectivamente.

Trindade disse que no Ceará existem algumas câmeras espalhadas em Fortaleza e em outros três municípios do interior. Esses aparelhos são utilizados pelo grupo astronômico.

“Dentro do grupo de observação de meteoros já que a gente tem uma rede aqui no Brasil é composta de mais 70 pessoas. São mais de 120 câmeras que ficam monitorando o céu e nós temos algumas câmeras aqui no Ceará. Em Iguatu, Acarape, Fortaleza e Maranguape que ficam filmando céu”.

“O cometa Neowise foi descoberto em março por uma soda da Nasa. A expectativa inicial era de que o cometa não fosse ficar tão brilhante. Mas, no fim de junho, ele entrou em nível de visibilidade com pequenos telescópios, e, no início de julho, ele passou a ser visto mesmo a olho nu. Por conta das características da órbita, grande parte do show deste cometa ficou restrita ao hemisfério norte. No entanto, desde o dia 20 deste mês, ele já está acessível ao hemisfério sul.  A próxima visita do cometa será daqui a 6.800 anos”, explica Trindade. 

Os cometas são corpos formados por gelo, rochas e materiais orgânicos, e vêm dos confins do sistema solar: o cinturão de Kuiper, ou talvez ainda mais longe, da nuvem de Oort, que são ambas concentrações de pequenos corpos celestes. 


(Diário do Nordeste)



Operação da Polícia Civil desarticula facção criminosa e captura mais de 10 pessoas no interior do Ceará

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) deflagrou, por volta das 4h desta quinta-feira (23), a primeira fase da Operação Carcará em municípios do Centro-Sul e Cariri cearense. O objetivo é o cumprimento de de 24 mandados de prisão, sendo 22 deles também alvos de busca e apreensão, nas cidades de Saboeiro, Icó, Tauá e Iguatu. O alvo da operação é uma organização criminosa suspeita de cometer homicídios, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro, dentre outros crimes que vêm sendo praticados há décadas e de forma mais intensa em Saboeiro. Segundo a polícia, o grupo desarticulado na Operação Carcará, ainda em andamento, já arrecadou milhões de reais por meio do tráfico.

Até a publicação desta matéria, mais de 10 pessoas tinham sido capturadas, entre presos - incluindo homens e mulheres - e adolescentes apreendidos. Também houve apreensão de armas e drogas nas primeiras horas da operação.

Embora Saboeiro seja o foco da Carcará, as cidades de Icó, Tauá e Iguatu também se tornaram alvo da operação, devido à forma de atuação do grupo. "A gente sabe que o determinado grupo criminoso não atua só naquela cidade [Saboeiro], tem várias ramificações. Então, a gente teve o zelo de pegar toda a teia criminosa, identificar e transformar em algo que hoje vai ser cumprido em quatro cidades", detalhou o delegado William Lopes, do Departamento de Polícia do Interior (DPI) Sul.

A operação reúne mais de 100 policiais, entre escrivães, inspetores e delegados. "A operação está apenas começando e, com certeza, vamos lograr êxito nessas prisões e nos mandados de busca e apreensões também. Ela tem o objetivo de coibir essa organização criminosa que há décadas vem assolando a região de Saboeiro", afirma o delegado Glauber Ferreira, titular da Delegacia de Iguatu.

De acordo com ele, a Operação Carcará foi designada inicialmente para apurar crimes de homicídio registrados nos últimos meses em Saboeiro. "Nesse primeiro semestre [de 2020], foram mais de 11 homicídios e todos sem solução em Saboeiro. Diante desse cenário atípico, a Delegacia Geral determinou a criação de uma força-tarefa. E a partir dela, começamos a investigar os homicídios".

Além da descoberta dos outros crimes, acrescenta Glauber Ferreira, a força-tarefa permite agora a desarticulação da organização criminosa.


(G1 CE)


quarta-feira, 22 de julho de 2020

Mombaça e mais 45 municípios receberão recursos para centro de enfrentamento da Covid-19

O Diário Oficial da União desta quarta-feira (22) divulga a lista atualizada dos municípios que receberão recursos financeiros referentes aos Centros de Atendimento para Enfrentamento da Covid-19, em caráter excepcional e temporário.

Cada município vai receber 4 parcelas de R$ 60 mil, totalizando R$ 240 mil reais, exceto Aquiraz, que receberá mensalmente R$ 80 mil.

