segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Polícia Civil do Ceará prende foragido acusado de matar bailarina cearense em SP

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) capturou o homem condenado por matar ex-namorada, a dançarina cearense Ana Carolina de Souza Vieira, crime ocorrido em novembro de 2015. Anderson Rodrigues Leitão (32) foi preso, nessa quinta-feira (1º), no bairro Barroso, por equipes do 2º Distrito Policial. Em abril deste ano, o homem fugiu de uma unidade prisional paulista, onde cumpria pena no sistema semiaberto. Os detalhes foram apresentados em coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (2), na sede do 2º DP.

Os policiais civis do 2º DP levantaram informações de que Anderson, fugitivo da Penitenciária Doutor José Augusto César Salgado, conhecida como Penitenciária II de Tremembé, em São Paulo, poderia estar escondido na casa de familiares em Fortaleza. A partir da checagem de dados, os agentes se deslocaram até um endereço para confirmar a presença do homem. Ao chegarem ao imóvel, os policiais civis encontraram o alvo no Conjunto Antônio Correia, bairro Barroso, na Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3).

Anderson foi comunicado do mandado de recaptura expedido pela Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e confessou que havia descumprido o regime semiaberto que cumpria na unidade prisional paulista. De lá, ele foi encaminhado para o 2º DP. Conforme os agentes que realizaram o cumprimento da ordem judicial, ele não resistiu à prisão. Porém, ao chegar à unidade policial, Anderson tentou fugir, mas foi contido pelos policiais. Agora, ele se encontra à disposição da Justiça paulista para ser recambiado de volta para Tremembé e cumprir o restante da pena.

Passagens no Ceará

Cearense, nascido em Fortaleza, Anderson já tinha passagem pela Polícia Civil pelos crimes de receptação, ameaça e lesão corporal no contexto de violência doméstica contra uma ex-namorada, no ano de 2012, em um relacionamento anterior ao que mantinha com Ana Carolina. Em São Paulo, além de ter sido condenado a cumprir pena de 11 anos pela morte da bailarina e pelo furto de objetos da vítima, ele também cumpria pena de cinco anos por tráfico de drogas, em decorrência de sentença condenatória do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ/SC).

Ele fugiu da Penitenciária II de Tremembé no dia 29 de abril deste ano, da ala destinada a presos em progressão de regime. Por esta razão, Anderson perdeu os benefícios do regime semiaberto. Desde então, a Justiça paulista expediu um mandado de recaptura em desfavor de Anderson.


(SSPDS)



0 comentários:

Postar um comentário