Vagner Calçados

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Com 2 meses, Pix já representa quase 80% das transferências bancárias

Após apenas dois meses do seu lançamento, o Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, já representa 78% de todas as transações bancárias efetuadas no Brasil. Além da forte divulgação da nova forma de se realizar transferências, o aumento desse tipo de transação é estimulado pelo fato de ter um custo muito menor para os bancos.

Dados do Banco Central mostram que entre 1º de janeiro e o início desta semana, foram feitas mais de 87 milhões de transferências através do Pix no Brasil, contra 18 milhões de TEDs e 6,5 milhões de DOCs. Ou seja, o novo sistema, que entrou em vigor na segunda metade de novembro de 2020, representou 77,9% do total.





0 comentários:

Postar um comentário