ACARAPE R$ 60.000,00
ACARAU R$ 60.000,00
ACARAU R$ 60.000,00
ACOPIARA R$ 60.000,00
ALCANTARAS R$ 60.000,00
AMONTADA R$ 60.000,00
AQUIRAZ R$ 80.000,00
AQUIRAZ R$ 80.000,00
AQUIRAZ R$ 80.000,00
AQUIRAZ R$ 80.000,00
ARACOIABA R$ 60.000,00
ARACOIABA R$ 60.000,00
BARBALHA R$ 60.000,00
BARRO R$ 60.000,00
BATURITE R$ 60.000,00
BELA CRUZ R$ 60.000,00
CAMOCIM R$ 60.000,00
CAMPOS SALES R$ 60.000,00
CARNAUBAL R$ 60.000,00
CHOROZINHO R$ 60.000,00
CRATO R$ 80.000,00
ERERE R$ 60.000,00
FARIAS BRITO R$ 60.000,00
GRANJA R$ 60.000,00
GRANJA R$ 60.000,00
GUAIUBA R$ 60.000,00
GUARACIABA DO NORTE R$60.000,00
GUARAMIRANGA R$ 60.000,00
IBARETAMA R$ 60.000,00
ICAPUI R$ 60.000,00
INDEPENDENCIA R$ 60.000,00
INDEPENDENCIA R$ 60.000,00
IPAPORANGA R$ 60.000,00
IPU R$ 60.000,00
ITAPIPOCA R$ 80.000,00
JAGUARUANA R$ 60.000,00
LIMOEIRO DO NORTE R$ 60.000,00
LIMOEIRO DO NORTE R$ 60.000,00
MADALENA R$ 60.000,00
MARANGUAPE R$ 80.000,00
MARANGUAPE R$ 80.000,00
MOMBAÇA R$ 60.000,00
MONSENHOR TABOSA R$ 60.000,00
MULUNGU R$ 60.000,00
NOVA RUSSAS R$ 60.000,00
OCARA R$ 60.000,00
PACUJA R$ 60.000,00
PARAIPABA R$ 60.000,00
QUITERIANOPOLIS R$ 60.000,00
QUIXELO R$ 60.000,00
QUIXERE R$ 60.000,00
RERIUTABA R$ 60.000,00
TABULEIRO DO NORTE R$ 60.000,00
UBAJARA R$ 60.000,00
URUBURETAMA R$ 60.000,00
URUBURETAMA R$60.000,00
 
                                    

terça-feira, 21 de julho de 2020

MOMBAÇA: Polícia Civil e GCM apreendem armamento e realizam prisão de suspeito

Natureza: prisão de suspeito e apreensão de armamento na zona rural de Mombaça. Suspeito com antecedentes por HOMICÍDIO.

A Policia Civil de Mombaça com apoio da Guarda Municipal de Mombaça prende suspeito de ameaçar cidadãos e realizar disparos de arma de fogo no sitio João Ferreira, zona rural do município. 

No ato da prisão, o indivíduo foi surpreendido portando REVOLVER CALIBRE 38 MUNICIADO. bem como faca e foice que utilizava para intimidar as pessoas. 

Na residência do nacional ainda foi apreendida uma ESPINGARDA CARREGADA.

O suspeito apresenta antecedentes criminais por HOMICÍDIO, tendo inclusive cumprido pena pelo aludido crime. 

O procedimento flagrancial foi realizado na Delegacia de Mombaça e o autuado encaminhado a estabelecimento prisional onde aguarda deliberação judicial.

DENUNCIE! A POLÍCIA CIVIL GARANTE O TOTAL SIGILO DAS INFORMAÇÕES

Telefones:
FIXO: (88) 35833435
WHATSAPP (85) 997777817


MOMBAÇA: Novos gráficos mostram declínio em casos de covid-19 no município

Os novos gráficos enviados pelo engenheiro Rodrigo Marques Pedrosa (ACEST Engenharia e Consultoria) mostram claramente um declínio pequeno, porém considerável nos casos de covid-19 em Mombaça.

Foi observado que durante 3 semanas consecutivas tiveram uma média de 3 óbitos, já em casos esses números variaram entre 10 a menos que nas semanas anteriores. Onde acredita-se haver uma instabilidade nos casos.

Veja agora o que mostram os gráficos: