Vagner Calçados

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

Polícia Civil alerta sobre golpes do falso cadastro para receber vacina contra Covid-19 no Ceará

Um dia após a chegada das primeiras doses da vacina contra Covid-19 no Ceará, a Polícia Civil do Ceará (PCCE) emitiu alerta orientando e alertando a população sobre golpes do falso cadastramento para receber a imunização. De acordo com a Polícia, criminosos estão se aproveitando do momento para aplicar golpes com a finalidade de clonar e roubar dados das vítimas.

 Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou que os golpes do falso cadastro podem ser aplicados por criminosos via ligações, e-mail, conversas pelo WhatsAPP, entre outros meios. O diretor do Departamento de Inteligência Policial (DIP) da Polícia Civil, delegado Edvando França, destacou a necessidade da população se informar de como será feita a vacinação em seu estado ou município, a fim de não cair no golpe.

Nesta terça-feira (19), a titular da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Ana Estela Leite, informou que o aplicativo Mais Saúde Fortaleza ainda não está disponível para agendamento da vacina contra a Covid-19. Segundo a secretária, neste primeiro momento, o plano de imunização contra a Covid-19 contemplará apenas profissionais de saúde que atuam na linha de frente da pandemia, já que a Capital não recebeu doses suficientes para todos no grupo prioritário.“Esse é um momento oportuno para os golpistas tentarem roubar seus dados. O ideal é que a pessoa evite clicar em links, certificar quem enviou para você esse link, se ele é de um órgão oficial, se o telefone é de órgão público, se de fato os postos de vacinação estão fazendo ligações para cadastrar os pacientes”, disse o delegado.

O alerta foi feito inicialmente pelo Ministério da Saúde. O Ministério recebeu denúncias nas redes sociais que golpistas ligam para o celular da vítima e pedem dados pessoais para agendar a vacinação. Quando a vítima repassa os dados, o próximo passo dos criminosos é obter acesso ao aparelho.

Cronograma

As primeiras milhares de doses que chegaram ao Ceará são destinadas aos profissionais que atuam na linha de frente combatendo a Covid-19, idosos em abrigos institucionalizados e indígenas. Pessoas de, pelo menos, sete municípios do Estado foram vacinadas em menos de 24 horas, desde o pouso da aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) trazendo as vacinas.


(Diário do Nordeste)


0 comentários:

Postar um comentário