Vagner Calçados

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2021

Atenção: cenas fortes! Menino de 11 anos mantido em cativeiro e situações precárias

Hoje queremos chamar a atenção para esse caso que chocou toda a população brasileira e até mundial talvez. Um crime com indícios de crueldade, falta de amor ao próximo, e nenhuma outra palavra que eu disser aqui irá descrever tamanha covardia!

Sim amigos, nos deparamos com uma criança de 11 anos, acorrentada, desidratada, em condições precárias e desumanas em seu próprio ambiente familiar, o que nos deixa mais indignados ainda.

Toda a dor e sofrimento que esta criança inocente passou, nunca iremos saber. Só pedimos justiça, divina ou dos homens, mas que seja feita a verdadeira JUSTIÇA!

SOBRE O CASO:

Uma criança de 11 anos foi resgatada em Campinas (SP), no fim da tarde de sábado (30), após ser encontrada por policiais militares com as mãos e pés acorrentados dentro de um barril de ferro em uma casa no Jardim Itatiaia. A corporação foi ao local após denúncia de vizinhos e três pessoas foram presas suspeitas pelo crime de tortura, entre elas, o pai do menino, a namorada dele e a filha desta mulher após registro do caso na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), no Jardim Londres.

Segundo a PM, o menino era mantido em pé no espaço onde também fazia necessidades fisiológicas. O local era coberto por uma telha e havia uma pia de mármore por cima para impedir a saída dele.

A corporação diz que foi acionada após moradores da região perceberam que o garoto havia deixado de ir para a escola e de brincar com outras crianças do bairro. Os policiais contam que entraram na casa após autorização da jovem de 22 anos, que é filha da namorada do pai do menino.

No local, diz a PM, o menino estava nu, debilitado e apresentava sinais de desnutrição. Os policiais usaram um corta-fios para remover as correntes e ele foi socorrido por uma equipe do Samu ao Hospital Ouro Verde, onde permanecia internado até este domingo e sob a tutela de uma tia paterna. A determinação foi feita pelo Conselho Tutelar da metrópole, também comunicado durante a ocorrência.

"Eu só queria algo para comer", diz o menino durante um vídeo gravado pela PM na ocorrência.

Os três envolvidos foram presos em flagrante. (G1)



0 comentários:

Postar um comentário