quinta-feira, 27 de agosto de 2020

Polícia Civil cumpre em torno de 300 mandados contra organização criminosa durante Operação Aditum 3 no Ceará

Em torno de 300 mandados de prisão e de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) em território cearense, na manhã desta quinta-feira (27). A ofensiva “Aditum 3” foi coordenada pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) e teve como objetivo desarticular a estrutura de um coletivo criminal com atuação no Estado. Foram cumpridas decisões judiciais por integrar organização criminosa contra pessoas que já possuíam antecedentes criminais por homicídios, tráfico de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Armas de fogo e drogas foram apreendidas durante as ações ocorridas em 33 municípios.

Entre os alvos que tiveram mandado de prisão cumprido durante a operação, 41 estavam em liberdade. Desse número, cinco possuem um cargo de chefia, entre eles, um peruano investigado por tráfico internacional de drogas, além de um segundo homem apontado como o responsável por guardar as armas de fogo que abasteciam o grupo criminoso. Além dessas prisões, foram cumpridas 102 decisões judiciais no interior do sistema prisional cearense. Entre os que já estavam recolhidos, estão 25 homens suspeitos de ocuparem cargos de chefia. As equipes seguem nas ruas com o objetivo de cumprir outros mandados em abertos.

No total, foram empregados 350 policiais civis. Além da Draco, a operação teve a coordenação do Departamento Técnico Operacional (DTO) da PCCE, com a participação de equipes dos departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Recuperação de Ativos (DRA), de Polícia Judiciária da Capital (DPJC), Metropolitana (DPJM), do Interior Sul (DPJI Sul), do Interior Norte (DPJI Norte), de Proteção aos Grupos Vulneráveis (DPGV) e da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core).


(SSPDS)


0 comentários:

Postar um comentário