segunda-feira, 14 de setembro de 2020

Tremores de terra se tornam frequentes no Ceará

Não é de hoje que terremotos ocorrem no Ceará. O maior tremor de terra já registrado no Nordeste aconteceu em Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza, há 40 anos, e teve 5,2 graus de magnitude.

Tanto tempo depois, o aposentado José Valdir ainda lembra do caso: "Era por volta da meia-noite quando nós ouvimos um barulho, depois a rede que eu tava começou a balançar sozinha. Eu me recordo também que a telha caiu", disse.

Naquela época, seu José Valdir tinha pouco menos de 30 anos. Ao sentir o tremor, ele e seus vizinhos, se reuniram na praça da igreja matriz. O burburinho do tremor de terra já corria por boa parte do município. "Naquela época nós não tínhamos nenhuma informação que algo daquele tipo pudesse ocorrer aqui em Pacajus".

No Ceará, Sobral é o município que mais tem registro de tremores. Entre 2008 e 2012, a cidade da Região Norte do Estado teve mais de 4 mil eventos sismológicos do tipo.

O evento mais recente que aconteceu no Ceará foi na semana passada e foi registrado na faixa oceânica do estado. O tremor teve magnitude de 5.0 na Escala Ritcher.

Segundo os estudiosos, não está descartada a incidência de tremores de maior magnitude no Ceará. Segundo a Defesa Civil é importante a prevenção.

A principal orientação do órgão é se abaixar em local seguro e aguardar o fim do tremor. Caso a pessoa esteja em um prédio, o ideal é se afastar das janelas de vidros e jamais utilizar o elevador. 


(CNews)


0 comentários:

Postar um comentário